Relato do MagustoGeoMitupe 18/11/2006.

touperdido - 2006/11/19

Parece que fui eu o voluntário, obrigado a contar como é que isto se passou!
Recebi um telefonema do cláudio a perguntar-me se queria ir ao encontro, fiquei um pouco indeciso porque já estava num evento, mas conseguimos ajustar as coisas para eu me encontrar com eles (Mantunes, Mila e Cláudio). Encontrámo-nos em Fátima e segui com eles no Geomobil do Manuel. Durante a viagem fiquei fascinado com a quantidade de tecnologia que havia naquele carro… á minha frente ia o Manuel a conduzir com o PDA com auto-routing (nunca tinha visto o tom tom a trabalhar), ao meu lado o Cláudio com o portátil com ligação á Internet 3G, a escrever comentários on-line no geocaching pt e ainda havia mais uma bateria externa do portátil que nunca tinha visto e …..
Aproveitei aquela viagem para tirar as dúvidas sobre o meu Gps, pois ambos temos magellan!

Até á entrada na A7, o tom tom não falhava um milímetro, mas depois insistia que havia uma saída á direita , que nunca chegámos a encontrar… assim como uma estrada de terra batida que não dava acesso ao restaurante de certeza, mas valeu-nos o sentido de orientação do cláudio. Quando chegámos, recebemos uma calorosa recepção dos geocachers, Zombie Team, Silvana Team, Walcarr Team, Páscoa Team e Sagitário. Foram feitas as apresentações e depois de já estarmos sentadinhos começaram as conversas intermináveis sobre geocaching… Feitos os pedidos, comidinha na mesa e havia gostos para tudo, deste bacalhau á casa (que estava uma maravilha), picanha, bife na pedra enfim uma data de coisas boas.. [ silvana é a tua deixa para mandares as fotos]

Escusado será dizer que este foi o momento menos ruidoso mas o mais tecnológico com a aparição de mais um aparelho do além, trazido pelo Walcarr, que segundo percebi é uma espécie de servidor Wireless, que muito agradou aos possuidores de pdas com ligação á Internet, o caso do meu colega de mesa, o Jorge (Sagitário) que aproveitou logo para ligar o Messenger e eu fiquei ali feito parvinho a olhar para as maravilhas daqueles aparelhos até que o cláudio resolveu despejar a sua mochila tecnológica e aí sim foi ver tecnologia sobre diversas formas e que como dizia a Luísa parecia a mala do Sport-Billy! Lol

A sobremesa foram castanhas assadas, gentilmente trazidas pela Silvana e para acompanhar uma garrafa de Jeropiga (da boa) trazida pelo Mantunes. Conversa sobre as caches da zona para aqui, castanhas para ali, mais um copinho de jeropiga e assim ia passando o tempo, com discussões sobre descobertas tão importantes como: “Oh Sagitário não sabia que o teu pauzinho trabalha no PDA da Silvana” (pauzinho não deve ser o nome científico da “caneta” para trabalhar no Pda, mas não me ocorreu mais nada lol) ou “eu não vejo as dicas, só mesmo quando não consigo encontrar” (dito por 98.73% dos presentes). Antes de nos levantarmos, decidimos que iríamos fazer uma cache que se encontrava ali perto. Tirámos a foto de grupo e seguimos viagem em direcção a Nª Sª do Carmo. A história segue a seguir contada pelas mãos da 2ª repórter voluntariamente obrigada – Silvana.

Rui Duque

10 responses so far ↓

  • 1 rebordao // Nov 19, 2006 at 23:58

    …pelo convite. Foi pena não ter dado para nos juntarmos ao gangue da tecnologia. É que tínhamos aqui um telemóvel com HSDPA que ia deixar a placa do Cláudio KO 🙂
    Pode ser que dê para a próxima. Não dava para cancelar os compromissos 😉
    Estamos mesmo a precisar de francesinhas e este evento tinha dado decerto para comer alguma 😉
    Grande abraço à malta do Norte de quem ficámos com saudades

  • 2 clcortez // Nov 20, 2006 at 22:30

    E depois do Tou perdido e muito bem ter relatado a sua parte deste Magusto Geomeetup e antes da Silvana fazer a sua parte, deixo o meu relato.

