Geomeetup de Lisboa – 99ª edição

lynxpardinus - 2011/12/27

Acho que a primeira coisa a dizer é que o Saldanha esteve a “arrebentar” de gente, tal foi a afluência a este meetup. Muita gente, muitos GPS, muita conversa sobre geocaching, cachadas e quejandos, bom ambiente, geocoins aqui e ali, umas pitadas de loucura, um grande encontro. É um prazer ver que (quando é que foi o primeiro meetup em que participei? Foi em 2005?) depois de tantos e tantos meetups, o espírito continua a ser exactamente o mesmo – um ponto de encontro de geocachers, para partilharem experiências, procurarem e receberem ajuda e darem dois dedos de conversa. Ou, resumindo, é uma galhofa!

 

Agora, isto de estar a escrever a acta de um encontro duas semanas e meia depois de ele ter acontecido, tem muito que se lhe diga – tenho aqui à minha frente um pedaço de papel cheio de nomes apontados e uma ou outra anotação. Na altura, tudo isto devia fazer muito sentido – neste momento, talvez nem por isso…

 

De qualquer modo, acho que ainda dá para recordar que, pela primeira vez (foi, não foi?), tivemos participação à distância. Não, não estivemos a gritar para Guimarães para falar com o HFilipe (até porque, se assim fosse, a esta hora ainda estaríamos roucos) – usámos o “belo do” Gtalk, bem como um complexo sistema de computador-ligado-a-tablet-na-mão-de-uns-duendes para conseguir comunicar… Mas resultou! (aliás, até resultou melhor que uma determinada fotografia que, afinal, só pode ser tirada “quando o segurança não estiver a ver”, nas palavras do próprio)

 

Deu também para ver alguns novatos nos meetups – caríssimos, desta vez, eu ofereci-me para escrever a acta, mas, desde já ficam sabendo que essa é uma tarefa que cabe aos caloiros. Ah, e que não escapam da próxima! (incluindo quem me tenha visto a tentar subir uma determinada chaminé num encontro BTC…)

 

Uma presença sempre regular é a do Acasim, que nos voltou a deslumbrar com parte da sua colecção de trackables! Ou a do Monho, que voltou a “aterrorizar-me” com a perspectiva de acordar às 5h da manhã para ir cachar (espera aí, eu também já fiz isso…), o que é capaz de explicar porque é que o moço encontra mais caches numa semana do que eu em 7 anos!

 

Mas, esteve lá muita gente! A GeoBumblebee (que eu associo sempre a geologia), o BTRodrigues (já não te via há muito tempo, foi uma boa surpresa!), os CPTeam (num dia em que metade da equipa não estava em Kuala Lumpur), o PaiDaInes (e não é que nem vi a miúda!), o Rui Guerreiro, a DakiDali (que eu acho que tenho sempre a sensação que é a primeira vez que a conheço), o Lufi69 (outro que é um prazer rever), o Cadete (gostei de te ver jogar no Benfica! Ou foi no Sporting?), o Beto Pinho, o Laurus Nobilis (outro habitué), o Monho Jr (pois, se o pai dele também lá esteve), o AllHappy (alguém que espalha sempre felicidade), a CityBiker (que subiu à tal chaminé que referi acima), a Ana&Paulo (directamente da Madeira, ou talvez não) e o “membro fundador do geomeetup” MAntunes.

 

Vemo-nos no 100º!!!!

 

Estiveram presentes:

 

Lynx Pardinus

Timearth (só com um “E”)

Rifkindisss (eram dois e saíram de lá com bombons)

Paidaines

Rui Guerreiro

Dakidali

Lufi69

Cadete

Beto Pinho

Geo Bumblebee

CP Team

HFilipe (directamente de Guimarães, com a ajuda do GTalk e do hardware que o Nuno Rifkind acartava)

Laurus Nobilis

Acasim

BTRodrigues (que depois foi ao cinema)

Monho

Monho Jr

AllHappy

CityBiker

Ana&Paulo (directamente da Madeira, mais ou menos)

MAntunes

0 responses so far ↓

  • There are no comments yet...

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 33 queries in 0.097 seconds.