As eternas lutas entre GPSr´s Garmin e Magalhães

- 2004/04/15

Aqui vai um textinho patrocinado pelo Dave Patton para moderar um pouco as sessões de "mocada" entre os amantes de GPSrs (leia-se Garmin´s) e os outros gajos que se estão sempre a roer de inveja…

Eheheheheh…

9 responses so far ↓

  • 1 DSAzevedo // Apr 15, 2004 at 15:53

    Como diz o senhor:
    ""Right now I don´t think the perfect GPS unit is out there.""
    Inthefacto éééé o que se passa na realidade… tá lá nas mãos dos senhores da SATSIGNAL…

  • 2 Rechena // Apr 15, 2004 at 16:35

    pera la nao foi so o pessoal do magellans que ja teve WAAS ??

    hum hum ?

    😉

    Rech

  • 3 Lobo Astuto // Apr 15, 2004 at 17:33

    assim, todos nós sabemos que a Garmin tem uma grande quota de mercado, assim como uma maior oferta de produtos, logo existem mais utilizadores de produtos Garmin. Também sabemos que quando nos habituamos a uma coisa e não temos grandes queixas, a probabilidade de nos mantermos fiéis à uma determinada marca também é grande, ou seja, o tipico caso de "em equipa vencedora não se mexe".
    Eu tenho um Magellan Sportrak Pro e não tenho queixas em relação a ele, se o comparar com o Garmin Legend o que é que eu vejo? Bem, a resolução do ecran é soberba, o seu tamanho tb, os mapas detalhados tb, mas quando vamos na estrada a conduzir e deitamos o olho para o GPS, eu não trocava o meu por nada deste mundo (pelo menos por enquanto), aquele joystick marado, já li histórias da cenita se partir, tb ouvi dizer que de vez em quando o Legend amua e só se volta a portar bem quando estamos ao telefone com os serviços técnicos da Garmin!
    O PH teve o exemplo da surperioridade  da Magellan debaixo de folhagem densa na cache "Entre a Floresta e a Cidade", para o Legend dele os satélites eram lendas!
    Por outro lado tb já ouvi testemunhos de track realizados em btt com gpsr da gama etrex da garmin em que bastava o bttista colocar-se em pé na bike e o gpsr perdia o sinal, deixando o track com algumas falhas.
    Também devemos ter em conta que os comentários presentes no documento se referem ao inicio de 2003, tendo, no caso da Magellan, sido lançados diversas updates de firmware que introduziram melhorias significativas.
    Também a Garmin, quem me dera que a Magellan fizesse o mesmo, lançou um update que aumentava o numero de trackpoints disponiveis, mas primeiro que se esgotem os 2000 da magellan, vai lá vai!
    É como o gajuh diz, é um compromisso quando temos que escolher um gpsr, mas não concordo quando o gajuh fala da cena do sportrak em movimento não ser grande coisa.

    Lobo Astuto aka Nuno Correia

  • 4 bargao_henriques // Apr 15, 2004 at 18:47

    Tá lançada a confusão!!! 😉

  • 5 MAntunes // Apr 15, 2004 at 19:09

    (hic!…)

  • 6 buttkick // Apr 19, 2004 at 18:01

    GARMIN RULLES. HEHEHE

  • 7 Pedro Regalla // Jul 24, 2004 at 06:49

    "Eu tenho um Magellan Sportrak Pro e não tenho queixas em relação a ele, se o comparar com o Garmin Legend o que é que eu vejo?"
    Cá está o erro comum: comparar duas unidades que jogam em campeonatos diferentes.
    Uma é construida para performance pura, mas é maior e mais pesada (SporTrack), a outra é construída para uma boa performance, mas sendo prática e leve (Legend).
    As comprarações entre marcas devem ser feitas com máquinas equivalentes.
    Claro que depois se diz que não tem a mesma performance debaixo de folhagem muito densa e é difícil de consultar ao conduzir. Outros dizem que então o eTrex não presta e a Garmin também não (não foi aqui o caso deste colega, embora eu já por diversas vezes em diversos sites vi esta conclusão estranha).
    Porque não foi feita uma comparação com um GPSmap76 ou GPSmap60?
    Seria um confronto mais equilibrado.
    Porque é que o eTrex se vê mal num carro ou capta um pouco menos bem? Porque foi projectado para ser pequeno, para caber no bolso e para ser operado com a mão esquerda enquanto a direita se ocupa com a caminhada (agarrar num bastão, apoiar numa pedra, segurar num ramo, etc.)
    E para algumas pessoas o pequeno tamanho e a forma de operação dos eTrex e Geko é como ouro.
    A Garmin também tem unidades grandes com excelentes antenas quadrifilares e de grande performance. Tem tijolos e tem outros que flutuam.
    Vamos comparar o que é comparável, certo?
    É claro que nem um utilizador de um Garmin de performance trocaria o dele por um eTrex. Nem um Magellan por um eTrex. São abordagens completamente diferentes à navegação por GPS!!
    E nem eu trocava o meu Legend por um tijolo. NUNCA!
    E a verdade é que o Legend tem mesmo muita precisão. E uma recepção bastante boa. Encontro waypoints com uma precisão muito boa. Várias vezes literalmente on spot. Na mouche.

    Só para deixar aqui o pensamento: o GPSr melhor para uma pessoa é aquele que, após uma pesquisa cuidadosa, melhor satisfaz as suas necessidades a nível de funções de software e hardware, especificações técnicas, tamanho, peso e estética. Ponto final. Acho.

