Mau… Mas vocês portam-se bem ou não?

- 2006/09/22

Vou escrever as linhas seguintes como administrador deste site, tentando fazê-lo da forma mais correcta e eficiente possível.

Confesso que estou a ficar preocupado com o rumo que algumas das conversas decorridas neste site estão a levar.

Desde que comecei a frequentar este site, fará na próxima 2ª feira 3 anos, faço-o de uma forma relativamente frequente. Esta assiduidade deve-se não apenas ao interesse pelo geocaching mas, sobretudo, ao interessante nível das conversas aqui ocorridas, ao fortalecimento dos laços entre "amigos" geocachers, entre outras razões.

Tirando algumas peixeiradas pontais, creio que o tom das conversas sempre foi bastante descontraído e cordial, tentando-se ajudar os novatos que descobrem o geocaching, trocando ideias e opiniões, organizando-se interessantes actividades em grupo, etc.

Assim, é com tristeza que vejo que alguns meros desentendimentos e diferenças de opinião se poderão transformar, por efeito de bola de neve de escala exponencial, em feridas que poderão marcar de forma mais ou menos definitiva a relação entre alguns de nós.

Serei só eu a achar que, quando os desentendimentos atingem uma determinada dimensão, não vale a pena continuar a atirar lenha para a fogueira? É claro que não sou!

As peixeiradas que se têm tornado frequêntes no último ano até têm sido de um certo modo saudáveis, porque cada um tem sabido manter a conversa num nível interessante, mesmo havendo "despique".

Penso que muito do foi escrito nos últimos dias já ultrapassou um bocado o limite do simples "despique"…

Ainda assim, não creio que apagar ou bloquear os artigos e threads "inflamados" seja solução para o problema, uma vez que só iria tapar o fogo num lado, fazendo-o surgir noutro…

Assim sendo, porque não tentamos todos resolver as nossas divergências de uma forma mais eficiente do que simplesmente trocando bocas inflamadas?

Não creio que valha a pena fingir que nada disto aconteceu mas, provavelmente concordarão, está a ser dada uma exagerada dimensão e importância a questões que numa conversa frente-a-frente nunca passariam de meras discordâncias de opinião.

5 responses so far ↓

  • 1 2 Cotas // Sep 22, 2006 at 23:54

    Iéçare!

  • 2 rebordao // Sep 23, 2006 at 09:51

    Não sei se deveria responder a este artigo uma vez que pode ser que saia mais lenha…; mas não é essa a intenção!

    …; e és grande porquê? É pá, …; basta olhar para o espelho…; porque tiveste sempre até hoje a preocupação de preservar este jogo e o entendimento entre todos os jogadores (não és o único e os outros também sabem que eu lhes agradeço). Muito obrigado por todos os eventos, que em conjunto com o Daniel e outros, tens promovido, de uma forma regular, com o intuito de estreitar laços e impedir que se criem as tais feridas.

    Para que fique claro não tenho nada contra o Hugo (SUp3rFM)…; só estive com ele, ao vivo e a cores, umas duas vezes e foi o suficiente para perceber que é uma excelente pessoa e que efectivamente não faria nunca sentido estar aos estalos se tivéssemos esta conversa lado a lado. Espero encontrá-lo num dos próximos eventos, que promoves, para lhe dar uma palmada nas cortas (não é agressão)!!! Até pode ser que seja mais cedo!
    Pode ser que facilmente cheguemos a um consenso :)!!!

    Quanto à tendência das conversas no geocaching em Portugal, quer aqui quer nas nossas caches, é que efectivamente não tem sido das melhores. Esta questão dos sacos plásticos não se trata de algo isolado. Apenas foi, para mim, a gota de água…; para quem não percebeu, e infelizmente ainda não é claro para muitos, não se andou a discutir sacos plásticos…; e o alvo não foi o Hugo, espero que também isto tenha sido claro!! O alvo somos todos nós…; porque todos nós (eu por certo e tu que estás a ler isto agora talvez não seja o caso, mas isso não interessa para o raciocínio) temos vindo ultimamente a libertarmo-nos demasiado na crítica, na opinião e no conselho. Basta ver alguns posts que ainda agora andam por aqui na página principal e notas ou logs recentes em caches. A fogueira já tinha chama!

    É muito fácil encontrar defeitos em tudo e todos…; é efectivamente uma qualidade que é nossa (de ser humano)! O difícil é descobrir o bom de algo e ter a coragem de o transmitir e valorizar.

