Olha queu tatiço cão!

2 Cotas - 2005/04/07

Tenho um amigo que gosta muito de mandar piropos ás garotas.
Bem, deixem-me contar a coisa como deve de ser: tem um piropo que manda ás garotas. Só um. Já lhe perguntei se não sabe mais nenhum ou se o manual era de bolso, mas ele riu-se e respondeu: -Em equipa que ganha não se mexe… Realmente, o homem muda de namorada mais vezes que eu de camisa e como não lhe vejo ar de infeliz ou olhos negros penso que a cena do piropo dá resultado.

Poise, o homem vai na rua, pára, olha para a garota bem de frente e quando ela vai a passar diz-lhe baixinho: Groooosa!

Éhéh… G-R-O-2S-A… sem mais nem menos… Confesso que me faz confusão. Espécie. Não percebo.
Mas também não deve ser mal dele, é com certeza meu. Não há ninguém mais atávico no que diz respeito os piropos que eu. Das vezes que experimentei, estive assim ‘’ de levar uma galheta. E olhem que era daquelas mais inertes, tipo: “miúda bonita”, “borracho”, “beleza” ou arredondamentos similares. Deixei-me disso há muito tempo. Recentemente tentei experimentar com a minha maria umas variantes mas recebi um: Deixa-te mas é de parvoíces. Resolvo a questão com umas prendas e uns jantares fora. Deve ser do tom de voz, da postura, do vinco das calças ou do champô. Não sei, mas de alguma coisa será

O que me leva á questão inicial. O homem sai-se bem com uns piropos, mesmo monocórdicos, coisa que é incomensuravelmente mais barato do que flores, bombons, lingerie e jantares. Ou seja, nem sempre o preço é sinónimo de qualidade.

Mas porque é que eu me lembrei disto? Ocorreu-me que se eu ligar uma web cam ao meu PDA e o carregar com umas rotinazitas que o meu amigo “tipo RIF” obviamente se prontificará a escrever para mim, serei capaz de poder escolher o devido piropo a aplicar caso a caso. Baseado em medições reais. Para não me arriscar a chamar “Grossa” a uma anoréctica. Ou pior ainda, a uma bulimica.

Voltando a questão das minhas experiências pirópicas, e escusam de estar a moer a imaginação, claro que também tentei. Aproximei-me dela e sussurrei: Grossa! Não sei qual foi a mais rápida, se a minha cara de ridículo se a dela de agressividade. Passou-me logo. Desatar a rir, mesmo que seja de nós próprios, milisegundos depois de mandar um piropo é obra.

Raisparta, não tinha mesmo jeito para aquilo. Comigo a coisa só funciona mesmo de maneira mais difícil, que é como quem diz mais cara. Papas e bolinhos.

Phoniquesse!

PS: Isto não tem nada a ver com Geocaching, mas não faz mal. Fica como Ofetópique.

2 responses so far ↓

  • 1 bargao_henriques // Apr 7, 2005 at 21:03

    Mas onde andam os admins?!
    Já se aceita aqui todo o tipo de lixo?! Eheheheheh 😀
    Já agora, a idade não te está a fazer muito bem, pois não, Diamantino? Ahahahaha 😛

  • 2 portelada // Apr 9, 2005 at 12:52

    …. …..

    …..  .

    pera ai  ……. vou ler outra vez …..
    …..

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.225 seconds.