ERIK88L-R

danieloliveira - 2005/10/19

Parece-me que "perdemos" o nosso habitual approver ERIK.
Aproveitei-lhe para desejar boa sorte com a seguinte nota:
Dear Erik,

"I noticed today that we have a new approver in Portugal.
I wish to thank you for all your help and encouragement in approving the Portuguese caches and wish you also the best wishes for the future. I hope our paths will cross in a common hunt.

Best wishes,
Daniel"

Fica aqui o meu obrigado ao Erik pela propagação do geocaching em PT.

11 responses so far ↓

  • 1 bargao_henriques // Oct 19, 2005 at 16:55

    Também agradeço ao Erik Van Dyke pelo seu trabalho e aproveito para dar as boas vindas ao Lluís Garrido! 😉
    Espero que goste de ser nosso "approver".

  • 2 zoom_bee // Oct 19, 2005 at 23:25

    mal soube da notícia tb agradeci ao Erik…

    …let´s see what future will bring us.

  • 3 danieloliveira // Oct 20, 2005 at 08:14

    … do Erik ao meu mail.

    "Wow,

    Three e-mails today from Portuguese geocachers thanking me for my past work.
    Thank YOU!    Please excuse me sending the same e-mail to all of you.

    I started reviewing geocaches some four years ago, and in that time have
    approved over 40,000 of them.

    I need to slow down, so as the sport grows have looked for local approvers
    to take over.   I have had trouble with those in the Portuguese language
    (BabbleFish.com only goes so far),  also Spanish.  Those in Catalan were a
    real problem.   So when I found someone from Catalunya who could do those
    caches and the rest of Spain I asked him to also do the rest of the Iberian
    peninsula.  So he has Andorra, and of course Portugal.   It is my hope that
    as the sport continues to grow the volume on caches in Portugal will
    necessitate a Portuguese approver.

    Unfortunanly about a third of the caches submitted from both Spain and
    Portugal are never approved, as they are vacation caches placed by visitors
    from northern Europe who never return to maintain them.    Hopefully a local
    approver will be better able to handle those, and perhaps help find local
    geocachers to act as "cache guardians" for these visitors.    We all want
    more geocaches to hunt, but want them to be maintained as well.

    Cache reviewers generally volunteer, or are asked to volunteer by an
    existing cache reviewer.    We look for people who are active in the local
    geocaching community, have a good amount of experience in hiding and finding
    caches, have a good reputation in the groundspeak discussion forums,  and
    have an excellent command of the English language.   But most important –
    there has to be a need for a local approver.   There has to be a fairly high
    volume of cache submissions from that country or state, and/or there has to
    be local restrictions on our sport.  In many US states there are
    restrictions, and the approver has to know where our sport is allowed and
    where it is not.    It is my hope that one day we seek a Portuguese cache
    reviewer because of the high number of submissions, not because of local
    park rules against our sport.   In the meantime I trust Garri will do a fine
    job.

    All the best,

    erik"

    Não haverá mais algum comentário da comunidade de geocachers PT?

  • 4 MAntunes // Oct 20, 2005 at 10:15

    Isto explica cabalmente o motivo porque o Garri aparece como approver para a PI e condiz com o que eu pensava que tivessem sido os motivos de tal escolha.

  • 5 2 Cotas // Oct 20, 2005 at 11:53

    Independentemente da resposta simpatica do Erik, e obviamente tambem diplomatica, continuo a ter a mesma opinião:

    Primeiro, a cena de Espanha ter ser o centro da peninsula, chateia-me;
    Segundo, muito provavelmente encontrariamos entre nós alguem "mais" credenciado do que o Garri.

    Por fim, e considerando as varias condicionantes envolvidas, desejo um bom trabalho ao Garri.

    Abraços

    PS: Cá para mim, e depois dos varios mails que troquei com ambos, e não só, fiquei com a firme ideia que houve convite, (ou convites), que não foram aceites.

