GeocoinFest 2011

acasim - 2012/06/07

Esperava-se que a versão europeia fosse também um sucesso, mas não tão grande como acabou por ser. Foram mais de 2000 attends registados no Mega, e cerca de 4000 pessoas que passaram pelo recinto do evento em Colónia, onde tiveram oportunidade de ver e comprar geocoins para todos os gostos, fazer trocas, conhecer Lackeys e apertar a mão ao Signal, conhecer outros colecionadores e apreciar o profissionalismo da organização germânica. Para além disso, o fim de semana serviu para passear pela cidade e encontrar muitas caches e/ou para aproveitar o passeio de autocarro por 5 países (Alemanha, Luxemburgo, Bélgica, França e Holanda) que ocupou um dia inteiro e permitiu quebrar muitos recordes pessoais.

Em traços largos, o programa foi o seguinte:

6ª feira: Encontro por volta das 18h-19h para um “Get Together” — Local aberto, diferente do local do evento, com comes e bebes (tipo beer garden – cada um por si), primeira oportunidade de check-in, de conversa, encontros. Apareceram algumas centenas e foi um pouco mais desorganizado do que o que eles esperavam em 2 aspetos: a) check-in um pouco confuso, com cada participante a preencher um dístico dado por eles; b) grandes filas para aceder a comida, o que desmotivava (mas bebida era mais fácil Winking smile ). Para juntar à festa, a chuva aparecia de vez em quando, obrigando a retiradas estratégicas para a proteção de toldos que existiam no recinto. Mas no geral foi muito interessante, os tugas estiveram juntos e travaram o primeiro conhecimento com o Mark (Avroair) e com a Annie (GS Lackey), beberam umas cervejas, e ainda foram à procura de umas caches a caminho dos hotéis.

Sábado: Durante o dia ocorreram atividades na cidade, incluindo uma visita especial de corrida à catedral de Colónia e um percurso guiado pelas caches da cidade. Para os mais aventureiros, o dia foi inteiramente dedicado à excursão que passou por 5 países, que começou às 5 da manhã e só terminou às 9 da noite. Mesmo assim, ainda houve alguma energia para ir até ao evento Meet and Greet, no local do evento principal, com comes e bebes (contratados para estar no local do evento) e música (uma banda). Não estava muita gente (pelo menos à hora a que estivemos lá), o que não seria de espantar para quem tinha tido um dia bem cheio!

2011-08-GeocoinFestEU 004 (Medium)2011-08-GeocoinFestEU 006 (Medium)2011-08-GeocoinFestEU 024 (Medium)

Domingo:image001 Evento principal, onde estiveram as tais 4000 pessoas (2700 attends). Durou o dia todo, uma romaria permanente à volta das bancas de geocoins, e muita troca no espaço com muitas mesas e bancos que existiam no recinto. Apenas alguns pontos altos pelo meio, incluindo pequenos concursos e o anúncio feito pelo Avroair de que o próximo geocoinFest seria em Lisboa. Uma alegria para o grupo de 8 tugas que participaram no evento!

Fica um relato deste dia, feito na primeira pessoa pelo Edmi.

“Dia 28, domingo, foi finalmente o dia do grande evento das moedinhas. E lá fomos decididos a gastar alguns euritos numa ou noutra moeda mais apetitosa. Uns vão pela raridade e exclusividade da edição limitada; outros como eu, compram pela beleza, às vezes preterindo a edição limitada, rara, monocromática e aborrecida pela edição corrente toda às cores e brilhante! É assim numa geocoinfest: há para todos os gostos.