    Tudo começou quando o MAntunes me desafiou a ir com ele e a sua família participar neste encontro. Já não era novidade, já o fizémos antes, o que facilitou a decisão final.

    Assim, chegados ao dia acertámos os pormenores, pois até ao dia estavamos pendentes de diversos factores, entre eles, no meu caso, o estado de saude, pois no fim da semana passada uma constipação associada a uma reincidente amigdalite ameaçava não me deixar ir a lado nenhum.

    O Manel informou-me que tinha mais um lugar no carro que o previsto, o permitiria irmos os 3 (eu ele e a Mila) mais dois geocachers que quisessem chegar-se à frente. Falei com alguns e apenas o Tou Perdido aceitou o convite irrecusável!:)

    Saída do já habitual ponto de partida de caçadas conjuntas do Manel, a estação de serviço no fim da 2º Circular junto aos RALIS, sentido sul-norte, às 15h. Durante a viagem lá fomos pondo a conversa em dia, colocando uns post aqui no fórum e combinando minuto a minuto com o Rui como o iríamos apanhar. Como o tempo apertava (de Lisboa a Famalicão/Barcelos ainda é longe) pusémos a hipótese de não sairmos na saída de Fátima (conforme viémos a sair) e apenas reduzir a velocidade para os 50km/h (mínima nas AEs) e ele na beira da AE1 corria até atinjir a nossa velocidade para o apanharmos.:)

    Não foi preciso, como precisámos de meter combustível acabámos mesmo por o apanhar a pé, sem necessidade de correrias. Fica para a próxima, benga!:)

    E assim lá fomos os 4 rumo ao Magusto, logo com o Rui a acertar contas com o manel por causa da cache Castelo dos Mouros. Depois vieram as tecnologias e o resto vocês já sabem.

    A viagem correu bem, sem qualquer problema e sem chuva, ao contrário do que previam os nossos camaradas dos norte, que quer por sms quer em posts aqui no fórum diziam que chovia bem. O que é certo é que chuva nem vê-la! Será que eles queriam meter-nos medo? Não conseguiram..:)

    Bom, tudo corria bem até à hora de sair da A3 e entrar na A7. Eu com o Tom Tom (Rui, o que o Manel tem é o Co-Pilot, não o Tom Tom) e o Manel com o Co-Pilot entrámos e discordância, o PDA dele mandava-nos sair na saída 6 e entrar na A7 e o meu mandava-nos sair na saída 7 para apanhar a N14.
    Seguimos o dele, obviamente, e depois de passarmos a saída de Famalicão quer o meu quer o dele mandaram-nos ir dar uma volta ao reino do desconhecido: a A7 a partir dali não existe! E meus amigos, nunca nós vimos um troço de auto estrada com tão poucas saídas como ali, nada, nicles, kms e kms de estrada deserta e o nosso ponto final cada vez mais longe!!….

    Conclusão, fomos dar à saída junto à localidade de Além do Ribeiro, mesmo à entrada de Póvoa de Varzim! Longe como tudo, mas nada estava perdido: tínhamos 4 GPSs dentro do carro, portanto havíamos de lá chegar! E chegámos.

    Bom, depois foi descobrir caminhos e estradas novas: seguimos pela N206 até Rio Mau, depois fomos para cima para umas estradas secundárias, passámos por Rates, depois Pedra Furada, Carvalhos, Silveiros e depois finalmente a N204. A partir daí foi seguir o caminho sugerido pelo Sagitário.
    Conclusão: tudo tinha sido mais fácil se o Co-Pilot e o Tom Tom nos tivessem dito para sair na A7 para Famalicão e depois pela N204…mas bom, como saímos com tempo também chegámos a horas.

    Foi bom reencontrar caras conhecidas e algumas novas, como a Silvana e o seu filho Tiago, um verdadeiro viciado no geocaching! Silvana, o rapaz já está a tomar a medicação? Haviam de o ver em plena acção n abusca da cache após o jantar!:)

    Sentámo-nos, pusémos a conversa em dia e escolhemos os pratos. Depois, foi só esperar:

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/5995.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Ficámos espantados com o preço da comida, mas o melhor estava para vir: a quantidade! Excelente! Parece que disto só no norte:

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/5996.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Não acreditam? Vejam só a altura do bife!

