História de um pedido de casamento – A versão da geonoiva, por “bvteam”

alieri - 2013/03/06

 

História de um pedido de casamento – A versão da geonoiva, por “bvteam

 

Eu sabia que o meu anel de noivado estava para breve, sabia que provavelmente viria no dia dos meus anos ou no dia dos namorados… ou então num outro dia qualquer… mas naquela tarde de sol, de nada suspeitei.

 

60850038-ff75-4a8a-9229-2cad8df6b77e Estava a trabalhar e vi que o B estava “aflito” para ir fazer umas caches e disse-lhe que parava um pouco e íamos dar uma volta. Vesti qualquer coisa e lá partimos, sem saber que era um dos dias que faria história na minha vida.

Chegados a Santa Catarina e depois de recolhermos os pontos da multi-cache… onde seria a coordenada final? Nada mais, nada menos que no tal moinho que uma semana antes me tinha deixado de rastos… Sem reclamar muito, lá comecei a subir os 250 metros. No final da subida, o B pediu-me o GPS e de nada suspeitei. Só queria “despachar” aquilo, “porque aqui para nós”, detesto subidas.

Chegados ao topo, ele diz-me que eram 15 metros para a esquerda e lá me embrenhei pelos arbustos, enquanto ele procurava em outro lugar (ao que parece para esconder a “cache fantasma”).

Logo depois, diz-me que afinal era para o outro lado e, mais uma vez, lá fui sem reclamar… quando me deparo com uma tupperware igual às que temos em casa. O meu pensamento imediato foi: “olha… devem ter ido ao mesmo chinês que nós” e digo-lhe que a tinha encontrado, mas estava sem esconderijo, apenas caída no chão. 20130209_173428

Apanhei-a para a abrir e realmente vi que lá dentro havia uma caixa de anel, mas mesmo assim estava muito longe! “Olha, uma cache dentro de uma caixa de ourivesaria. A tupperware deve ser para a proteger”. E começo a abrir….

O que o B não percebeu é que nem toda a gente tem a força dele, e eu não conseguia abrir a caixa. Sem nenhum outro pensamento, dou-lhe a “suposta cache” para a mão, ele abre-a, vejo o meu anel e oiço: “queres casar comigo?”.

Sabem aquelas fracções de segundo em que tudo pára à vossa volta e parece que estão num filme em câmara lenta? Foi o que senti… vi o anel…tudo desacelerou à volta e só pensei: “pronto, já está… eis um dos momentos que mais esperei na vida”… “acabou de acontecer”… “já está…”.

A seguir deu-me para rir, chorar, foi um misto de sensações. Dia 9 de Fevereiro, 2 dias antes do meu 32º aniversário… um dia que ficará para sempre, assim como o geocaching, na história da minha vida.

20130209_174158

<

3 responses so far ↓

  • 1 RCNVilela // Mar 6, 2013 at 16:11

    Simplesmente lindo !!

  • 2 rifkinda // Mar 7, 2013 at 23:26

    Felicidades!
    Agora é só escolher uma igreja com uma cache à porta, para celebrarem o dia e assinalarem mais um found num dia tão especial! 😉

  • 3 jasafara // Mar 12, 2013 at 09:02

    Ontem tinha lido a versão do noivo e pedido a versão da noiva. Afinal já havia 🙂
    Felicidades!

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.157 seconds.