"A MAIS IDIOTA" foi desactivada…

portelada - 2006/12/09

"A MAIS IDIOTA" foi desactivada…

Por enquanto não vou comentar…ainda estou muito "quente" para reflectir com equilibrio e imparcilidade !

http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?guid=78022cbf-85fb-46e3-bb81-886ff2d4a588

Mas digam voçes a vossa opinião ???

38 responses so far ↓

  • 1 MAntunes // Dec 9, 2006 at 16:59

    …não cumpria as guidelines do geocaching. Tão simples como isso.

    Para mim, o que correu mal foi ter sido aprovada. E, uma vez aprovada, o ter havido logs que não foram suficientemente discretos para não denunciar a natureza da cache.

    Peço desculpa se a minha opinião desagradar a alguém mas …é a minha opinião. E como foi pedida…

  • 2 danieloliveira // Dec 9, 2006 at 18:21

    Espera aí!…Isso faz de mim culpado pelo arquivo da cache uma vez que meti lá uma foto do meu log?
    Não vi lá nada escrito a dizer…"não metam fotos no log…etc., etc."

  • 3 danieloliveira // Dec 9, 2006 at 18:33

    É impressionante o tempo que o Garri consegue dedicar ao "patrulhamento" das nossas caches. O coitado do Erik nunca teve tempo para tal ou nunca quiz saber.
    Temos finalmente um approver que faz isto com sua alma e coração.
    Vou ter de ter muito mais cuidado com os logbooks que escolho para as minhas caches seguintes.

  • 4 BrunoNF // Dec 9, 2006 at 18:44

    Acham mesmo que ele se dá a esse trabalho???
    É que se esse for o caso então tb já devia ter descoberto muitas outras caches que deveriam ser arquivadas. Umas pq as coordenadas estão mal tiradas e o owner n se dá ao trabalho de actualizar ou caches em locais históricos onde nos logs é dito q o local está todo remexido.
    É só uma questão mas acham que foi mesmo assim q ele soube q n havia logbook?

    BrunoNF

  • 5 danieloliveira // Dec 9, 2006 at 18:58

    ….cheira-me a episódio para os "X-Files"

  • 6 rebordao // Dec 9, 2006 at 20:18

    … tem calma! Que se lixe o arquivar da cache… eu hoje se não fosse o frio tinha lá ido na mesma!
    A questão q o Garrido coloca é facilmente contornável. Colocas lá um logbook na caixita 😉

    Anda mas é com isso… venham mais idiotas

  • 7 danieloliveira // Dec 9, 2006 at 20:56

    Agreed!

  • 8 BrunoNF // Dec 9, 2006 at 21:05

    É isso mesmo.
    Eu estou a contar lá voltar com uns amigos para eles conheçerem a cache.
    Haja log ou não, basta lá estar a cache.

  • 9 almeidara // Dec 9, 2006 at 21:53

    Desculpem, lá mas estamos aqui para aprender alguma coisa. Se por mais nada, esta cache vai servir para isso. Peço assim aos mais entendidos nos guidelines que me expliquem isto.

    Estive a ler (um pouco na diagonal, confesso) as "guidelines" e vi dois pontos aos quais esta cache pode violar:
    1) "Caches that deface public or private property, whether a natural or man-made object, in order to provide a clue or a logging method."

    2) "Caches near or under public structures deemed potential or possible targets for terrorist attacks. These include but are not limited to highway bridges, dams, government buildings, elementary and secondary schools, and airports."

    Mas será que devemos levar as guidelines à risca e de uma forma cega? Afinal são Guidelines e não Rules, não sou um expert em Ingles mas acho que há alguma diferença. Para fazer o log temos de escrever numa parede (desculpem o spoiler, mas acho que já toda a gente sabe do que estamos a falar), mas esta não é uma parede de um monumento, é um tubo por baixo de uma auto-estrada. Estamos a tornar este local mais feio? Será que é por causa desta cache que alguem se vai lembrar de colocar uma bomba na auto-estrada? Estas guidelines foram feitas a pensar no EUA, onde há uma paranoida terrorista.