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/5997.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Bom, e depois de comer (e bem) já circulavam TBs pela mesa (o Chicharro foi para lá), e, imagine-se, até uma geocoin!
    Ao mesmo tempo, o Tou Perdido abria mais uma vez a boca: o Walcarr mete em cima da mesa o seu router wireless com cartão 3G, o permite que os PDAs da mesa que tinham Wireless começassem a aceder à net!

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/5998.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Depois, as castanhas para sobremesa, acompanhadas pela bela da Jeropiga by MAntunes!:)

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/5999.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    E depois houve quem não resistisse e se "amandasse" literalmente às castanhas e à Jeropiga, como o Sagitário e Rui (aqui apanhado com o copo na mão) como se pode ver aqui:

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/6000.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Depois, a conta. E meus amigos, comi que me fartei e paguei 11 euros! É o que digo, ainda vou trabalhar para o norte…:)

    Saímos, e alguns foram andando enquanto os restantes preparavam a caçada da noite, pois como o Manel tinha dito queria fazer pelo menos uma cache após o jantar.

    Fica a foto do grupo para a posterioridade:

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/6001.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    São eles (da esquerda para a direita): Sagitário (Jorge), Silvana, Páscoa e Luísa, o Tiago, Rui (Tou Perdido), ClCortez, Walcarr, mulher e filha, Zoombee e namorada, e MAntunes e Mila.

    E depois, fica o relato por conta da Silvana, que consciste na caçada à cache Lenda de Nossa Sra do Carmo, mas antes não posso deixar de referir o verdadeiro banho que o nosso organizador Sagitário ia dando ao seu Samurai e a ele mesmo, pois quando chegámos à cache ele que vinha atrás quis meter literalmente o jipe dentro do lago que está junto ao caminho, e que tem mais de 2m de altura (1,5m até à água e mais cerca de 1m de água), a sorte foi que a roda que ficou no ar fez o jipe assentar o chassi no chão e não andou mais, mas ele não se apercebendo do que tinha acontecido (estava muito escuro) ao sair deu conta que estava no ar e que debaixo dele não havia chão, só…água!!

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/6002.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Depois do susto (o desgraçado ficou branco!) lé conseguimos meter o carro cá fora e fomos à cache…:)

    Uma noite muito bem passada, apesar da viagem cansativa e de eu estar doente..depois de deixarmos o Rui em Fátima apanhámos nevoeiro o resto do caminho. Eu que vinha aos comandos do carro do Manel desde a área de serviço da Mealhada tive que redobrar a atenção para que nada acontecesse.

    Quero agradecer a todos pela excelente companhia que proporcionaram, em especial ao Manel por mais uma vez disponibilzar a sua boleia, ao Tou perdido pela companhia à ultima da hora, ao Sagitário pela organização do evento e de todos os pormenores pois estava tudo excelente, à Silvana pelas castanhas (estão optimas!:)) e a todos por mais uma vez terem nos recebido como só o pessoal do norte o sabe fazer!
    Muito muito obrigado! Os Mouros hão-de voltar!:)

    Cláudio Cortez

    P.S: Ó Rebordão, bem que podias orientar um upgradezito à minha placa, já que falas nisso!!:)
    Conto voltar ao norte em breve, alinhas?

  • 3 Sagitario // Nov 20, 2006 at 22:39

    … tudo o que aqui se possa ter dito, escrito ou pensado a meu respeito é tudo verd…  mau…  mentira.

    Mentira da grossa e tudo e mai nada.

    Foi sem duvida um mitupe há maneira.

    Os meus agradecimentos ao pessoal que compareceu e que mais uma vêz tornou um simples encontro de pessoas num evento admiravel.

    Jorge Sagitario

  • 4 clcortez // Nov 21, 2006 at 00:02

    Ah, é verdade, as fotos já estão disponíveis para quem as quiser sacar em: http://ftp.ua.pt/incoming/geocaching

    Silvana, aproveita e mete as tuas lá também! É só fazer o upload da pasta zipada para lá.

    Cláudio Cortez

  • 5 touperdido // Nov 21, 2006 at 10:27

    Declino qualquer afirmação sobre o meu consumo "abusivo" de castanhas e jeropiga! Eu nesse dia não levava uma camisa vermelha! Além do mais não se vê o que o copo tem dentro!
    Os outros é que têm uma cache na adega e eu é que tenha a fama de bêbado e esta hem?

