Entries from May 2003

Magellan – Actualização de Firmware

Lobo Astuto - 2003/05/30

A Magellan colocou à disposição novos firmwares para o Sportrak Pro e para o Meridian.

Sportrak Pro:
http://www.magellangps.com/en/support/products/upgrades/upgrade_sportrakpro.asp

Meridian:
http://www.magellangps.com/en/support/products/upgrades/upgrade_meridiangps.asp

Boa Caça!


Portugal Pé-ante-Pé – Guias de Percursos Naturais

Lobo Astuto - 2003/05/30

<img SRC="http://www.bertrand.pt/bin/XPQD73CED8819B1482C2807ZKU.gif"&gt;
No 2.º Encontro de Geocachers em Portugal realizamos uma troca de presentes. A mim coube-me um fantástico Guia Ar Livre Portugal.
Depois de folhear o livro, reparei num anúncio a um livro que me deixou curioso, Portugal Pé-ante-Pé – Guias de Percursos Naturais.
Um ou dois dias depois, dirigi-me a uma livraria para dar uma vista de olhos. Fiquei surpreendido com os seus conteúdos e a acabei por comprá-lo.
Deixo-vos aqui esta dica.

Boa Caça!

Portugal Pé-ante-Pé – Guias de Percursos Naturais
Bertrand Editora http://www.bertrand.pt/
ISBN: 972251203
Preço: 17,21 € (3450$00)
 
Sinopse:
Explorar a natureza ainda intacta em Portugal é uma aventura que não pode continuar adiada. A Forum Ambiente e a Bertrand Editora apresentam "Portugal Pé-ante-Pé", um completo guia de percursos naturais. Reconheça, aliciado pelos sentidos, a fauna e a flora que lhe sugerimos. Desde a Serra d’Arga até ao Sotavento Algarvio, percorremos as mais altas serras, relembramos trilhos esquecidos no Douro, mergulhamos no reino da escuridão do Almonda, desafiamos a gravidade na grande falha do cabo Espichel e suavemente deslizamos ao sabor do Guadiana. Reencontre o oxigénio, o descanso e o prazer de olhar. Leve os seus amigos, a família ou pura e simplesmente, parta sozinho. Mas vá. Antes que seja tarde.


Apresentação

Alex - 2003/05/29

Olá a todos!
Descobri este desporto por acaso há umas semanas atrás ao fazer uma pesquisa na net sobre coordenadas geográficas. Comecei a investigar, e quanto mais li, mais interessado fui ficando.
Este registo é o primeiro passo no sentido de me vir a tornar num “Geocacher”, enquanto não comprar um aparelho de gps vou ter que me ir socorrendo do do meu irmão uma vez por outra.
Cumprimentos a todos.


Finalmente o Castelo foi conquistado

PedroOCoyote - 2003/05/24

Olá Pessoal,

Desta foi de vez, tal como tinha prometido hoje dirigi-me ao
famoso Castelo Fantasma ( " Castelo dos Mouros" [sintra] ). 🙂
Dizia-se que estava enfeitiçado, pois consegui tirar de lá os
fantasmas que nos almadiçoava…… não foi no fds como prometido,
mas sim hoje ao fim do trabalho. ( a cerca de 3 Km do local )
Posso simplesmente vos dizer que só necessitei de ler a cache com
atenção e ver as fotografias, pois o mistério encontra-se aí. 😉

Então foi assim, como já vos tinha dito saí do trabalho e fui à
aventura, (corda nos sapatos e aí vamos nós). Fiz precisamente o
mesmo caminho, entrei pela parte de baixo do castelo, só lá dentro é
que virei num outro caminho junto à igreja ( que por acaso ainda
nunca tinha visto ), depois foi só saltar rochas e passar por
silvas :-(, mas o que vale é que aproveitei os meus quase 2m de
altura para o fazer até chegar ao local.
Quando lá cheguei, coloquei o GPS para confirmar as cordenadas e
estavam exactas, com 4 satelites ( 3D ). Depois foi só procurar um
bocadinho, fiz o registo tirei o TB "GALITO" e os dados de Poker e
pus um polo da Shell.

