Cache-a-lote found Amizade [Fraga do Paúl]

CarlosMSilva - 2012/04/29

Este log ganhou o concurso de melhores logs de Março de 2012.

#018 P1000427Expedição da Primavera PNPG’12 d’Os Cacheiros Viajantes – Fraga do Paúl#023 P1000432

Enfrentados os Cornos – Cornos estes possuidores de um espantoso prado no topo no qual me rebolei: por que cansado mas também por que vi e fotografei duas espécies novas, para mim, de plantas, uma Gagea sp. (talvez a nevadensis) da família Liliaceae e também uma da família Caryophyllaceae de que ainda não tentei procurar o nome; só por isso valeu a pena; valeria sempre pela caminhada naqueles espaços!

Eram mais de 14h.00 quando saímos da frente dos Cornos e para justificar o que o Robin nos dizia ‘Eih meninos, a média é miserável, é mais que miserável; é horrível!!!!’, havia justificações: a principal era que estamos sempre mais velhos do que a mente pensa; almoçáramos logo depois de rodear a Capela e logo depois o srº Robin constatou que a água que trouxera deixara-a a alimentar o riacho do local do almoço; na descida dos Cornos lá tive que sacar da carta militar e pudemos constatar que estávamos muito, muito longe de completar a volta completa de Pitões-Capela-Cornos-Paúl-Fonte Fria-Pitões; leváramos lanternas para o que desse mas fomos descendo a encosta e a determinada altura lembrei que deixara a máquina fotográfica no local onde olháramos a carta militar; voltei atrás e lá a encontrei (bolas: era uma máquina que tinha 3 dias!!!); a determinada altura ou voltávamos para trás, em direcção à Capela ou nada! Fomos cortando caminho até apanhar o trilho/track e escolhemos o nada e fomos andando, quando finalmente, por que já irreversível, constatei que íamos à Fraga; ok; estamos por aqui e ela está por aí!

#030 P1000439#042 P1000452#043 P1000453#044 P1000454

#048 P1000458#059 P1000469#069 P1000482#072 P1000485

#078 P1000492#102 P1000520#130 CARYOPHYLLACEAE Cerastium ramosissimum(.)[.]_P1000552#132 CARYOPHYLLACEAE Cerastium ramosissimum(.)[.]_P1000554

E foi num desses vales (e depois nos que se lhe seguiram) que fotografei pela primeira vez a Erythronium dens-canis:

 #186 P1000620

que espantosa planta e que espantosa flor; e estava eu deitado, a fotografar a flor quando ouço o Ouriço: ‘Bolas! Caiu-me o GPS; acho que caiu na água quando saltei’.

Como já lhe salvara um no Cântaro Gordo prontifiquei-me a fazer o mesmo ..mas só quando acabasse a sessão fotográfica; o Boneco do Azur lá o resgatou da água (salvo e funcional)!

#200 P1000637#205 P1000642#207 P1000644

E depois de penedias e encostas lá chegamos à Fraga (foram 4 lá acima,ao topo, eu não fui e por isso nem sei se isto é um found daqueles ‘Founds’) não sem antes um imenso planalto, imenso, mostrar pelas cores da paisagem que a chuva estava escondida atrás dos montes; demoraram mais de 30 minutos e chegou a cair uma gotas de chuva: o n/ convidado como convidado que era não levara impermeável, levara água insuficiente (e o Robin não tinha a dele) até que começamos a descer o Vale: era irreversível; agora só mesmo a volta. No caminho passamos ao lado da fonte Fria e rodeamos vários marcos de fronteira; e eu que não vi nenhum filme do Sr. dos Anéis só me lembrei de uma imagem desse filme ao olhar para o imenso promontório onde estava um marco geodésico.

#210 P1000647#213 P1000650#219 P1000656#230 P1000667

#235 P1000672#236 P1000673#254 P1000702#262 P1000711

Todos estávamos cansados e principalmente o n/ convidado.
E quotizamos a água que restava quando ainda faltava mais de 7 km.
Decidido que foi não fazer esta cache (para pesar da Ouriça), lá fomos rebolando esperando que o tão almejado estradão viesse ter connosco; não veio; fomos nós que fomos ter com ele.
Os pés davam sinais em todos mas acabou por não ser nada de grave;e os músculos afinal não deram os sinais que temia dois dias depois; seja como for lembro também o que Álferes disse +/- isto: ‘Raios: para a próxima tenho que saber mesmo para o que estou convidado!’.

#135 P1000559#143 P1000567

Que espantosa caminhada!
Que espantosa paisagem!
Que espantosa flora nos recônditos deste Gerês!
Que seria destas caminhadas sem estes contratempos, sem o cansaço, sem o companheirismo de todos, sem estes arrufos, com plano geral definido mas um pouco ambicioso demais?
Que seria destas caminhadas sem a soberba de que podemos sempre ir ali, ali também e por que não acolá?
Para passeio há a cidade!
Para a plena satisfação há isto:

#150 P1000576

Ao Cachapim: um abraço e que o abraço se estenda aos lugares onde agora ache improvável!
Cache-a-lote (d’Os Cacheiros Viajantes)

#154 P1000580

1 response so far ↓

  • 1 Gato Maltês // May 30, 2012 at 23:27

    Ora aqui está um exemplo perfeito de como um log deve ser.
    Uma descrição perfeita de uma aventura digna desse nome, decorada sabiamente pelos magníficos trechos que a luz magicamente escreveu.
    Muitos parabéns ao cache-a-lote porque realmente os merece.

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.142 seconds.