    Se levarmos estas guidelines à risca, algumas outras caches deviam ser arquivadas. Desculpem os owner das que refiro, não é nada contra eles, aliás acho que essas caches devem continuar a existir, da mesma forma que a Idiota devia continuar a existir. Uma das caches da série Linhas de Torres – Forte de Ribas causou (ou melhor, os geocachers que a foram procurar) o derrube parcial de um muro de um edificio que devia ser monumento nacional. A cache "O Tejo é mais belo" encontra-se a 70m de um dos pilares da ponte 25 de Abril, potencial alvo terrorista, aliás não sei como estes pilares se encontram tão desprotegidos). Tenho uma cache a menos de 10m do Teatro Romano de Lisboa. Fazendo uma equivalencia para Portugal da guideline "Caches on land maintained by the U.S. National Park Service or U.S. Fish and Wildlife Service (National Wildlife Refuges)" faria que as caches do Gerês fossem todas arquivadas. A minha "Margem do Meio" possivelmente teria de ser arquivada também, pois está no meio de uma reserva natural.

    Se calhar já estou a divagar, mas com isto queria apenas levantar questões, não penso que tenho todas as repostas.

    Para terminar, encontrei mais estes guidelines:

    3) "There may be some exceptions. If your cache fits within one of the above areas, please explain in notes to the reviewer section of the cache page."

    4) "Exceptions to the following guidelines may occasionally be made depending on the novel nature and merits of a cache."

    O conhecimento humano avançou devido a se questionarem verdades estabelecidas. O Porteladas levou os guidelines até aos limites, e com imaginação. E fez com que se colocassem estas questões. A partir de agora vamos ficar a conhecer melhor as guidelines.

    PS: Acho que colocar um log-book de papel na caixa vai tirar toda a surpresa da cache. Vai torna-la uma cache vulgar. A solução não é por aí. Mas isto é uma opinião.

  • 10 portelada // Dec 10, 2006 at 02:34

    Acho que começa  a haver algum consenso a esta situação !!!   qual é a solução mais plausível ??? neste momento tudo depende do nosso approver … reparei agora que ele me mandou um mail a avisar que ia desactivar a cache!  Vou tentar falar com ele (ou escrever) para ver se a situação se esclarece !!!  Podemos sempre fazer alguma pressão se ele receber mails a incentivar a activação da mesma cache !!!

  • 11 clcortez // Dec 10, 2006 at 13:15

    Penso que nesta novela existiram dois pormenores que deviam ter sido acautelados.

    Primeiro, o owner indo de encontro às guidelines, devia ter trocado uns mails com o approver para clarificar o que pertendia na cache.
    Depois, e caso o approver estivesse clarificado, o owner devia ter solicitado na página da cache para não serem reveladas fotos. Quem as revelou também devia ter acautelado isso, sinceramente nunca pensei que o pessoal estragasse a surpresa da cache como estragou. É que foram praticamente todos!

    Quanto a mim, agora depois de clarificar o approver, a cache devia ser mantida. Não sei é se existe referência ao Geocaching no tunel que possa vir a dar uma má imagem do que é o Geocaching. Se isso não acontecer, acho que sim, que deve existir, até porque a idéia idiota está muito boa!!
    Caso exista referência ao Geocaching (escrita no túnel) acho que devia ser apagada, nunca se sabe o que pode acontecer..

    Cláudio Cortez

  • 12 Anonymous // Dec 10, 2006 at 13:35

    Realmente! Todos falam que se “estragou” a surpresa da cache, quem encontrou a cache sabe perfeitamente que existem indicações do owner a solicitar a todos que tirem uma foto do Log.