O evento começou às 10h00, mas o nosso grupo mais preguiçoso só lá chegou muito depois das 11h00. O acasim por essa hora já tinha praticamente encerrado o activo, tendo já uma bela porção de edições limitadas no bolso. O espaço era de facto grande e as lojas estavam colocadas em volta do recinto. Eram facilmente identificadas pela densidade populacional em seu redor. Era uma verdadeira aventura terreno 5 chegar às bancadas. Ainda por cima, o alemão é um bicho grande, que usa mochila às costas e empurra tudo o que está à sua frente! Vi muitas costas e muitas partes de trás de mochilas até conseguir chegar às bancadas. Felizmente muitas mochilas tinham colados ou cosidos os novos emblemas de pano rastreáveis com o sapinho groundspeak e sempre deu para contabilizar mais uns founds enquanto esperava (mentira, eu já não tenho paciência para logar TBs…). Assim que um de nós conseguia tocar na mesa, fazia logo sinal aos outros para se aproximarem e assim ganharmos posição. Nada como o trabalho de equipa! A partir daí, com alguma sorte era possível movimentar um dos braços para aceder a uma moedita qualquer, ou a um container mais engraçado, ou simplesmente a um cartão de visita ou autocolante. Até geo-chocolates trackables por lá havia. Íamos avançando lateralmente, tendo por vezes inclusivamente o privilégio de tocar com os próprios pés no chão! Muito giro! Mesmo assim deu para comprar algumas moedas “importantes”. Comprei a minha moeda comemorativa dos 2000 founds (alcançados na véspera), uma coroa checa bem original e mais algumas novidades, entre elas o OVNI tridimensional da área 51 que me cativou desde o primeiro momento. Os lojistas lá se iam multiplicando em esforços para atender a todos, numa mistura de alemão, inglês e até algum checo, para quem preferisse. No palco permanecia o microfone solitário de onde algumas horas depois viria a ser anunciado o nome de Portugal como organizador da próxima geocoinfest, pela boca do próprio Avroair. Para quem não sabe, este senhor é uma espécie de profeta das coins em formato XL americano; é o autor e desenhador de um sem número de moedas famosas e o impulsionador deste tipo de eventos do qual foi pioneiro há alguns anos. Viajou connosco no tour pelos 5 países e se bem me lembro, esteve calado cerca de 5 minutos distribuídos pelas 10 horas de viagem. É uma boa companhia de viagem para quem não tem sono!

 

2011-08-GeocoinFestEU 048 (Medium)2011-08-GeocoinFestEU 050 (Medium)

Cerca do meio dia saímos para comer qualquer coisa, tendo garantido que voltaríamos a tempo do grande anúncio. Afinal, éramos apenas 8 tugas no meio daquela diversidade toda de alemães, sul-africanos, canadianos, holandeses, checos, americanos, belgas, enfim… convinha estar por perto para comemorar.

Depois de uma agradável mixórdia de comida turca, voltámos ao recinto para mais uma ronda pelas bancas e para o tão aguardado anúncio. E assim que o Avroair subiu ao palco para os agradecimentos da praxe e para divulgar o próximo evento, lá saltámos e demos vivas. Aparentemente para o resto dos convivas, já de saída, o anúncio não surtiu grande efeito. Momentos depois quando me despedia de alguns dos lojistas com quem tenho mais contactos perguntando-lhes se para o ano estariam em Lisboa, recebi como resposta um revelador: “What?”. Bem, temos um ano para marcar posição e mudar as coisas…

Esta primeira edição europeia na Alemanha não gorou as expectativas, Foi o maior evento de sempre em todo o mundo. Nunca tantos maluquinhos dos taparueres tinham estado juntos num mesmo local e para um mesmo fim. É bom saber que não estamos sozinhos, e que este hobby parece manter-se robusto. Este não será certamente o geocaching eleito por muitos dos pioneiros destas andanças, mas temos de aceitar que tudo evolui, e quer se queira quer não, é o negócio que faz andar o mundo.”  (Edmi, 13 de Setembro de 2011)

2011-08-GeocoinFestEU 051 (Medium)

Até breve na GEOCOINFEST Europe 2012 [ @Lisbon / Portugal ] (http://coord.info/GC3N1YQ)!

0 responses so far ↓

  • There are no comments yet...

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 33 queries in 0.104 seconds.