História de um pedido de casamento – A versão do geonoivo, por “bvteam”

alieri - 2013/03/06

 

História de um pedido de casamento – A versão do geonoivo, por “bvteam

Havia de vir o dia em que aquele anel seria entregue. Faltava saber qual o dia…

 

Seria no dia dos Namorados, onde todos os restaurantes, incluindo fastfood, estão cheios?! Seria no dia 11 de Fevereiro, dia de aniversário da GeoNoiva? Ou seria em pleno voo de uma viagem a Edimburgh no dia 14 de Fevereiro? Ou seria melhor fazê-lo num castelo na Escócia? Quando todos me diziam, “tens de fazer o pedido num jantar à luz de velas ou num restaurante mais in!eu pensava “nada disso….”

Era o dia 9 de Fevereiro de 2013. Estávamos nós então em casa, a trabalhar, e farta de lá estar num dia de sol, ela disse:teamshadowlogo

– “Vamos acabar as caches que ficaram em falta a semana passada?” – eu claro que disse “Sim”, e em menos de 30 segundos pensei “É agora!” Fui buscar um contentor, enfiei a caixa do anel lá dentro e bolso com ele.

Pode-se dizer que não estava nervoso, dada a rapidez implicada na preparação do momento.

A ideia era boa: tínhamos uma cache para fazer num sítio bonito, e até já sabia onde era o final daquela magana, só faltava aferir as coordenadas fazendo as contas.

20130209_172050Assim conseguia duas coisas: transformar o que seria uma caminhada dura para uma cache (250 metros a subir) num momento de surpresa inesquecível, ao som da natureza e com uma vista fantástica para a serra Algarvia e o Mar.

Na subida já via o desespero nos olhos dela… assim pedi o GPS para a minha mão… é melhor ficar comigo para controlar a coisa. Faltavam 60 metros quando reorientei a minha rota, não fosse aparecer a cache real por acidente.

Esconder a “cache” foi fácil, não há nada como um belo GPS perdido: “Epá, a coordenada não bate certo” e tal… “Devem ser os satélites ou as nuvens, sei lá”… Dou um salto para trás da moita, meto lá a cache e continuo nas buscas…

A missão seguinte, fazê-la encontrar a cache, foi fácil: “Vê lá daquele lado que eu vejo naquela árvore….”.

Ela – “Está aqui… encontrei,… está ao ar… nem se dignaram a esconder o contentor”.

Eu ia filmar a cena… mas tive de a ajudar a abrir a caixa (para não partir as unhas), que tinha ficado demasiado bem fechada… Assim perdi o vídeo, mas, paciência…

Fiquei com o SIM!!20130209_173409

<

3 responses so far ↓

  • 1 hfilipe // Mar 7, 2013 at 15:54

    É bonito ver que o geocaching une tanto as pessoas e até tem um lado romântico!

    Obrigado pela história e felicidades para os noivos.

  • 2 jasafara // Mar 11, 2013 at 17:07

    Fica a falta a versão da geonoiva 🙂
    Parabéns para os dois!

  • 3 Team rodeiro // May 5, 2013 at 04:21

    Sou dos Açores e este ano fui passar férias ao Algarve e é claro, aproveitei para fazer umas caches e por minha surpresa agora que vi o logo da equipa, reparei que já me tinha deparado anteriormente com um cartão desses numa das caches feitas. Nós Trouxemos o cartão e agora encontra-se numa cache na Ilha Terceira. E já agora, parabéns aos noivos!

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.110 seconds.