    paulowjorge

  • 13 prodrive // Dec 10, 2006 at 23:48

    Acabadinhos de chegar de Barcelona, dum excelente fim-de-semana prolongado em que tivémos a oprtunidade de aliar um pouco de Geocaching ao turismo, com 13 caçadas bem sucedidas.
    Pelo meio, tivémos o enorme prazer e a felicidade de poder conhecer pessoalmente o Garri, que nos acompanhou em duas buscas. Estivémos um par de horas com ele, o que deu para constatar, que para além de ser uma pessoa muito simpática e hospitaleira é também muito dedicado e coerente nas suas decisões.
    Apanhámo-lo mesmo a meio da polémica da Mais Idiota, e como não podia deixar de ser foi um dos assuntos sobre o qual tivémos o prazer de trocar algumas (bastantes) palavras.
    Percebemos que o arquivamento foi uma decisão bastante difícil de tomar, sublinhando as enormes qualidades dos owners portugueses, que constantemente se esforçam por fazer caches originais e muito divertidas, ao contrário de Espanha onde tudo é bastante mais convencional.
    Esta é uma cache que está no limite do permitido pelas guidelines do Geaocaching, uma vez que está a ser "danificado" património.
    Como já tínhamos visitado a cache, transmitimos-lhe pessoalmente o nosso ponto de vista, garantindo que foi uma das caches que mais prazer nos deu. Os miúdos divertiram-se que nem uns perdidos, e o "património" que está a ser "danificado" é um tubo de escoamento de águas pluviais de uma auto-estrada. Estamos plenamente convictos que nada, nem ninguém será prejudicado com esta cache de puro entertenimento.
    O Garri argumentou que se estará a abrir um precedente, e no futuro poderá alguém lembrar-se de fazer uma cache semelhante num túnel de metro…
    Expliquei-lhe que são duas situações bastante diferentes, e que à excepção de Geocachers, dificilmente alguém passará pela Mais Idiota para constatar os logs.
    Atendendo a isso, propôs-se apresentar o problema ao grupo de discussão do Groundspeak, para que a cache possa ser reactivada caso haja consenso.
    Pessoalmente acho que há boas possibilidades para que outros Geocachers tenham a oportunidade de voltar a poder disfrutar o prazer de encontrar a Mais Idiota.

    Team Prodrive

  • 14 btrodrigues // Dec 11, 2006 at 02:03

    e quem fala assim não é gago

    /e também estou a pensar dar lá um pulo nevertheless

  • 15 bargao_henriques // Dec 11, 2006 at 09:10

    Realmente esta cache levanta bastantes questões interessantes, uma vez que está mesmo no limite da admissibilidade (pessoal).

    No entanto, devido às suas características particulares, acabei por achar que uma cache com direito de existência e com um valor bastante próprio.

    Ainda assim, a questão da precedência levantada pelo Garri faz todo o sentido!  (O que não é propriamente culpa do Portelada, mas sim um futuro problema para os aprovadores). Imaginem que aparece um geocacher a incentivar a malta a fazer graffitis num qualquer beco escuro do Bairro da Cova da Moura, invocando a permissão anteriormente dada à cache do Portelada? Vai ser um belo berbicacho tomar a decisão, não vai? Até onde se pode ir?…

    Mas, como foi muito bem digo anteriormente, situações semelhantes já aconteceram em caches de outros tipos, nomeadamente junto a monumentos. Aqui, acredito que o desconhecimento dos aprovadores não tenha solução, a não ser que o owner queira "fazer tudo pelas regras" e explique os pormenores aquando da submissão da cache, arriscando-se a que esta não seja aprovada.

    Acho que o mais importante é tentar manter o bom-senso, como creio que o Portelada fez. Mas, claro, acredito perfeitamente que nem todos sejam da mesma opinião…

  • 16 2 Cotas // Dec 12, 2006 at 13:11

    Estava aqui muito çugadito a ver no que ia dar isto.

    Em nada!

    Meus senhores. Não me venham cá com essa das bombas e dos terroristas.
    A bem dizer e assim a olho, a % das caches que podem despoletar um fanico no pessoal das Minas e Armadilhas é enorme. ENORME.
    Mas não! Nada! Népia.
    Resumindo. Todas elas “podem” ser qualquer coisa má, mas não são.