Depois, como ainda era 19H45 ;-), resolvi ir também ao "Lugar dos
Morto" ( que paisagem maravilhosa ) 😀 , Fiz o percurso de carro,
posso vos dizer que as condições não são as melhores, pois existem
muitas pedras soltas e há rasgos no chão provocados pelas chuvas o
que torna difícil chegar lá acima.
Pousei a mochila e o GPS novamente em cima de uma rocha e posso
vos dizer que pode haver uma variação de cerca de 10m em relação à
cache, não sei se provocada pelas condições climatéricas. Mas
descubri :-), claro com a ajuda.
Parabéns Pedro pela originalidade da colocação da cache e da
artimanha que lá está. 😉

E foi tudo, peço desculpa por não estar tão inspirado como nos
outros dias mas já são 1H da manhã e já estou quase a dormir

-O,
mas espero que gostem.

Até à próxima 😉

PedroOCoyote


Programa 2º Encontro de Geocachers em Portugal

MAntunes - 2003/05/20

O 2º Encontro de Geocachers realiza-se já no próximo Domingo.

http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=67886

O programa é o seguinte:

(as horas são meramente indicativas)
———————————————————–

10H30 – 12H30

ACOLHIMENTO (feito pelas simáticas Vanda e Fátima)

– Identificação do Geocacher
– Recepção prenda p/saco
– Entrega de prendas da organização (bem… entrega da senha com as
coords. para irem buscar a prenda que nós vos damos como recordação
do Encontro. Entregar na mão era fácil demais 😉 Serão, também, entregues exemplares do Manual do Explorador Ecológico às crianças e o Guia do Utilizador de Bicicleta de Montanha para os Geocachers.

JOGOS

– 2 Jogos para abrir o apetite e criar ambiente de descontração – 1 jogo para adultos e 1 para crianças.

12H30 – 14H30

PIC-NIC

– Bate-dente, bate-papo, confraternização, passeios livres ao
gosto de cada um, ir tomar a bica, etc….

14H30 – 16H00

JOGOS

– Parede de Escalada c/Técnicos do PEM p/Monitorização/Segurança

– Jogo c/GPS

Dois conjuntos de várias micro/mini-caches para encontrar num espaço de tempo mais curto possível.

Cada conjunto será constituido por 7 caches mas só 5 têm senha – A
sorte ditará se têm que procurar 5, 6 ou 7 caches para encontrar as 5 senhas. Cada senha identifica a cache onde estava. Cada cache terá tantas senhas quanto o nr. Geocachers previsto.

A distribuição de Geocachers por percurso será feita por escolha intuitiva do próprio – os percursos serão equivalentes mas, obviamente, no meio do mato não serão exactamente iguais.

Com um intervalo de 5 minutos, partem dois concorrentes (um para cada percurso)

O Geocacher que fizer o percurso mais rapidamente é o vencedor do jogo.

As caches serão escondidas por mim 😉

A Taça? Uma excelente, única, robusta, inquebrável, de côr verde militar, com cheiro a óleo e a pólvora …"Ammo Box"! Um dos contentores mais utilizados pelos Geocachers americanos. Quem ganhar esta baliosíssima taça poderá, depois e se quiser, usá-la numa das suas caches 😉

OUTRAS ACTIVIDADES DISPONíVEIS

– Parque Infantil
– Pistas Ciclismo/BTT
– Pista Obstáculos/Jogging
– Instalações sanitárias
– Parque de estacionamento
– Pontos de água potável
– Zona para grelhados e
… muita floresta para caminhar e respirar ar puro.

Durante todo o tempo que durar o Encontro poderão, sem carácter obrigatório, discutir-se os seguintes

TEMAS

– Organização Geocaching a nível nacional?

– Organização Encontro Ibérico?

– Multi-Cache Parasita do Nuno?

– Visita ao IGOE (Michael)?

– Outros assuntos…?

———————————————————–

Não se esqueçam do GPS que será necessário para "sobreviver" neste
Encontro nem das prendas – Trata-se de uma cache que terá um saco para colocar-mos as prendas e, no fim, cada Geocacher tirará uma prenda do saco. Depois, em casa, deverão registar a Event Cache como encontrada e partilhar as vossas impressões sobre a "caçada".

Espero por vocês e vossos acompanhantes.


2º fds Geocaching Negro

PedroOCoyote - 2003/05/20

Oi pessoal,

  Como já devem ter reparado pelo título da menssagem este fim de
semana foi negro :-(.

