Primeira tentativa, primeiro bigode

esquilas - 2005/12/21

Boas

Hoje foi experimentar a minha primeira busca pelas caches.

Peguei em dois amigos para escarafunchar comigo e bota lume

Fui fazer uma cache multipla no parque de aveiro perto de minha casa. Começamos da melhor maneira possivel, a primeira micro cache encontramos-la logo, começamos logo a esfregar as maos de contente que esta jah estava no papo

Bota entao para a cache final, que era ao peh de um cadeiro com um tronco cortado e era soh meter as maos na erva e jah tava. Chegamos lah encontramos o sitio, mas aquilo era uma canteiro cheio de troncos cortados e com erva a cobrir tudo.

Conclusao: meia hora depois a fuçar na erva e nao encontramos nada

Bem foi desanimador voltar pra casa de maos vazias, mas amanha eh um novo dia e o bussaco tah mesmo ali ao lado

Nao percam o proximo capitulo de "insucessos" com esquilas no papel principal, porque nos tambem nao!!

8 responses so far ↓

  • 1 MAntunes // Dec 21, 2005 at 16:32

    Isso acontece a quase todos e hà que não desanimar.

    Com o tempo, elas (as caches) começam a "saltar" assim que a malta se aproxima! 😉

  • 2 argonauta // Dec 21, 2005 at 17:43

    Por acaso ando a guardar a Aveiro Verde para um momento especial. Também fica bastante perto de minha casa, mas mais tarde ou mais cedo tenho de lá ir dar um saltinho.

    Ainda não fui à do Bussaco, mas como sugestão tens a de Sever de Vouga que está num sitio muito porreiro. Se não conheceres, aproveita e dá lá um saltinho 😉

  • 3 lamas // Dec 21, 2005 at 20:15

    Não desanimar é mesmo a palavra de ordem…
    Nem queiras saber o que já passamos com algumas caches…houve uma que só a terceira tentativa é que de-mos com ela…

  • 4 olharapo // Dec 21, 2005 at 23:25

    Essa cache também me deu que fazer… tive de pediar ajuda ao owner…
    Mas a vide de um geocacher é feita destas coisas.
    E mais, como em tudo na vida as mais díficeis tornam-se as mais saborosas…

    Boas caçadas

  • 5 danieloliveira // Dec 22, 2005 at 08:07

    …a jah! 🙂 Normalmente não ajuda nada mas também não custa nada. Tenham calma que com um pouco mais de prática, elas começam a ser topadas à distância. Depois também há as mais manhosas que quando te vêm a chegar, escondem-se ainda mais! $%&"# 🙂

  • 6 esquilas // Dec 28, 2005 at 04:55

    Depois de este erro de percurso (pensava eu!!) fui ter uma aulita extra e consegui sair mais cedo. Entao cheguei a casa peguei no pessoal e bota tentar mais uma cache, "aveiro salgado", chegamos lah ao 1º ponto e o hint era procurar debaixo de uma tabua em forma de pah, mas nao eh no spot tava dois montes de tabuas, depois de  basculhar os montes de tabuas e nao encontrar nada (claro!), começamos a pensar e conclui-mos que nao podia ser os montes de tabuas, que devia ser um tabua isolada, iniciamos entao uma quest a todas as tabuas num raio de varios metros, qualquer bocado de pau com ou sem forma de pah foi revirado, e no final qual nao eh o nosso grande espanto quando… nao encontramos nada

    Mas ainda tavamos cheios de garra o fomos ainda "fuçar" mais um pouco prah nossa primeira tentativa ("aveiro verde"), mas tah mais que visto que nao vimos nada

    E assim voltaram os nossos bravos guerreiros pra casa sem gloria, mas com ainda mais vontade de encontrar a primeira cache

    E jah lah vao duas tentativas

    Nao percam no proximo capitulo: a aventura no bussaco, serah que desta vez os nossos herois vao ter sucesso???     Estejam atentos aos novos desenvolvimentos da historia "insucessos"

  • 7 argonauta // Dec 29, 2005 at 17:45

    Epá, oh esquilas, tu vai à bruxa. Isso é azar a mais. Não desanimes!

  • 8 esquilas // Dec 30, 2005 at 01:37

    Boas

    Ah bruxa nao sei, mas resolvi ir ao choupal, depois de mais um falhanço no bussaco, again!?

    cumps.

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.192 seconds.