    Quantas caches vocês conhecem que estão em propriedade privada e sobre as quais não foi dado conhecimento ás legítimos donos? Assim que me lembre, e por exemplo, TODAS AS DE LISBOA! Ninguém se lembrou, nem era preciso, pedir autorização a CML.
    Quantas caches estão em locais que podem ser considerados como sensíveis e que "ainda" ninguém tentou desarmadilhar? Não me custa nada imaginar que SEJAM 25%! 50%! O pais já entrou em estado de sitio? Nem sequer os histéricUSAs, chegaram a tanto.
    Quantas caches podem ser consideradas estranhas pelo mais purista do Muggles?
    TODAS!

    Mas voltando ao terreno prático, A minha 4 Elements tinha alguma coisa de semelhante. Não com a idiotice, mas porque também andei a pintar a propriedade alheia. Mas pedi a respectiva autorização! Que “obtive”!
    Óh Portelada, já pensaste em pedir autorização para a tua cache? Se contares a historia bem contadinha, ninguém se preocuparia muito com a "destruição" provocada. E o Luís ficava em paz com a consciência dele…  (óh Luís, um grafiti num tubo de esgoto? Andas a fumar isso ao contrario.). Ora pensa lá nisso.

  • 17 portelada // Dec 13, 2006 at 12:43

    Já enviei um mail ao garri a explicar melhor a localização da cache e a discordar com a arquivação. isto foi á 3 dias, continuo á espera de resposta !

  • 18 vsergio // Dec 13, 2006 at 19:03

    Dá tempo ao rapaz.
    De certo isto irá ter um final feliz (pode ser idiota, mas feliz!). Pois bom-censo é com o Garri.

  • 19 portelada // Dec 14, 2006 at 03:00

    OK !!! devo admitir que em questão de boa educação e cordialidade o Garri não falha, já me respondeu e explicou o futuro possível desta cache… em baixo passo um excerto do mail que ele me mandou (com a sua devida autorização)

    "Há uma pequena possivilidade para ativar o cache, se recebo mais petiçoes de ativar o cache vamos a concertar todos os reviewer se voltar tua cache ativa."

    "Acho que poderias voluntariar os geocachers seguindo o post criado em
    geocaching-pt para que leem as opinoes ja feitas antes de fazer as petiçoes"

    Portanto a coisa agora depende de todos nós !!!

    Se acham que vale a pena manter  "A Mais Idiota" no activo só têm de mandar mails ao Garri a pedir o mesmo !!!  

    O Mail dele é este aqui em baixo!!!

    Lluís Garrido González <admin@geoamagatall.com>

    Não custa nada ….

  • 20 portelada // Dec 14, 2006 at 03:06

    Vão a este link e lá têm acesso ao mail do Garri !!!

    http://www.geocaching.com/profile/?guid=5e15eb1f-1472-40e1-9345-5f22e252f10d

  • 21 play mobil // Dec 14, 2006 at 21:10

    Lá foi um documento por correio oficial salientando o grande interesse da cache para o espólio cultural e edentidade da nação! hehehe :)))

    nah… nada disso! O facto é que a cache (não desfazendo na assumida idiotisse ;), não incomoda ninguém, é engraçada sob o ponto de vista conceptual, é diferente e nem sequer é perigosa, e mais: pela nossa abordagem (fizemos batota) até é fácilmente exequível por crianças, idosos ou mesmo deficientes motores com um mínimo de ajuda à entrada.
    Em suma, não há nenhuma razão óbvia para uma atitude tão radical.

  • 22 Anonymous // Dec 14, 2006 at 22:45

    De regresso ao geo-pt após uma longa pausa forçada, verifico que está tudo mais ou menos na mesma. Até os "dramas" legislativos geocachianos se mantêm.
    Arquivam-se caches por se grafitar uma conduta de água (esgoto?), mas mantêm-se caches por esse país fora, que não interessam nem ao menino Jesus!
    Qualquer dia, temos de solicitar autorização em papel timbrado e assinar um termo de responsabilidade para fazer uma cache de que nunca ninguém se lembrou. Será inveja ou é mesmo idiotice?
    Curioso é que todos os logs de quem lá foi são positivos. Quem não foi (como eu) continua a mandar larachas, ou anota as coordenadas para lá ir um dia mais tarde, quer esteja arquivada ou não!
    Pela iniciativa, pela ideia original, e pela garra com que estás a tentar reactivar a cache: – Parabéns Portelada!!