  Então passo a contar-vos…. o meu fds:
  Comecei por me levantar por volta das 9H30 preparei a famosa
mochila de Geocaching, pôr corda nos sapatos e aí vai ele direitinho
a Sintra (com espectativas de encontrar a famosa cache do MAntunes
que ninguém ainda a encontrou "Castelo dos Mouros"), pois é….. e
parece que continua sem ser encontrada é que eu também não
consegui 🙁 , e porquê?…(perguntam vocês). 1º ao entrar em São
pedro de Sintra virei logo à esquerda e comecei a subir logo a serra
indo dar à parte inferior do Castelo sem ter que ir dar à porta
principal como ele indica, e como fui por aí pareceu-me ser mais
perto após aqui o menino ter colocado o tal waypoint da entrada
princípal ( o que me parecia na altura bom para que não me engana-
se), quando chegou lá ao local e coloquei as cordenadas da cache
reparei que já tinha passado pelo local dela 🙁 , (foi só subir
mais um bocado), e lá fui eu, um golinho de àgua uma barra
energética e estava eu preparado para subir aquelas pedras enormes
(estas sim com mais de 2,00 metros de altura….), quando cheiguei
ao local toca a vasculhar tudo….. e nada  🙁 …., então resolvi
parar um bocado sentado numa rocha esta mais pequena ( claro -2,00
metros) e olhar para os varios sítios onde ela poderia estar, quando
de repente começo a ouvir vozes e a pisarem aquela folhagem toda que
anda ali pelo chão….. eram quatro gajos do Norte…( pareceu-me
pelo sotaque deles), eles todos a olharem para mim e a pensarem, ( o
que anda aqui um "xoné" a fazer de mochila às costas?) e eu pensava
(que andam para aqui 4 gajos a fazer, será que andam à procura do
mesmo?), claro só pensei isso quando reparei que tinham qualquer
coisa na mão parecida com um aparelho (não sei se GPS ou Máq.
Fotográfica), então resolvi manter-me quieto e sempre a ver onde
poderia estar o raio da cache, nisto já lá estava à 2 Horas. Passado
um bocado eles foram-se embora e toca de vasculhar tudo
novamente….. e nada …. resolvi ver a ajuda vasculhar
novamente… e nada 🙁 . nisto resolvi desistir e ir para casa
almoçar, só que o problema foi esse, saber o caminho de volta ( pois
é que não marquei as cordenadas onde tinha deixado o carro ) foi um
problema, quando me apercebi de que já tinha descido de mais e
resolvi fazer corta-mato, ( pior a emenda que o soneto ), esgotei o
resto da garrafa de àgua até que lá descobri o caminho, chegado ò
carro só pensava (onde raio escondeu ele quela cache para ninguém a
encontrar? – sabendo eu que ele foi lá fazer uma verificação em
abril como diz no site? ). Resumindo, fui almoçar.

  Durante o almoço não deixava de pensar e a dizer pr´a minha
futura ( será que este fds não faço nenhuma? ). Então resolve-mos ir
novamente para Sintra, desta vez fui tentar a do Pedro Regala "Lugar
dos Mortos". Então lá fui mais a Sandra. Segui todas as cordenadas
que ele indica para o percurso de carro, mas como não dava para
subir uma certa ladeira resolvi deixa-lo a cerca de 500m do local.
Olha a hora que levei a Sandra para esta cache, pois não parava de
dizer ( "vamos subir isto tudo? – Ai, estou tão casada. – Olha as
minhas cambrias nos pés – Olha as minhas perninhas.), eu dizia só
para a confortar ( são só 500 m , isto é rápido.), (…pois esqueci-
me é que eram 500m em linha recta), então lá acabamos de subir e
chegando ao local que o Pedro Regala indica que estamos a cerca de
120m, disse à Sandra para ficar ali enquanto eu atravessa-va as
silvas ( de que o MAntunes gosta tanto!!!!), e lá fui, chegando ao
local da cache e comecei a vasculhar, oiço uma voz feminina lá atrás
a cerca de 120m (PEDROOO), (ONDE ESTÁS?), pronto tive que voltar
para trás e desistir porque também começou a caír um grande
nevoeiro. Mas não ficou por aqui quando voltava ao carro resolvi
perder-me ( lá estava eu a não marcar o ponto onde estava o carro ),
e toca de subir, descer e a dizer (mas eu não me lembro desta àrvore
caída no chão), e só ouvia ( AÍ OS MEUS PEZINHOS!!!)……até que
resolvemos, (vamos sempre por aqui desde que vá parar à estrada já
nos orientamos), e assim foi…. Foi o melhor que fizemos senão a
esta hora ainda andava às voltas à procura do carro. Voltamos então
para casa de rastos prontos para um grande banho e uma bela
jantarada para repor as energias.