    Quando vamos a uma cache é muito natural achar que podia ser maior ou mais pequena, estar aqui em vez de ali, ter sido usado este tema em vez do outro, estar nesta língua ou em língua alguma, ter este nome, ter aqueles atributos, mais ou menos estrelas, ser mais ou menos complicada, ser acessível…; existem infindáveis razões para discordar de uma cache…; todos nós o fazemos de uma forma ou de outra. Mas todos nós temos de perceber que a cache não é nossa e foi assim que foi desenhada. Temos de valorizar aquela experiência…; perceber que somos todos diferentes…; perceber que diferentes satisfações virão…; mas que somos no fundo todos iguais, porque escolhemos este jogo para nos divertirmos. Sim, porque mesmo naquela cache em que tudo parece estar ao contrário há lugar para algum divertimento. Somos já muitos geocachers…; temos centenas de caches…; variedade não falta…; hoje não gostei desta, amanhã vou adorar a próxima! Porquê é que isto é certo? Porque somos muitos e em muitos há sempre iguais!

    Temos de promover a variedade, não a uniformização! Lembro-me perfeitamente do primeiro Geocaching na Escola e como lá isso ficou patente. Foi por isso que o quisemos repetir no Estoril. Nas mais de 10 pessoas que participaram na organização destes eventos houve sempre uma preocupação de mostrar que este é um jogo para todos e sem limites à criatividade (respeitando as guidelines)…; e com o contributo de todos ele fica bem mais rico. Houve caches para todos os gostos. Eu até uma micro fiz :)!!!! Estará na hora de mais um evento destes? Venham mais cinco geocachers!

    Como é? Vamos fazer o tal esforço de sermos mais brandos na crítica? O ideal era mesmo evitar críticas destrutivas! Que tal aproveitar o caminho de regresso da tal cache que não gostámos para praguejar tudo e não trazer a público nada que desrespeite alguém. É que a nossa crítica pode facilmente não ser bem interpretada. Já que queremos perder tempo com isto e que tal perceber as motivações do owner. Se calhar até faz sentido estar da outra forma! Manda o mail…; não mandes, não faças nada porque é melhor…; dá o beneficio da dúvida, não estava inspirado ou inspirou de mais…; se é geocacher tem tudo para ser bom rapaz (ou bondosa rapariga ;))…;

    Hoje existem centenas…; amanhã milhares de caches…; nunca vão ser iguais! E se fossem eram iguais às tuas porquê? Só podes contribuir para isso se influenciares com a satisfação que as tuas caches dão! Terás seguidores! Lembra-te que só se repete o que se gosta!

    É claro que este site não é só para dar as boas vindas aos novatos…; podemos aqui opinar, mostrar os nossos pontos de vista, aconselhar…; mas atenção, é importante não fazer isto de ânimo leve, trata-se de algo perigoso e tem de ser cuidadosamente bem feito. Facilmente estaremos a tentar formatar outros à nossa maneira de pensar. O format c: é só para o portátil do PH 🙂

    E por fim: Desculpem-me qualquer coisinha! No caso do Hugo desculpa-me muita!
    Grande abraço e happy geocaching.

    Hugo Rebordão

    E já agora…; se alguém quiser vir cachar (no meu caso é só passear, porque já fiz todas 🙁 ) para Sintra venha…; vou espalhar 2 geocoins e 2 TBs e vou com o Daniel e o BrunoNF também eles carregadinhos 🙂

  • 3 bargao_henriques // Sep 24, 2006 at 21:08

    Tens razão um muito do que dizes mas, infelizmente, também eu já participei em algumas "picardias" que se escusavam…

    Quanto aos comentários que tecemos, crei sinceramente que todos poderemos ficar a ganhar se os que visitam as nossas caches fizerem comentários construtivos, nem que sejam por mail privado, não no log da cache. É sempre bom receber elogios pelo nosso trabalho mas, por vezes, umas dicas para melhorar o que fizemos também vêm bem a calhar 😉

  • 4 SUp3rFM // Sep 25, 2006 at 10:52

    Hugo, mais uma vez, volto a dizer que não tenho nem tive nada contra ti a propósito daquele último artigo que gerou polémica, nem do outro do TB Hotel. Quanto a isso, é assunto encerrado. Não aconteceu contigo, mas eu não tenho é de ficar calado perante ridicularizações ou algo parecido. Nem consigo.

    Mas, como provavelmente, expressei-me mal, e o erro terá sido meu por não ter ficado calado/quieto, vou permanecer mais discreto no que diz respeito à participação no site. Assim, fica tudo bem, e sem algazarras.

    Quanto ao nível das critícas que vão surgindo nos logs, elas acontecem porque toda a gente que vai ganhando mais experiência, vai pedindo cada vez mais afinco na forma como as caches estão escondidas, preparadas, descritas, etc.

    Divirtam-se e boas caçadas!

  • 5 Jose Adonis // Sep 25, 2006 at 17:25

    Algo me diz que o nível de vendas de animalecos providos de escamas acaba de baixar consideravelmente. Ora bolas 🙂

    Vá lá, do mal o menos. Pode-se sempre fazer uma cachezita (no meu caso até é mais "fazer planos para uma cachezita") para esquecer o desgosto.

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 34 queries in 0.270 seconds.