67º GeoMeetup de Lisboa

timearth - 2009/04/14

O meu nome é João tenho 5 anos e sou filho do Manuel Marques Batista, o meu pai de vez em quando pega em mim na minha mãe e na minha irmã e diz :
“vamos ao geomeetup” o que para mim quer dizer ir jantar fora, num sitio onde ele mente sempre dizendo que se chama Timearth.
E no dia 09 de Abril de 2009 foi o que aconteceu, lá viemos nós ao Geomeetup.

O local é sempre o mesmo e tem sempre por lá uns indivíduos que penso serem extraterrestres.
Senão reparem nos nomes:
MAntunes, Purinho, Golfinho100, Lufi69, Rifkindss, Acasim, Allhappy, Mtrevas, Lamas,
Cqteam.

São muito diferentes e no entanto muito iguais, parecem viajantes de lugares distantes e tem sempre muitas aventuras que ouço contarem de sítios que me parecem em galáxias distantes, como Rudian, Six Fit Under, Fenda da Calcedonia, Temple of Darkness, The Cave, Alien Invasion, Mystic Rhythms, The Lonely Lookout, H5N1…..e tantas outras.

Não parecem ter fim, as suas aventuras e viagens. Falam com um brilho nos olhos que deixa transparecer que celebram a vida e a procura de novos lugares por onde viajam.

A sua capacidade de se fascinarem com pouco é fantástica.
Este parece ser o local onde se reunem para recarregar as baterias para as viagens que vão iniciar no dia a seguir.

São viajantes de longo curso, ninguem sabe quantos KMs fazem na conquista do inútil (ou talvez não), mas talvez seja isso que faz deles turistas diferentes acidentais.
Basta alguém dizer que existe uma nova Cache (o que quer que isso seja) e ai vão eles, na sua busca.

São muito divertidos, e alguns deles vivem sempre noutro mundo mesmo que venham aqui muitas vezes.

Um deles traz sempre uma caixa de moedas mas que nunca servem para pagar o jantar.
No entanto o meu pai e os outros ficam a olhar as moedas fascinádos, será que valem muito ?? mais que o Euro ou o Dollar ?? acho que não, o meu pai tem algumas dessas moedas em casa e nunca me comprou um brinquedo com elas.

Algumas vezes estão uns, outras estão outros, mas das vezes que fui estão sempre aqueles a quem chamam Rifkindsss e a Riffkinda está sempre a brincar comigo, ela é catita e ouvi dizer que foram os primeiros Milenares (seja o que for, deve ter sido bom).

Depois é sempre a mesma coisa saiem do jantar e ao abrigo da noite (será um tributo ao Mtrevas ??) lá vão sempre em busca de uma nova.
Desta vez foi “Uma brincadeira de mau gosto” mas se é de mau gosto porque vão ???

Bem para mim até foi porreiro porque era num jardim e sempre deu para eu andar a correr um pouco á noite.

O meu pai, na verdade fica sempre um pouco apalermado, e no regresso a casa fala sempre em respeitar toda a diversidade de extraterestres e os seus diferentes modos de encarar as suas viagens, mas venera alguns deles sem que eles saibam.

Ás vezes tenho medo que ele na verdade tambem seja um extraterrestre.
Tambem ele no dia a dia utilíza a linguagem deles ( FTF,DNF, FOUND IT,CACHES,CACHEMOBIL, LOGS,GEOCOINS; TB….)

Não sei quando lá vou voltar, mas ele faz sempre referência ao dia em que é mesmo que não possamos ir.

Por isso imagino sempre que extraterrestres estarão lá e vejo os seus rituais e ouço as suas conversas.

E tenho a certeza que no dia 08 de Maio de 2009 será tudo igual e diferente……………..

João Pedro Batista (timearthinho).

12 responses so far ↓

  • 1 vsergio // Apr 15, 2009 at 08:03

    Tão giro.
    🙂

    Excelente ponto de vista que tem o puto. Espectacular percepção da realidade… é essa mesma a questão, timearthinho, acho qeu somos todos mais putos que tu. E sabe tão bem.

  • 2 CPTeam // Apr 15, 2009 at 08:53

    Eu agora chamo-me qedro??? 😀

    Um ponto de vista diferente e que nos levou a pensar que somos mesmo esquisitos… 😳
    Num meetup sem a presença de estreantes (coisa rara), o timearthinho brindou-nos com esta maravilhosa descrição dos aliens que somos. Obrigado. 🙂

  • 3 lamas // Apr 15, 2009 at 09:15

    Pessoal…
    Temos de rever a nossa estratégia…
    Até o puto percebeu que somos meio “esquesitos”

    Parabéns, gostei imenso destas linhas.

  • 4 mtrevas // Apr 16, 2009 at 03:05

    Ui… fomos descobertos por um puto, estamos tramados!

    Muito fixe! Temos de ir fazer uma cacheada com o timearthinho, que tal à “Toy Box”?

  • 5 JJJHome // Apr 17, 2009 at 03:51

    Adorei o texto! 🙂
    Foi como se também tivessemos ido.. acabei por ficar também com aquele sorriso de extraterrestre na cara. 😛
    Parabéns pela imaginação e pelo realismo ! 😉

  • 6 dakidali // Apr 17, 2009 at 07:32

    Adorei ler esta descrição do meetup. Parabéns

  • 7 PLnauta // Apr 18, 2009 at 06:42

    É pá que bela crónica 😯 . Está um espectáculo, cheio de humor e desgraçadamente revi-me em tudo.
    Obrigado por este belo texto e muitos parabéns.

    E já agora, vê lá se compreendes o teu pai. Conheces aquela música “Forever Young”. Ouve-a e nunca te esqueças…

    Paulo ou PLnauta un dos extraterrestres

  • 8 strangedays // Apr 18, 2009 at 15:52

    Parabéns à família Timearth por um dos melhores relatos que já li até hoje.
    Há aqui um toque mágico da Miraearth ou estarei enganado ?
    Essa coisa de mentires ao miudo é que tá mal !
    Já não basta esqueceres-te das caches que(não)encontras…
    Bejos para todos (todos mesmo)!!!

  • 9 golfinho100 // Apr 19, 2009 at 14:49

    Eu quando convenci o Mantunes que tu eras a pessoa indicada para fazer a acta, não estava muito convencido, agora colocares o miudo a trabalhar por ti, sinceramente.
    Parabens pelo excelente momento.
    Abraço

  • 10 kidloco // Apr 29, 2009 at 08:13

    Não conheço os timearth, mas fiquei fascinado com o texto, muito bom, está tudo lá.

  • 11 oliveiras // May 2, 2009 at 05:56

    😆 Fascinante 😆

  • 12 Alieri // May 8, 2009 at 03:49

    Este miúdo tão precoce tem uma visão da realidade muito apurada! Fantástico relato. Parabéns, e obrigado por estes minutos de riso 🙂

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.311 seconds.