 Este foi o meu fds negro mas bem passado não só pelo desporto mas
pela bela paisagem que podemos desfrutar da Serra de Sintra.
  Um muito obrigado ao MAntunes e Pedro Regala por estas fabulosas
caches que por acaso são partes que eu ainda não conhecia da Serra.

  Mas prometo que no próximo Sabado lá estarei mas desta vez quero
ver se consigo levar reforços, promessa "Faro de Coyote" que as vou
encontrar nem que tenha de virar a serra de pernas para o ar. 😉

 Um Grande Abraço,

  PedroOCoyote


Pela Costa Vicentina até ao Cabo de S. Vicente

MAntunes - 2003/05/19

Este fim de semana, decidi ir caçar mais uma das caches exigentes do GreenShades – Estou a ficar fã das caches dele.

Para esta caçada preparei-me de acordo e levei comigo pessoas que gostam e podem andar. Levei o meu colega Zé Manel e o sogro dele, um "Alentejano de gema" de 73 anos que estava com saudades de umas caminhadas 😉 além do "Snoopy", claro 😉

Como ia para aquela zona, decidi caçar também a "Calcichew-D3" porque ficava perto e comecei por ela para, depois, ter o resto do dia livre para a "The Nest of Janathan Livingston Seagull".

Chegados ao Cabo de S. Vicente, que já conhecia, visitámos o Forte de Beliche e parece-me que se fosse eu a colocar a cache a teria colocado no anfiteatro formado pelas ruinas do forte… Bom, quem encontrou a cache – andávamos os três a procurá-la, foi …. o Sr, Simões!!! Ficou todo contente por ter encontrado "o lixo" – "Então vocês, Lisboetas e os estrnageiros vêm para aqui esconder o lixo e eu é que tenho que o encontrar!" – disse na brincadeira.

Caçada esta cache e tiradas umas fotos – Encontrei outra vez o "Eight Legged TB" mas desta vez deixei-o ficar por me parecer que aquela cache era melhor para ele seguir a viagem pelo mudo fora 😉

Depois, seguimos para norte para ir-mos`ao nosso principal destino do dia – a cache do Luís Lamela.

O meu colega disse que conhecia a zona e falou na Praia do Amado. Então fomos até lá, estacionámos, comemos e depois atravassámos a praia, em direcção ao Sul, para a cache (estávamos a 2.730m em linha recta). Passados 1.200m, após os primeiros dois morros, com vales profundos pelo meio e vendo pelo mapa dos GPS que havia ainda mais três…. decidimos voltar para trás, para o carro e tentar outra abordagem – não nos havia de fugir aquela cache. Nem que eu fosse sozinho!

Regressados à estrada  Alzejur – Sagres, tentámos outros caminhos e deparávamo-nos com o mesmo cenário: Montes e vales de Estevas floridas e peganhosas mas… também bem cheirosas 🙂 Num dos caminhos ficámos a 1.970 m, mas não dava para seguir em frente com os companheiros que tinha – já estavam de rastos.  Só eu e o "snoopy" ainda tinhamos pernas para descer, subir, descer, etc…. os quase 2 kms de Estevas que tinhamos à frente.

Regressados, mais uma vez à estrada referida, fomos tentando várias estradas de terra e poeira, até que nos apareceu uma promissora – Os meus companheiros não se importavam de andar 2 ou 3 kms, desde que fosse mais ou menos em linha recta. Por esta estrada, conseguimos chegar junto a +/- 500m da cache e depois o resto, ainda difícil, foi encarado com outro ânimo.

Subscrevo os avisos do Luis Lamela, quanto ao cuidado que é preciso ter no local da cache – Os caminhos são estreitos e hà muitas pedras que se soltam debaixo dos pés. É conveniente não levar crianças.

