Novas caches das Linhas de Torres

- 2005/06/17

Meus amigos, como parece ter pegado a moda de fazer alguma publicidade às caches novas, aqui vai alguma informação sobre as duas minhas novas caches.

Estas caches, há muito prometidas, inserem-se na mega-sequência de 10 caches decadas às Linhas de Torres.

Para quem não sabe, a ideia de um projecto destes nasceu há cerca de 2 anos, simultaneamente na mente do David Felix e do GreenShades. Quando se soube do facto, como o David estava já com o projecto em andamento, a equipa GreenShades abandonou a ideia.
Uns bons meses depois fui eu a ter a ideia. Escolhi e reconheci os locais e preparei a página de uma das caches e comecei a preparar outras duas quando, muito satisfeito com o texto que tinha composto, o mostrei ao MAntunes. Este deu-me a fatídica notícia de que o projecto já estava em andamento…
Frustrado, contactei o David para saber em que ponto estava. Disse-me que já não tinha a disponibilidade necessária e que tinha passado o projecto ao seu amigo ClaudioCortez. Contactei-o e, juntos, decidimos convidar a equipa GreenShades a retomar connosco a ideia, dividindo as caches. Pelo meio ainda se juntou a nós o PGameiro, mas acabou por desistir.
Passaram-se meses e sucederam-se reuniões, mas não surgiu nenhuma cache, até que, surpresa, os Lamas, colocaram 3, desconhecendo a nossa ideia.
Convidámo-los a integrarem o projecto, com as caches já colocadas, e assim foi…
Assim, chegámos ao estado actual, em que estão colocadas 3 caches dos Lamas, duas minhas, e esperam-se ainda uma nova dos Lamas, duas do Cláudio e ainda duas dos GreenShades, bem distribuidas pelas duas principais linhas.

As minhas caches teriam de ser colocadas algures no troço Ocidental da 2ª Linha, a zona que me coube explorar, por ser a zona de origem da minha família.
Imediatamente decidi colocar uma no Forte do Zambujal, a

<a href="http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?guid=8d9e40c9-6bbb-4f1a-bff3-695bfa830fde"><img border=1 src="http://img.groundspeak.com/cache/2a3bb373-81b9-4591-a520-1bd2e02b3aaa.jpg"></a&gt;

Este é um forte de retaguarda da 2ª Linha, destinado a dificultar o proceguimento das tropas francesas rumo a Lisboa. Está situado num local elevado sobre o belíssimo vale do Rio Lizandro, com uma vista soberba.

Na outra cache queria fazer alguma coisa diferente das outras e que desse um pouco de informação sobre a Geologia, grande aliada dos Portugueses e Ingleses, e sobre a forma como condicionou a localização dos fortes.
Assim, surgiu a ideia de uma cache na zona de Ribamar, no topo de uma das escarpas outrora fortificadas.

<a href="http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?guid=5119532f-ea9a-4f1f-9866-4f44272b3ee2"><img border=1 src="http://img.groundspeak.com/cache/e934b427-8265-4e87-a996-5aff87c8f886.jpg"></a&gt;

A escolha do local para colocar a cache revelou-se uma tarefa muito "espinhosa"… Os melhores locais encontram-se repretos de abundante vegetação, impeditiva da sua colocação, ou são propriedades de acesso vedado.
Finalmente, no passado sábado, consegui encontrar um local apropriado. Também este local tinha uma vegetação bastante densa mas, devido ao facto de lá terem andado recentemente a cortar eucaliptos, o acesso ficou relativamente desempedido pela passagem das máquinas. Assim, até voltar a crescer, é possível subir o caminho florestar até à base de uns grandes rochedos escarpados, barreira instransponível para os exércitos de Napoleão. Este local talvez não seja a morada definitiva desta cache, mas isso dependerá da apreciação que os primeiros visitantes fizerem.

As caches estão à espera das vossas visitas e dos vossos comentários.

6 responses so far ↓

  • 1 MAntunes // Jun 17, 2005 at 21:37

    Os meus parabéns pela persistência em andar com este projecto para a frente, apesar de todos os dissabores que já tiveste. Hoje, estou arrependido de não ter ficado calado naquele Verão já longínquo. Tenho a certeza que há muito estava pronto todo o conjunto que planeavas fazer.

    Fiquei impressionado com o trabalho que já tinhas preparado e com o mapa (mapão! cerca de 1m de lado) que me mostrastes com a localização de todos os fortes das Linhas. 🙂 Será possível mostrar aqui ao pessoal? Eu sei que só podes colocar aqui fotos de 150k mas colocavas o mapa no teu espaço na net (quando é que começas a usá-lo? 😉 ) e deixavas aqui o link (com a indicação do tamanho para o pessoal decidir se abria ou não).

  • 2 bargao_henriques // Jun 17, 2005 at 22:31

    Nem tu sabes a prenda que eu tenho para quem visitar estas caches 😉

    Digamos que tem 149 waypoints de outros tantos fortes, mas não tem mapas… 😀

    Curioso?

    Simples! Visita-as!!! 😉

  • 3 portelada // Jun 18, 2005 at 00:47

    … he he he ….. (risos)…..

  • 4 bargao_henriques // Jun 18, 2005 at 07:43

    Para a próxima ficas de castigo…

  • 5 clcortez // Jun 18, 2005 at 15:34

    Meus amigos, este é um projecto de caches ambicioso e devido à sua dimensão vai ser uma referência mesmo para geocachers estrangeiros que visitem o nosso país e queiram saber um pouco mais da nossa história. Mas por isso mesmo ( dimensão ) tem demorado tanto tempo a implantar.

    Será uma agradável surpresa para a maioria a descoberta de todos os fortes e dos pontos mais importantes das Linhas de Torres pois muitos desconhecem a dimensão do trabalho feito a norte de Lisboa na altura das invasões francesas ( 1808-1810).

    Visitem as caches e aproveitem bem a informação que está e ainda vai ser disponibilizada.

    O mapa que se falou aqui atrás referencia a maioria destes cerca de 150 pontos a norte de Lisboa e que foram à 200 anos atrás fortes, fortins, redutos e fortalezas para "barrar" os franceses, e que tinham milhares de homens e canhões e outras formas de defesa.

    Meus amigos, quando forem ao "terreno" ( como alguns já foram, nomeadamente às caches da Aguieira e Alqueidão ) podem ter uma ideia concreta das dificuldades e da dimensão deste sistema de defesa tão eficaz.

    Quanto a mim, espero este fds visitar alguma destas novas caches, ó PH, eu depois digo-te algo!

    Agora ainda falto eu colocar as minhas, espero faze-lo até ao fim do mês!:)

    Cláudio Cortez

  • 6 Rifkind & Rifkinda // Jun 19, 2005 at 21:58

    Pode continuar lá, sim senhor! Já contas com 2 logs em cada uma destas caches, à data de escrita desta resposta. 😉

    O terreno está bastante fácil, agora.

    Xau,
    Rifkindsss

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 34 queries in 0.351 seconds.