"1-2"

MAntunes - 2003/09/11

Regressei hoje do meu passeio à zona de Viseu onde fui passar uns dias com diversos familiares que a minha mulher tem naquela zona do País. E, como "calhou em caminho", visitei 3 caches tendo encontrado apenas uma.

Começando pelo princípio, no dia 8 procurei a "Fraga da Pena" http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=85476. Fui até Penacova, Arganil e Fraga da Pena. O local é paradisíaco. Uma garganta por onde se precipita um curso de água por entre uma sucessão de cascatas e "degraus" que formam lagos onde a água límpida e cristalina convida a um bom banho naquela água gélida. ( o Filipe foi difícil de conter 😉 ) A acompanhar tudo sto, uma vegetação diversificada e luxuriante nas encostas por onde existe um caminho salpicado de troços "exigentes" e construções em pedra e madeira… realmente um local a merecer uma cache 🙂 Parabéns Ricardo, pela escolha 🙂 Foi pena não ter encontrado a cache. Não porque tivesse encontrado dificuldades de chegar ao local das coords.  – o log anterior deu-me pistas que me levaram direitinho lá. Até cheguei a obter uma leitura de 0m distância, com EPE de 2m e 5/6 satélites disponíveis mas porque não estaria inspirado para tanta silva e outros arbustos agressivos neste dia (o Ricardo devia estar a pensar em alguém quando escondeu esta cache 😉 ). Procurei durante meia hora sem as dicas e depois, mais meia hora após tê-las lido…. Paciência, fica para a próxima… No entanto, não se "perdeu" tudo ( http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=20850 ). No regresso, fiz o percurso Fraga da Pena, Piódão e depois até à periferia da Serra da Estrela e é realmente espectacular a paisagem naquela zona! Por enquanto…

No segundo dia, tentei a "The Lost World" http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=86776. Esta cache estava mesmo a calhar para esta minha desolocação à zona de Viseu porque está no meio de um conjunto de aldeias onde a minha mulher tem família :-). Também não a encontrei :-(. A cache foi colocada numa zona que parece ter parado no tempo, considerando a "paisagem" circundante – tudo salpicado de casas de emigrantes, algumas de estilo que nada tem a ver com Portugal.  Desloquei-me até à Ermida de Nossa Senhora da Pena, mesmo no meio de um pinhal que percorri, descendo em direcção à ribeira e ao local da cache. Mais uma vez, procurei durante certo tempo sem as dicas e depois com elas descodificadas…  Também nesta obtive uma leitura que me convenceu de que estava no local certo: 0m distancia com EPE 4m. Bem tentei encontrá-la… "cavei" a área toda mas nada… Mais uma que tentarei na próxima vez que fôr a Viseu. Espero que então, com mais sorte. Como o Geocaching também é um jogo; "0-2".

No terceiro dia, "StairWay to.." http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?ID=86774, fiz "uma das minhas"; levantei-me às 6H00 e fui ver o nascer do sol enquanto conduzia… gosto mesmo da sensação! Fui pela N16 entre Viseu e Mangualde… até que em certo ponto a estrada estava cortada, tive que voltar 10kms para trás e "enfiar-me" na IP5 :-(. Chegado a Mangualde e ao local perto da cache, estacionei no parque ao fundo da escadaria e comecei a subir, a subir, a subir 212 degraus…. Lá no cimo a paisagem é vasta e atraente, especialmente sob os primeiros raios de sol… o cantar dos galos e o gralhar dos corvos que por ali hà e … Ooopss! A setinha aponta para uma zona toda queimada!!! Queres ver?… Depois de várias verificações, não havia dúvida nenhuma! A zona da cache tinha sofrido um incêndio recentíssimo!!! Parece que ainda cheirava a carvão… Comecei a deslocar-me em direcção ao local exacto que a seta apontava, por meio de caminhos cheios de arbustos carbonizados, a terra preta de tanto carvão, tentando não me sujar nele… "0-3" pensava eu… ontem a Selecção Nacional, hoje,  eu a levar "três secos"!…. Bom mas não desisti e fui sem muita convicção até ao local dos 0m de distância, procurei um pouco e ….ali está ela! Como é possível?!!! que não tenha ardido ou, pelo menos, derretido com o calor que por aqui deve ter feito!!????. Bom… fiz o log, tirei fotos, deixei uma prenda (Telefix batteries) e recoloquei tudo como estava. Antes das 09H00 já estava em Viseu, "em casa", a acordar a família 😉  

No quarto dia, hoje, repeti a "gracinha" e levantei-me à mesma hora para ir ver o nascer do sol enquanto conduzia 😉  mas também para ir adicionar outra prenda à cache "StairWay to…": Uma ficha para andar numa diversão na Feira de São Mateus, que me deu a volta ao estômago na noite anterior e não consegui acabar com todas as fichas que tinha (estou a ficar velho?). A diversão chama-se "SaltaMontes Show" e está lá até ao final de Setembro. Por isso, quem for mais capaz que eu,  despache-se. Senão, fica para o próximo ano ou numa outra feira noutra qualquer cidade do Centro/Norte de Portugal.

Resultado final desta "partida"; 1-2 mas gostei imenso das caçadas e dos locais propostos pelas caches que tentei encontrar 🙂 Obrigado Ricardo Silva e Obrigado João P. Pina 🙂

Uma explicação ao JPPina: Tencionava também ir à Serra da Estrela procurar as caches que ele lá colocou mas, no início de Setembro, fiquei a saber que as aulas do Filipe começam amanhã. Uma Sexta-feira! Tive que abreviar a minha estadia em Viseu e aquelas caches ficam para outra ocasião.

1 response so far ↓

  • 1 cds_t2 // Sep 14, 2003 at 22:13

    Amigo Manuel,
    li o teu artigo e tenho que confessar que fiquei surpreendido com os desaires que sofreste, porque, caro amigo, tu és como o "Piranhas", tens faro para a caçada. Deviam estar muito bem escondidas e, parece que estás a fazer escola, porque a rapaziada está a esmerar-se com as "silvas e os picos".
    Espero que nas próximas (caso sejam aquelas que combinámos fazer juntos) a sorte nos sorria.
    Um abraço e bom regresso.
    Até segunda.

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.116 seconds.