    Mas a Garmin tem uma coisa que a caracteriza: a grande diversidade de famílias. Se excluirmos mas máquinas para aviação, pesca e para automóvel, a Garmin disponibiliza:
    1. Forerunner, 2. Foretrex, 3. eTrex, 4. Geko, 5. GPS12, 6. GPS72/76, 7. GPS60, 8. GPS V, 9. Rino, 10. eMap.
    Ainda podemos incluir 11. Quest (mão e automóvel), 12. iQue (PDA+GPS), 13. GSM NavTalk (telelé+GPS+PDA).

    Que eu tenha contado, são 13 famílias de produtos. Esqueci alguma?
    Mais: cada família pode ter diversos modelos.
    A família Forerunner tem dois modelos, o mesmo acontecendo com a família Foretrex. Os eTrex são presentemente 8 modelos. Os Geko mais 3. E por aí fora.

    E a concorrência? Os mais conhecedores corrijam-me por favor. A Magellan tem 3 famílias (Meridian, SporTrack e eXplorist). 4, se contarmos com os 3xx.
    Há, claro os MLR.
    A Lowrance tem o iFinder.
    Talvez mais simples de escolher, embora cada família tenha um grande número de modelos. Mas a diversidade não é grande.

    Bom, que vantegem existe em a Garmin ter muitas famílias disponíveis?
    Existe uma enorme probabilidade de existir uma unidade muito acertada para um utilizador. Esta pessoa viverá plenamente satisfeita e orgulhosa do GPS que comprou. Nada o faria trocar de modelo. E de marca nem pensar!

    E a desvantagem?
    Existe uma probabilidade acrescida de comprar o modelo errado simplesmente porque alguém disse que aquele era o modelo ideal. Esta pessoa não gastou tempo a conhecer os produtos e não tem o produto adequado.
    Vive frustrada com o GPS e desinteressa-se. Comprou um tijolo que só pode usar na vertical, quando tudo o que queria era uma unidade prática que pode usar a qualquer momento. Tem mais uma centésimas de precisão e até faz café, mas está sempre em casa porque é um trambolho.
    Outro que queria uma coisa toda cheia de manómetros e medidores de pressão com a precisão para encontrar o lado por onde se deve abrir a Cache acabou por comprar um GPSzinho pequenino que para ele só serve para travar a porta da rua para não bater.

    Embora nenhuma marca seja perfeita e a Garmin tem os seus defeitos e erros históricos, acredito que muitas das queixas de pessoas que têm ou tiveram Garmins fizeram a escolha errada e não consideraram para que queriam o GPS e que funcionalidades e características deviam ter.

    Nós, que já temos GPS e temos conhecimentos, devíamos dirigir os iniciantes ao mundo dos GPS a PRIMEIRO pensar para que querem a máquina.
    Levá-los a reflectir nas características que precisam. E nas que não precisam.
    Alguém compra um carro porque num determinado site lhe disseram que o modelo X é que é bom?
    Não. A pessoa pesquisa, vê cores, senta-se, se possível conduz, amontoa catálogos. Depois, com toda a informação, escolhe e compra.
    Devemos dirigir os novos neste assunto a fazer uma escolha responsável e independente.
    Eu nunca compraria um Magellan. Nunca mesmo! Bem… se o eXplorist 500 for como os rumores dizem… talvez eu dê uma escapadinha…
    Mas não teria problemas em dar boas recomendações de um Magellan a alguém que se mostre inclinado para esse lado.
    São máquinas muito boas. Period.

    Fixe, meus? Tá-se bem?

    p.s. – Se leram até aqui é porque não têm mais nada para fazer na vida. E, se repararem na hora desta msg, parece que eu também não. Vou dormir, que o meu mal é sono. Dixit.

    Um abraço.

    Pedro Regalla

  • 8 bargao_henriques // Jul 25, 2004 at 09:14

    Obrigado pelo texto, Pedro!

    Acho que vou passar a usar o link da tua resposta quando que me mandarem bocas sobre a falta de precisão dos Garmin, que só têm joguinhos para distrair o comprador da falta de qualidade do aparelho, etc…

    Já várias vezes acabei por responder, mas creio que nunca o consegui fazer de forma eficiente.

    Eu, tam como tu, tenho um Garmin eTrex Legend. Comprei-o porque já sabia trabalhar com eTrex´s e porque este modelo tinha as funcionalidades que eu procurava (numa relação preço / qualidade, claro). Em suma, gostei dele e quanto mais o uso mais o adoro! Isto é que interessa, não é?

    Em contrapartida não tenho qualquer dificuldade em reconhecer a qualidade de muitos outros GPSr´s, nomeadamente os Magalhães, e compreendo compreendo e apois perfeitamente a escolha que os seus compradores fizeram! Gostava era que mais pessoas sentissem o mesmo em relação a mim, mas enfim, o mundo não é perfeito e eu muito menos.

    Um abraço,
    PH

  • 9 MAntunes // Aug 21, 2004 at 00:12

    Excelente abordagem do Pedro Regalla ao assunto da escolha do GPSr!  E, pensar que foi ele que me orientou na escolha do meu "tijolo" Magellan Meridien Platinum… Só revela a abertura de espírito que ele tem; ao perceber que eu estava inclinado para o Magellan ( tendo-lhe explicado porquê: robustez, fiabilidade de sinal e ecran de fácil leitura no carro, não me preocupando o tamanho e peso) ele valorizou essas características e orientou-me para o melhor modelo dentro da gama ("se puderes chegar ao Platinum, ficas muito bem servido"). Ou seja, ele conseguiu orientar-me para a escolha que parecia ser a melhor para mim, embora NUNCA fosse uma boa escolha para ele…

    Não me canso de te agradecer Pedro.

    Um abraço,

    MAntunes

    PS: É pena que não se veja a data/hora da última resposta aos artigos como acontece nos Foruns… Só agora me apercebi das 2 ultimas respostas a este artigo…

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 34 queries in 0.142 seconds.