    Rui Duque

  • 6 Silvana // Nov 21, 2006 at 11:38

    Boas!… Finalmente consegui este tempinho para fazer aquilo a que me comprometi: fazer a acta ou relatório do N/ jantar de Magusto!… Não disse nada na altura, mas a mim, mais me soou a uma praxada para caloiros; pois, pelo que me foi dado a entender, todos os novatos passam por aqui!…  😉

    Começo por agradecer ao Jorge Sagitário, pela escolha do restaurante!.. Penso que fomos todos muito bem servidos, e nenhum de nós manifestou muita dificuldade na tarefa de dar ao dente!….  O que me pareceu ser um bom sinal!
    Já não posso dizer o mesmo quanto á localização do dito "Olha aí!" (nome do restaurante em questão); é que por mais que eu olhasse para o PDA ou para a estrada, não via nada!….
    Sucediam-se extensões de terrenos, campos, casas perdidas no meio do nada, tal como eu!… Pasmado, e já a escurecer (embora fossem só 18h), o Tiago, perguntava: Tens a certeza que é por aqui?…. Certeza, certeza,… Eu não tinha nenhuma!…  E foi só quando perguntei a uma senhora de idade que vinha a sair de um campo, no meio da escuridão, se conhecia o tão afamado restaurante "Olha aí" é que fiquei a saber pela senhora: Olhe, é aliiii!… E lá me deu as indicações para chegar lá, e mesmo assim, antes no N/ organizador, o Jorge. 😉

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/6008.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Devo referir que não fui a única a trazer castanhas, muitos dos que apareceram tb trouxeram castanhas!… Eu ainda fiquei com uns 20 Kg na mala do carro!… Estava a contar com Lisboa em peso!… 😉
    O almoço decorreu num ambiente de grande descontracção e camaradagem, com as habituais trocas de experiências.

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/6010.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Foi-me dado a entender, que muitos gostariam de repetir a das Aranhas!… 😉  Por isso, aqui fica o desafio!…  
    Também ouvi umas técnicas muito curiosas para afastar Muggles… Algumas bem curiosas!
    Quanto a novas tecno…. Fiquei surpreendida com a mochila de apetrechos do Claudio. Compreendo agora o porquê de quase nenhuma cache lhe escapar!…  😉 E fiquei com a ideia de que o Manel tb dispunha de equipamento hi-tech.

    <center><img src="http://www.geocaching-pt.net/images/usergallery/6007.jpg&quot; alt="" border="0"></center>

    Depois de umas castanhas para aqui, um fino para acolá, umas castanhas para ali, uma jeropiga para lá…. Já estávamos todos bem quentes e prontos a fazer uma cachada!…
    Antes da foto de grupo e da saída, e como novata nestas andanças, fui agraciada com TB Chicharro (devo dizer que ele está muito feliz por ter ficado cá pelo Norte e manda cumprimentos ao pessoal do Sul).  Quando o pessoal de Lisboa me o entregou, um breve pensamento me passou pela cabeça: E em que raio de taparué, vou conseguir meter um TB deste tamanho?… Pelas medidas, só se fosse num caixão!!!! …. Depois de breve explicação, lá percebi a sua finalidade!…    🙂

    Depois de nos termos despedido dos Wallcar, fomos fazer a multicache Nª Sra do Carmo em conjunto. Já passava da meia-noite e estava escuro como breu!… A verdade é que só percebi que era uma multicache de pois de já Ter metido o pé na aventura!.. O Tiago vibrava com a expectativa de fazer uma cache nocturna e em grupo!!!… Parecia que as pilhas não lha acabavam naquela noite!

    Confesso que depois de chegar á igreja e de andarmos de lanterna ás voltas á procura de uma lápide (que segundo o que sei, encontram-se nos cemitérios), temi um pouco pela nossa vida!.. Se aparecesse o pároco e a polícia, ainda nos acusavam de profanar algo sagrado!… E imagino as N/ desculpas: Sabem, pertencemos a uma comunidade, o Geocaching, conhecem?!…… Ou isto é apenas um jogo, sabe!… Ou ainda: Se tinha que ser de noite? Sabe, não tínhamos mais nada que fazer!…. Sim há entre nós pessoal de Lisboa!… Se bebemos algo?!… Lápides??? De noite?!….. Ok! Venham soprar ao balão!…
    Finalmente e com os dados em mão, toca a fazer contas de subtracção!…  E vai um… Menos tal, são oito,… Enfim! Lá se chegou a um valor que pareceu aceitável por todos.

