88

rifkinda - 2011/02/04

Este mês, na falta de caloiros no 88º geomeetup de Lisboa, tive a ideia de tentarmos fazer uma acta conjunta, com pequenas contribuições dos que estiveram presentes. Aqui vão as contribuições possíveis, pela ordem em que chegaram à minha caixa de correio!

– por Geo Bumblebee

Assim, começou o 1º Geomeetup do ano, com uns a prometerem que este ano vão fazer mais caches, outros a prometerem umas valentes caminhadas e o nosso amigo Monho a anunciar que vai entrar em período de ressaca da overdose de FTFs.
…o 2011 promete!

O 88º Geomeetup apresentou um grau de dificuldade 5. Não é que mudaram o container à ultima hora e lá estavam eles (os geocachers) todos sentadinhos junto à cozinha para não perderem tempo entre o pedido do hamburger e os desejos cacheanos para 2011?

– por Touperdido

Bom, eu fui o último a chegar e como já não havia espaço na mesa principal, fui para outra, sem me aperceber que uma das mesas ao lado já tinha um casal geocachers, mas pensando melhor, é melhor ficar longe para não atirar os “gafanhotos” que mando cada vez que tusso! Que maldita tosse! Os convites do costume para o meu evento, as histórias malucas do FTF do Monho, as aventuras do ski com os Cpteam e as infindáveis histórias de cachadas fizeram o tema deste meet-up.

– por geocacher anónimo

14.01.3088

888888 geometup

E lá viemos nós da galaxia distante WHZ354 a 5 anos luz nas coordenadas
N 3546º56444.56666
W 525º 5678.45333
no nosso AKMGEOPLANETARIAMOBIL

Ao grande acontecimento interplanetario que é o geometup.

Aqui chegam geocacheres de todo o universo e como são esquisitos!

Mais uma vez presentes e como sempre encontramos os do costume e mais outros e outros que não estão, mas são muitas vezes lembrados.

O grande assunto do dia é o numero de caches (perto de 5 milhoes ) que existe já no cometa Halley

E surpreendentemente todos os FTFs foram feitos por uma nova espécie de geocacheres do planeta XCUER de nome Monhosapienssapiens

Tambem se fala muito do regresso da Piramidecache no planeta Ovalvieira Z54.

Foram lançadas criticas demolidoras a um owner que colocou uma cache debaixo de uma cordilheira de montanhas e alguem tornou aquilo numa planicie para fazer o found.

Toda a gente comenta em surdina o facto do Geocacher ZXESR ter metido uma cache num buraco NEGRO com o conteiner dentro de um saco PRETO. (como é que a malta vai encontrar aquilo ?? ) Só se for com um Galaxyhelpdesk.

Depois foi o momento de regressar e ainda queriamos a caminho de casa fazer só umas 500 caches pois ja me custa conduzir a nave pelo meio dos meteoritos e asteroides.

Se não estivermos a muitos anos luz e tivermos a celula de combustivel da nave cheia viremos ao proximo.

Porque é sempre tudo diferentemente igual (ou não )

– by Laranja

88ª Edição do GeoMeetup em que foi muito notada a falta de caloiros. Ao contrário de outros encontros a posição de secretariado esteve desocupada, o que pode tornar esta acta muito pouco precisa. Para dificultar a dinâmica do encontro, desta vez foi-nos atribuído um conjunto de mesas pequenino e arrumado, de tal forma que foram necessários grandes trabalhos de logística para organizar as pessoas pelas mesas.

by Magda, WIMM Team

Não tendo comparecido ao jantar foi num rasgo de sorte que ao passar à porta da Big Apple ainda encontrei alguns resistentes na conversa! O ambiente estava animado e falava-se de caches a fazer no estrangeiro. Foi bom “conhecer” mais alguns locais a visitar no futuro. Falou-se também de caches antigas, com complicados sistemas de resolução, ou abertura, ou acesso. Numa altura em que se passaram dos simples tupperwares para complexas e elaboradas ideias. Pena que em grande parte se tenha voltado à “fase do tupperware” e que já seja tão raro encontrar caches inventivas. Vieram agora os favoritos para termos melhor noção do que de bom se faz por esse mundo do Geocaching fora. Assim, e como sempre, o Geomeetup foi uma óptima oportunidade para encontrar a malta e conversar sobre caixotinhos e muito mais!

by Lufi69

Mesmo com uma agenda bem preenchida, lá consegui no meio de um relatório e contas e uma reunião de condomínio marcar presença no evento oficioso da comunidade geocachiana da grande Lisboa. Mantendo a tradição fui o primeiro a chegar e uma surpresa esperava os participantes, que me lembre e acreditem já lá vão uns bons anos de meetup, fomos relegados para uma mesa secundária onde ( como esperado ) não deu para todos, abrindo um dos temas off-record, encontrar uma alternativa credível à “Grande Maçã”.
Entre uma pizza à casa e uma bejeca os temas de conversa foram como sempre variados e até nalguns casos bem alternativos. Dos dois dedos de conversa que dei, gostei particularmente das aventuras germânicas do Tmob/ Laranja e da discussão fervorosa do último hit cinematográfico, o remake ou sequela do Tron. Resumindo e baralhando, este encontro mensal foi especial mesmo com os vírus espalhados pelo amigo Baia Vieira.
Até ao próximo ( é claro)!

Resta dizer que estiveram presentes no 88º geomeetup de Lisboa, a Laranja, o Tmob, o Lufi69, o bringer, o BaiaVieira, a Team Aninhas, a Anjinho, o dreamfalcon, os rifkindsss, os CPTeam, o jviajante, os timearth, o Laurus Nobilis, o LGASS, a MelPM, o Monho, o Monho Jr e restante família, o touperdido, a Limão, a Magda dos WIMM Team, a GeoBumblebee, os Marretas e ainda uma passagem rápida do prodrive e do prodrive Jr para dizer um olá!

0 responses so far ↓

  • There are no comments yet...

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 33 queries in 0.287 seconds.