    P.S. – E quando lá for, faço questão de logar com uma lata de spray de tinta.

    Geógrafo

  • 23 BrunoNF // Dec 15, 2006 at 23:47

    Já enviei um mail ao Garri a dar o meu apoio à cache.
    Há alguma ideia de quanto tempo vai demorar a decisão?

    Geógrafo, eu percebo a intenção da lata de spray mas penso q é este tipo de excesso que o Garri está a tentar evitar. 1º era 1 marcador, depois uma lata de spray, depois já não é no "tubo" é noutro local mais publico …
    Mas como disse eu percebo a razão da lata de spray 🙂

  • 24 portelada // Dec 16, 2006 at 17:10

    Pois ..tempo .. isso não sei ! Mas gostava que as pessoas que estão a enviar mail’s de apoio que confirmassem aqui em post para ter uma noção de quantos são !  Depois vou mandar outro mail para o Garri a reconvencê-lo !

  • 25 Anonymous // Dec 17, 2006 at 10:51

    Done!

    Diamantino

  • 26 rebordao // Dec 19, 2006 at 10:15

    Hi Garri,

    We are also writing to ask you to reconsider the reactivation of the cache “A mais idiota” http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?guid=78022cbf-85fb-46e3-bb81-886ff2d4a588 . We understand your reasons to do it, but after all it is fairly innocent to write on the walls of a quite difficult accessed (at least avoid 😉 ) sewer! The fact that this could lead in to something bad in the future…; we think that you would be supported in your consequently decisions by the Portuguese geocaching community.
    Thanks. Best regards
    Sara & Hugo

  • 27 play mobil // Dec 19, 2006 at 16:25

    pois…
    O nosso foi enviado logo no dia 14, mas ainda não há efeitos nem resposta…
    Será porque foi redigido em português?

  • 28 lumacafi // Dec 19, 2006 at 16:35

    Antes de mais eu não visitei esta cache.

    Mas.. pelo que percebo dos logs.. a cache está num esgoto?!

    Antes de me alongar deixo a pergunta que se impõe.

    A cache está num ponto de interesse paisagistico ou cultural ou ainda histórico? Ou é um local em que o próprio acesso é um desafio?

    Na minha humilde opinião basta uma destas quatro questões ser positiva para   manifestar o meu apoio à continuação desta cache.

  • 29 ricardorsilva // Dec 19, 2006 at 16:53

    Como monumento ao geocaching idiota.

    Lynx Pardinus

  • 30 Pedro Silves // Dec 19, 2006 at 18:55

    Serei o único a considerar "logar" nas paredes de um túnel, ou seja que paredes forem, completamente inaceitável?

    Não estou de acordo com este procedimento. Considero positivo originalidade mas não à custa de regras básicas. NÃO escrever nas paredes, sejam quais forem, é, para mim, uma regra, um princípio, que se aplica tanto em monumentos nacionais como no mais recôndito, nojento e insignificante esgoto subterrâneo.

    Mas pelo que vi nas fotos, trata-se de um túnel com dimensões significativas e com a sua devida beleza arquitectónica, apesar de genérica e contemporânea. Não considero correcto o modo como se tentou  menorizar o direito à integridade desta construção humana.

    Corro aqui o risco de ser considerado radical, mas do confronto de ideias se fará luz.

    Cumprimentos a todos.

  • 31 lopesco // Dec 19, 2006 at 21:21

    É o que vou fazer…

    Não tenho opinião formada. Nem consigo formar. Se por um lado, para mim, faz sentido que seja reactivada pois não incomoda niguém e pelo que já me contaram, é uma muito boa cache a nível da imaginação da mesma, por outro, tenho de concordar com o Pedro Silves.

