Big Time Caching – a primeira cachada

lgass - 2011/11/27

Depois de um rápido lançamento do projecto, o Big Time Cachings saiu à rua para a realização da cache No Topo das Radiotelecomunicações [Sintra]. O objectivo principal foi concluído com sucesso.

O dia começou alegre, com o sol a raiar por entre claras nuvens. Atendendo à estação em que nos encontramos e á tempestade que se havia feito sentir durante a madrugada, era impossível pedir melhor.

Pena foi não poder decidir logo, espontaneamente, que era aquela hora certa para ir… apesar de toda a ansiedade, era necessário aguardar pelas 14:30, hora prevista para o encontro.

Problema foi que o tempo, a partir das 12 foi sempre piorando. Às 13:30, caía granizo e o vento soprava com bastante força. Trovejava perto do local onde iríamos ter a nossa aventura. As desistências de alguns membros que haviam anunciado a sua participação começou a tirar-me o ânimo. Estava convencido de que apenas ia ao ponto de encontro para que houvesse um ligeiro meeting de geocachers.

Porém, quando eu (Lgass) e a MelPM chegámos ao local, o tempo começou a melhorar substancialmente. A chuva parou, os trovões passaram e o vento amainou.

Pouco depois chegou o Jasafara, com o seu fantástico geopet Óscar, que demonstrou estar completamente adaptado às caminhadas e aos terrenos mais difíceis. O owner clcortez pouco tardou a chegar, seguido do Zipputzky, que vinha acompanhado pela semi-muggle Elsa. Entre dois dedos de conversa aguardámos que mais alguém viesse, mas o tempo afastou muita gente.

Às 14:50 iniciámos os 500 metros de trilho que nos separavam da torre, sempre com excelentes explicações por parte do owner, que nos foi contando um pouco sobre estas torres, bem como sobre a geologia do local.

Ao chegarmos ao local, ficámos a olhar para a torre. De facto, cá de baixo, não parece tão imponente como isso, mas quando começamos a subir, percebemos tudo o que já foi dito/escrito sobre o local.

O primeiro a subir foi o clcortez, pois tinha que repor a cache que havia tido um acidente após a última visita. A rapidez com que ele subiu deixou-nos a todos boquiabertos. O ritmo, o balanço e a precisão… em dois minutos pôs-se lá em cima. Mais tarde viemos a descobrir que, para ele, este tipo de subidas são um hobby.

Ele desceu até ao primeiro de 3 patamares e ficou à nossa espera. Começou a Elsa, seguiu-se o Zipputzky que teve a subida dificultada por transportar uma câmara de filmar de quase 3 kg. Depois subiu a MElPM, segui-a e no final veio o Jasafara.

Por entre uma excelente conversa, continuámos a subida neste ritmo pausado. Cada um com a sua velocidade. Quando meio grupo estava já no segundo patamar, surgiu o TiagoGH que rapidamente nos apanhou no local. A Elsa voltou para baixo e a MelPM muito hesitou, mas acabou por se juntar ao resto do grupo.

Curiosamente, a chegada ao último nível pareceu ser, para todos, a mais fácil. É um troço mais curto e o objectivo está ali tão perto!

No terceiro patamar acabou por ser o Jasafara a alcançar a cache, que todos logámos com grande prazer e satisfação. Tiradas as fotos da praxe, recolocámos a cache no local e começámos o trajecto descendente. Cada um ao seu ritmo, depressa nos colocámos de volta ao solo.

Acabámos por ir ver outras antenas ali perto para absorvermos mais um pouco do excelente input que o owner tinha para nos dar.

Já de volta aos cachemobiles, a conversa continuou. Seguidamente, eu, a MelPM, o Jasafara e o TiagoGH fomos fazer mais uma excelente cache d clcortez: Loca do Gato [Loures].

É de frisar a extrema importância clcortez que, com a sua presença, nos ajudou a concretizar este desafio, praticamente degrau a degrau.

0 responses so far ↓

  • There are no comments yet...

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 33 queries in 0.100 seconds.