  • 6 btrodrigues // Oct 20, 2005 at 13:03

    pois.

    espero que o Garri tenha em conta realmente isso, das caches colocadas por turistas… e das caches colocadas por artistas (if you know what I mean).

  • 7 garri // Oct 20, 2005 at 13:25

    Desejo o melhor para Portugal com muito carinho, também reviso os países de América que falam em espanhol, mas desde que visitei Portugal este verão e vejo que há um grande gosto a Geocaching este país será minha prioridade para revisar.

    Agradaram-me muito todos vossos e-mails agradecendo minhas visitas aos caches portugueses.

    Erik me recomendou a Groundspeak porque sempre quis ajudar quando encontrei erros e porque falo espanhol, inglês e catalão. Erik queria que eu também revise Portugal e aceitei, conheço o país e entendo perfeitamente o português.

    Quero que penseis que sou approver da península que compartilho convosco, não há razões de  fronteiras nem políticas em  Geocaching. Quando o Geocaching em  Portugal seja mas grande uno de  vocês será approver, por enquanto o número de  caches criados por  semana não é suficiente para que um país possa ter um approver local.

    Em  EEUU um approver revisa 3 estados e rapidamente se um estado tem uma atividade muito alta adquire um approver local.

    Não falo português mas a semana passada aprendi umas palavras de  uns cursos online e penso melhorar.

    Espero fazer o melhor possível.

    Um abraço

    Lluís Garrido

  • 8 ricardorsilva // Oct 20, 2005 at 13:44

    Não falo por todos (não perguntei a cada um deles), mas acho que é altura de te desejar as boas-vindas e boa sorte no teu papel de approver (comprometemo-nos a não te facilitar a vida e esperamos estar sempre a encher-te a mail box de novas caches 🙂 )

    É bom ter um approver que (apesar das diferenças que existem) poderá compreender melhor a nossa cultura. Por outro lado, é positivo que estejas a tentar aprender português – muitas das nossas caches estão escritas em português e inglês e, por outro lado, é a língua em que comunicamos. (mas já percebi que não te safas mal)

    Lynx Pardinus

  • 9 garri // Oct 20, 2005 at 13:56

    Quero ser mais severo com os "vacational caches", mas Groudspeak não pensa o mesmo.

    Agora só aprovarei caches de  turistas se um português contata comigo e quer cuidá-lo.

    "My relatives live nearby, they will take care of it" não será permitido, sempre dizem o mesmo e parece ser mentira muitas vezes, Groundspeak diz que eu os aprove mas eu vou pedir que esses familiares me escrevam um e-mail dizendo que o cuidarão.

  • 10 btrodrigues // Oct 20, 2005 at 15:14

    é uma boa atitude, essa. estou-me a recordar da "um bebida – one drink", por exemplo. o owner (holandês) visita-nos uma ou duas vezes por ano… e o bar referido na cache é dos sogros dele… há caches colocadas por turistas que serão válidas…

    a mim dói-me a alma é existirem pessoas que nunca caçaram uma cache na vida e que colocam caches sem as mínimas condições. e tivémos recentemente dois exemplos (pelo menos). uma cache que correu bem (biscaia) e uma cache que correu mal (micro red porsche).

    há intenções de lidar com isto de alguma forma em particular?

  • 11 Walrus // Oct 20, 2005 at 16:41

    Viva,

    também concordo que haja medidas mais restritas nas "vacational caches" e outras idênticas.

    Não faz sentido estar a aprovar caches em Portugal que depois não são mantidas convenientemente. Uma coisa importante que se estabelece quando se cria uam cache é o compromisso do seu criador em termos de manutenção.

    Fiquei espantado com os numeros: 1/3 das caches submetidas por Portugal e Espanha não são aprovadas, muitas delas sendo submetidas por geocachers estrangeiros. Não pensei que fossem tantas.

    Por fim, obrigado Erik e bem vindo Garri.

    Boas caçadas.

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.128 seconds.