    Enfim, abstenho-me…

    Abraços!!

    João Lopes aka Lopesco

  • 32 portelada // Dec 20, 2006 at 03:44

    Já não é segredo a localização desta cache… por isso o seu nome !!!  agora vamos deixar de ser extremistas, ainda hoje ondei de comboio sem ver a paisagem porque alguem se lembrou de grafitar o mesmo! claro que sou contra este tipo de "arte", mas é preciso ter algum bom senso … estamos a falar de um tubo de águas plúviais perdido no meio da A5 …ainda por cima, os logs só são visiveis em dias de bastante luz ou com ajudas luminosas.
    Antes de falarem vão visitar a mesma, loguem como "note" e deixem a vossa opínião, quem sabe no futuro eu possa considerar como "found"!
    Mas claro que cada um têm a sua opínião!!! ainda bem que as caches que usamos são biodegradáveis … opsss…

  • 33 lopesco // Dec 20, 2006 at 07:46

    mas também não ficam largadas na natureza à espera de serem decompostas. Sabemos onde estão. E podemos as tirar caso seja necessário ou incomode alguém.

  • 34 netcat211 // Dec 20, 2006 at 11:15

    Enviado este texto:
    "Olá, Garri
    Vimos solicitar que reconsideres a decisão de arquivar " A Mais Idiota", pois não causa qualquer tipo de prejuízo a pessoas ou coisas.
    Obrigado   Alex & Semina"

  • 35 Afonso Loureiro // Dec 20, 2006 at 13:53

    Geralmente sou todo comichoso quando se trata de desrespeito ao património. Fez-me muita confusão ter de subir à estátua do Marquês para encontrar uma cache…

    Sinceramente, quem não quiser escrever dentro do tubo, não procure esta cache.

    Aquele tubo tem uma vida útil relativamente curta. Quando for considerado património de valor arquitectónico já não existirá. Para já é um tubo por onde corre uma ribeira, por baixo de uma auto-estrada, numa zona feia.

    Mandei o meu e-mail ao Garri.

    Já agora, repararam que a fotografia do Garri tem a bandeira Portuguesa?

  • 36 play mobil // Dec 20, 2006 at 18:04

    Acabo de receber a resposta pessoal e colectiva do Garri!
    Parece que fomos todos chamados ao gabinete da administração! 🙂

  • 37 portelada // Dec 20, 2006 at 18:51

    Bem … agradeço a todos que tentaram ajudar esta cache, infelizmente e mais uma vez o pensamento coerente e renovador  foi asfixiado pela burocracia e leis generalistas!

    Não me apetece avançar para o próximo passo, andar a trocar mails em Inglês a arrastar este processo …. Esta cache fica por aqui, enquanto se mantiver "disable" pode ser visitada e confirmada por uma "note" só por caroliçe. Sejam breves, não deve demorar muito até ser arquivada!!!

    Tenho muitas mais caches para colocar em prática, talvez menos polémicas, como feliz ou infelizmente gosto deste "desporto" vou continuar a partilhar lugares e sensações convosco!
    Estejam atentos ás novas caches…

    Mais uma vez Obrigado!!

  • 38 prodrive // Dec 21, 2006 at 10:43

    Parece-me que toda a discussão gerada pela cache idiota do Portelada já transformou este tubo de escoamento de águas pluviais, num monumento nacional a ser visitado.
    E porque não, transformar a cache numa coisa mais convencional, acrescentamdo ao container convencional que já existe dentro do tubo, um log book convencional de papel (reciclado de preferência, para ser mais politicamente correcto)?
    Também vos asseguro que quando visitámos a cache, divertimo-nos mais a enfiar a pata na poça, que propriamente a graffitar o tubo.
    Os mais insatisfeitos sempre poderão tentar qualquer coisa bem Idiota, tipo gritar, fazer sapateado, ou mesmo dar cambalhotas. É diversão garantida!!

    Team Prodrive

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.220 seconds.