Quanto à caçada da cache em si. É um óptimo passeio e recomendo que se faça com tempo, água e comida. Nesta altura do ano, as Estevas floridas e cheirosas dão um ar muito agradável à paisagem. Podem fazer o percuros desde a estrada Aljezur – Sagres (os tais 4,5 Kms que o autor referiu) ou tentar chegar com a viatura até +/- 500m da cache. Nós, como já tinhamos levado um "tareia" desde a Praia do Amado em direcção ao Sul e depois regressado, optámos por levar o carro o mais possível perto da cache. Quanto à estrada de terra que é preciso encontrar para chegar perto da cache. Bom, este tipo de dificuldades, faz parte do desafio de encontrar a cache 😉 …. Só quis, com esta minha história, dar a conhecer que existem opções diferentes para abodrar a caçada. Espero com isto, entusiasmar outros jogadores a irem procurar esta cache 🙂

Como disse no início, estou a ficar fâ das caches do GreeShades e aprecio a amplitude que ele tem na colocação de caches: Do Sul ao Norte, passando pelo Continente Asiático!!!

Deixei outra micro-cache feita por mim, como prenda.

Um abraço e … até à minha 40ª cache! 🙂 O 2º. Encontro de Geocachers em Portugal.


Um objectivo final

Rechena - 2003/05/19

Ola, ja coloquei a minha terceira cache, uma Regular cache.
http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=70017

Esta cache tem uma particularidade interessante, dentro dela esta uma das varias peças necessarias para montar um Mr Potato Head.
Atençao que estão la duas peças, apenas uma delas faz parte do boneco

P:Como e que isto funciona ?
R:Ao longo das minhas caches e caches de outras pessoas, vou deixando as varias peças para montar o respectivo boneco.

Existem algumas regras:

1-Ganha a pessoa que tiver mais peças quando ja nao existirem caches com peças.
2-Em caso de empate será colocada em local e ou cache ainda a defenir, uma peça de desempate.
3-Se eu colocar uma peça numa cache que nao minha, o dono dessa cache nao poderá ir la buscar a peça. Apenas outros geocachers.
4-Sempre que encontrarem uma peça deverão enviar um mail para mim indicando a peça que tem em seu poder.
5-No final eu completarei as peças que faltarem a quem ganhar.

Espero que se divirtam

Abraços

rech


As 3 caches na Arrabida

- 2003/05/18

Ora vivam, este sabado achei que ia estar um bom tempo para uma manha de "caça" 😉 e assim fiz, peguei na minha filha e mais dois amigos e la fomos direitos as tortas de azeitao para começar bem o dia.

Começamos pela Windmill, nao foi dificil, so que no inico enganamo-nos no caminho :(.
A vista é excelente, nao deu para ver as pontes do Tejo porque estava uma pequena neblina…

Com esta completada , arrancamos para a Cave de Santa Margarida, que foi relativamente facil sem contar com a minha filha a dormir ao meu colo e por isso tive que descer e voltar a subir com 15KG ao colo uffff .

Excelente a cave, quem se lembraria de contruir uma igreja ali.

Com duas feitas e o carro a precisar de gasoleo, fomos para Setubal.

Ja no estacionamento indicado na cache Hanging Gardens of Babylon, começamos a nossa caminhada, primeiro por um caminho errado e depois pelo caminho certo hehe. Tenho que vos dizer que chegamos la a cima completamente de rastos.

Foi ai que encontramos um colega, o David Gil que tambem ainda nao a tinha encontrado.

Depois de algumas fotos, equilibrismos e outras coisas começamos a nossa descida direitinhos a casa, claro que nao sinto os braços, mas foram caches bastante divertidas.

Obrigado a todos.

Abraços

rech, rui, melo e eva


2 Novas Caches

- 2003/05/15

Vivam,
No outro dia quando sai do trabalho decidi que seria aquele dia o ideal para colocar uma cache num local onde passo quase todos os dias, A Praia, e assim fiz, rapidamente no trabalho elaborei uma pequena micro-cache, logbook, lapis, etc etc e apressei-me de GPS na mao a ir ate a praia colocar a dita cache.

Apos algumas indecisoes onde colocar a cache, por motivos de segurança la coloquei a cache.
Poderão ve-la em:
http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=68423

No dia seguinte, fui ate Mafra mostrar um local que la existe à minha mulher e a minha filha uma vez que ainda nao conheciam, levei o GPS como sempre levo quando viajo de carro. E quando la cheguei e apos uma boa almoçarada, começamos a visitar o local e eis que me surge a ideia de registar uma cache virtual num local tao interessante como este. E assim fiz , poderão consulta-la em :
http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=69221

Espero que gostem e boas caçadas.

Abraços

rech



Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 42 queries in 0.216 seconds.