    De regresso ao carro, apercebi-me que o Jorge e o Rui estavam na expectativa de me ver dar um tombo sobre a corrente que protegia o acesso á igreja; isto pq eu não levava lanterna!… (Lamento meninos, mas eu ainda estava bem sóbria e se não ouviram falar de intuição feminina, está na altura!)…  😉

    Chegando á Quinta é que me assustei um pouco e acho q não fui a única!.. Os portões estavam aberto e com os cadeados pendentes, a casa erguia-se desabitada e imponente e por vezes era iluminada pelo rasgo de um trovão. Fantasmagórica, diria eu!…  O Tiago só dizia: Uauh!….

    Não vou agora contar a experiência que teve o pobre jipe do Sagitário! A minha teoria é de que o Jorge quis dar de beber aos seus + de 60 cavalos gratuitamente!… E foi por isso que quis aproveitar a oportunidade.
    Andar pelos jardins, na escuridão da noite, á 01H00 da manhã, ouvindo a água a correr pelas fontes e repuxos quando nem sequer víamos bem onde estávamos a colocar os pés, foi uma experiência inesquecível. Ainda pensei que iríamos passar pela mesma situação que o jipe…. E sinceramente, não era algo que me atraía muito!…

    Depois de uma caminhada em forma de comboiinho, sob ameaça de chuva grossa e dos trovões que cruzavam o céu e que por vezes nos permitiam ver o chão e escadarias cobertos de folhas, finalmente, encontramos a cache. È de referir que as folhas não só escondiam o chão mas tb os cursos de água que por ali passavam. Para além disso, a altura das árvores, fazia com que muito pouca luz penetrasse naquele denso arvoredo. Eu estava preocupada com a Ermelinda que tinha ficado sozinha no carro!.. Grande mulher!….
    Depois de logarmos á pressa, conseguimos regressar a tempo de ver cair a primeira chuva.  
    O Tiago ficou deveras entusiasmado pois o Cláudio passou-lhe uma GC. Era algo que o Tiago ansiava há algum tempo!… 😉

    Queria agradecer a todo o pessoal que participou neste evento pelos bons momentos que nos proporcionaram! Em especial, ao pessoal de Lisboa que fizeram estas 2 longas viagens de ida e volta!…  espero que se tenham divertido!

    Até á próxima!

  • 7 zoom_bee // Nov 21, 2006 at 18:26

    …muito obrigado Jorge (Sagitário) pela organização de tão bem disposto magusto, um beijinho especial para a tua Graça que infelizmente não pode estar presente.

    Participantes :
    Jorge (Sagitário)
    Silvana e Tiago
    Nuno Páscoa e Luísa
    Ric (Walcarr), Elsa e Sofia
    Pedro (zoom_bee) e Anabela

    e ainda, provenientes de distantes reinos a Sul:
    Manuel Antunes e Mila
    Cláudio Cortez
    e Rui (Touperdido)

    Obrigado a todos pela excelente companhia

  • 8 pascoa // Nov 21, 2006 at 19:19

    Eu sei que nao tenho tido muito tempo para o Geocaching, apenas para confirmar a minha presença em alguns eventos gastronomicos.

    No entanto é sem esforço que ´perco´ uns minutos para agradecer a malta do Sul o esforço que fizeram para estarem presentes, à Silvana e ao Tiago por aparecerem pela 1ª vez, espero que não seja a última, e aos restantes participantes, já que é sempre bom reencontrá-los.

    Até a próxima.

  • 9 rebordao // Nov 22, 2006 at 15:42

    …as coordenadas desse bife 🙂

  • 10 MAntunes // Mar 13, 2007 at 21:18

    Já estou com saudades de abocanhar uma das vossas Francesinhas! 🙂

    Organizem lá isso, que eu vou e na volta procuro uma ou duas caches aí no Norte. 🙂

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.199 seconds.