Vós que ides ás caxs dsencaixai-vos uns aos outros

2 Cotas - 2004/03/15

Boas
Ontem saiu-me a fava a mim.
Ainda o mitupe ia no inicio quando se ouviu a frase assassina: Quem é que vai fazer o relato de hoje?
Orelhas arrebitadas, ares de pânico e uma floresta de braços no ar, com os deditos esticados: EUJÁFIZEUJÁFIZ! Confesso que não me lembro se alguma vez fiz ou não, o que não influiu em nada na minha vontade. Ando com a veia poética um pouco obtusa desde que ouvi dizer que: A palavra pode ser um principio, um meio ou um fim! O que vale é que logo uma alma caridosa se prontificou: “Faz o diamantino!”…
Deixa estar que eu lixo-te!

Os homens não nos deixaram sentar nas mesas encostadas á parede, tivemos que ficar no meio da sala. No principio ainda pensei que fosse por causa dos empregados poderem servir a partir de varias direcções, mas por fim lembrei-me de que as arenas dos circos são redondas. Fiquei com a impressão que não gostaram de nós.

Mas voltando á reunião propriamente dita, foi engraçado o ar do empregado quando lhe perguntaram onde é que se mudavam as fraldas aos putos. Quando consegui encontrar qualquer coisa pouco ofensiva para responder só lhe saiu um ar de enjoo e uma vozita condizente:
-Vá a casa de banho e desenrasque-se.
Quando virou as costas, o balão por cima da cabeça dizia: “isto aqui é a Mexicana, não é a Merdicana, vá mudar as fraldas para o raicaparta…”

Por falar nisso, já repararam no numero de bebés geocachers? Aposto que um dia destes ainda aparece um a fazer de TB. Assim tipo: os pais precisam de um tempinho a sós e prometem ir busca-lo á próxima cache. De preferencia com as fraldas mudadas.
Se a malta começar a competir nesse campo com competem nos stats um dia destes a Garmin em vez de CD do MapSource, começa a incluir vouchers para a AUSONIA. E começam a aparecer chuchas nos taparueres.

Ia a caminho de casa e lembrei-me de repente porque é que o pessoal quis mudar de locar de reunião. É por causa da comida! Todos escolheram hambúrgueres. Por isso ficamos por lá durante os próximos tempos.  

Bem, durante a conversa e depois das piratices habituais, spoilaram um bocadinho. Pouco, que já tá tudo dito. Só se alargaram na combinação da abordagem á Six Feet Under. Parece que há problemas de encaixe, ou melhor, de desencaixe. Em alguns dos buracos há alguns companheiros que depois de encaixados…
Gostei de saber que a visita de sábado estava desconvocada. Os Bombeiros V. de Sesimbra não foram pelos ajustes e recusaram-se a ir lá busca-los de 5 em 5 minutos. Vão só domingo á tarde. Bem feita.

Mas voltando á rónião, era necessário orientar a malta para se começar a trabalhar em uníssono em varias projectos, mas para lá da relativa coerência nos comes e bebes não se viu grande coisa. Mas também não pensem que foi assim tão rápido. Deu tempo de sobra para a parte da maledicência.

Por falar em Six Fee Under, onde é que aprenderam a por nomes ás caches?

Por fim, e para acabar em beleza começou tudo a debandar ainda vinha pessoal a entrar. Uns a dizer “olá boa noite” outros a dizer “adeus até amanhã”! E o empregado com cara de parvo a pensar: “mais? Estes gajos nunca mais acabam? Mas afinal quantos são?” De tal maneira que o homem, quando nos viu pelas costas, nem conseguiu responder quando uma das senhoras presentes lhe disse: “obrigado!” Só se via o tique por cima do olho direito a piscar em Morse, “issoponhamsándar” e por cima do esquerdo: “antescájáqui1desgraça”.

Oquei, como a comunidade geocaxeira nacional, é composta de mais de 100 pessoas, só me toca a mim fazer a acta outra vez daqui a uns anitos. Até lá fiquem bem.

5 responses so far ↓

  • 1 MAntunes // Mar 15, 2004 at 12:45

    Agora já percebo porque estiveste "retirado" este tempo todo…

    Gostei! Sinceramente. Quando não houver estreantes…

    Como estamos numa de stats, deixa-me acrescentar alguns dados estatísticos:

    – Foi o 7º "Meetup" em Lisboa
    – Estiveram presentes;
    . Manuel Antunes (+ Mila e Filipe),
    . Bargão Henriques (+ Beli e Tomás),
    . Diamantino Azevedo,
    . Nuno Correia,
    . Ricardo Silva (+ Sívia e Eduardo),
    . Claudio Cortez e, já na rua, apareceu o Luís Amaral.

    Realmente é verdade… saímos do "tal sítio que ninguém gosta mas todos comem" e fomos comer …hamburguers!  

  • 2 Lobo Astuto // Mar 15, 2004 at 13:49

    Voltávamos ao outro sitio e pimba, hamburguer por hamburguer, serviço ou a falta dele… é uma opinião!

  • 3 bargao_henriques // Mar 15, 2004 at 18:52

    Bem, Diamantino, ainda bem que foste tu que escreveste o relato do 7º Meetup!!!

    Hoje bem que estava a precisar de uma razão para me rir, e o teu texto já me animou um bocado…

    A tua visão do encontro foi bastante pessoal, mas hilariante! E, fica descansado, que concordo com tudo o que disseste…

    Bem, com quase tudo…

    É que os morfes, apesar de serem hamburgueres, eram incomparávelmente melhores que os do outro local! (Se não fossem tão caros até me tinham caído bastante bem…)

    Um abraço,
    PH

  • 4 ricardobsilva // Mar 18, 2004 at 15:10

    Boas

    É preciso esclarecer que houve quem comesse bifanas acompanhadas de umas belas imperiais.

    Quanto ao sitio, se for opinião geral, muda-se outra vez. Vamos experimentar o "38 North 9 West"?

    Um abraço

    Ricardo BORDEIRA Silva

  • 5 DSAzevedo // Mar 18, 2004 at 17:23

    Bifanas e hamburgueres não é tudo a mesma coisa?
    Vamos ter é que coordenar muito bem a fraldação, senão a coisa dá brado no mês que vem…

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.190 seconds.