Star Mountain – Star Wet

touperdido - 2006/11/09

Para alguém que gosta tanto de escalar num sitio tão bonito como a Serra da Estrela e que tem tanta potencialidade nas várias modalidades da escalada como, desportiva, bloco, clássica e com neve, alpinismo, escalada em gelo e dry-tooling, só mesmo estando a chover é há vontade de fazer outras coisas como Geocaching – isto dito pelos mais viciados lol

Eu e o Edmundo fomos para a Serra na segunda-feira com o intuito de a conhecer melhor e no limite de fazer algumas caches. Na segunda-feira ainda conseguimos escalar num rocódromo de uns amigos na Covilhã e á noite fui ao arraial da cerveja, fazer amizades junto da povoação estudantil… Nem o gps me ajudou quando foi para chegar a casa do Mequito, onde ia passar a noite (manhã!).
Tomámos o pequeno almoço por volta do meio dia e seguimos para a Pedra do Urso, onde iríamos escalar, não fosse a rocha estar toda molhada – Plano B. Decidimos ir fazer a multi-cache Star Mountain. Deixámos o carro perto do centro de neve e fomos em busca da primeira coordenada, foi fácil de a encontrar. Já com as coordenadas inseridas decidimos ir a pé até á próxima cache, porque estavámos cheios de vontade de gastar a energia que não podíamos gastar na escalada… a caminhada até lá revelou-se mais dura do que estávamos á espera pois seguimos em linha recta em direcção ao ponto, o que inicialmente foi acessível com a grande quantidade que tinha caído, depois tivemos que nos tornar seres amfíbios… a princípio evitávamos as grandes poças de água, depois já valia tudo e isto claro para não falar dos vários malabarismos que fizemos em cima das rochas molhadas.

Quando já estávamos praticamente a meio caminho, deixámos de andar em cima das rochas e passamos por uma zona de vegetação queimada que também foi interessante, descemos até ao ponto da cache e apesar do erro ser pequeno, tivemos alguma dificuldade em interpretar a dica… Não foi nada fácil dar com ela, mas o facto de estarmos encharcados, já serem quase 17h e estarmos cheios de fome também não ajudou muito… Guardámos as coordenadas (que por milagre não estavam encharcadas) e seguimos em direcção ao carro, pela estrada, pois já estava a ficar escuro. Chegámos ao carro, já era quase de noite e estava a ficar um nevoeiro muito cerrado. Descemos para a Covilhã onde iríamos jantar (teoricamente almoçar) com a Pamela, uma grande amiga da escalada (e a ficar também com o bichinho do geocaching). Encontrámo-nos com mais malta da escalada da Covilhã (Nuno, Tiago, Manel e Mohamed Shaulin) no Farol, para depois irmos colocar umas presas e fazer umas vias na parede de escalada dos escuteiros da Covilhã. Já passava da 1h da manhã quando saímos de lá… ainda fomos ao Farol finalizar o treino com uma mins! Lol

Não foi preciso muito para adormecermos e por volta das 10h acordámos com a esperança de que a rocha estivesse seca, para irmos escalar… chegámos á pedra do urso e mesmo com a melhoria de tempo anunciada, ainda estava húmida… restava-nos continuar a atacar a multi… Por lapso tinha marcado o ponto com a cache que está no cântaro magro que tinha marcado no gps como ED2 em vez de E2 da multicache do dia anterior. Conclusão: Contornámos o cântaro magro pela esquerda, encharcámo-nos novamente por uma azelhice minha… o Edmundo até me dizia: “pah vim fazer trekking é na boa!”, mas eu só me aptecia dar pontapés na boca a mim mesmo… lol Já que ali estávamos decidimos ir á Torre beber algo quente e aproveitar para fazer uma cache que está lá perto. Quando chegámos á cache foi chegar ver e vencer.. lol Estava tanto vento e um nevoeiro cerrado que tivemos que ir rapidamente para dentro do shopping (so easy, so easy to blow…call now and win a free bazooka – isto acerca do crescimento (in)sustentável da serra da estrela). Á chegada fomos logo convidados a comer um pedaço do quijinho da serra, que bem conheço e que é uma “bomba” e um bocado de licor hydromel. Acabámos por levar dois quijinhos, um pão de centeio e uma garrafa de licor. Bebemos um cafezinho e compramos um recuerdo e dirigímo-nos ao terceiro e teoricamente último ponto da multicache.

Á medida que descíamos em direcção ao vale glaciar, o céu ficava mais limpo e o tempo parecia realmente estar a melhorar… Chegámos ao local da multi, onde esperávamos encontrar finalmente um tupperware, quando após alguma procura encontrámos mais uma coordenada que nos levava para mais uma maratona de 6kms… Aquele local era lindíssimo e é difícil descrever tanta beleza… e quando acompanhado de uma sandes de queijo da serra e de uns shots de hydromel então digo-vos”é do best!” lol  Com uma motivação diferente, seguimos em direcção á última cache e ficámos um pouco desiludidos com o local escolhido, pois depois de ver tantos locais naturais tão bonitos, achámos que aquele último não estaria ao mesmo nível, mas gostámos da aventura no global. Seguimos em direcção á Covilhã mas ainda parámos na Pedra do Urso para colocar a cache “escalada para o paraíso”. Fizemos a despedidas aos amigos da Covilhã e seguimos viagem para a “vida real”…….

7 responses so far ↓

  • 1 2 Cotas // Nov 9, 2006 at 16:18

    …tá mal.
    Não vejo em lado nenhum a referencia á medicação.
    Ou não tomaram, o que ja de si é mau, ou então não falam nisso, o que tambem não é nada bom.
    Caraçaspáh! É só dizer quais tomam, se dos amarelos se dos vermelhos. A menos que ainda tomem dos velhinhos azuis, ai sim, é melhor esquecer.

    😉

    Abraços

  • 2 bargao_henriques // Nov 9, 2006 at 18:22

    Logo a seguir a "cache", as palavras que mais vi citadas foram mesmo "cerveja" e "hydromel"… Porque será que não conseguiram subir a um único calhau???… 😉

  • 3 clcortez // Nov 9, 2006 at 22:35

    Também quero!!!:)

    Tenho que me colar a vocês os dois nessas aventuras…ou então vens tu connosco fazer uma gruta!:)

    Abraço p ti e p o Edmundo, esse ganda maluco!

    Cláudio Cortez

  • 4 touperdido // Nov 10, 2006 at 01:33

    Comprimidos não tomamos… não temos culpa que só nos aconteçam destas coisas! lol

    Uma das palavras mais citadas foi queijinho também e quando for a Lx levo-te um bocadinho!

    Claudio em relação a essa afirmação, se fores connosco numa aventura prepara-te para ficares pendurado pelos pés! lol

    Let the force be with you

    Rui Duque

  • 5 lumacafi // Nov 10, 2006 at 10:16

    Isso parece a descrição de uma aventura minha. 😀

  • 6 rebordao // Nov 10, 2006 at 15:48

    … vai pró raio! Este tipo de descrições deviam ser banidas daqui.
    Vadios!

    Mas eu vingo-me 🙂

  • 7 BrunoNF // Nov 12, 2006 at 22:00

    Mas não tens mais nada que fazer na vida?
    É escalada, geocaching, copos até ás tantas …
    Boa vida é o que é.
    E eu aqui a mudar fraldas 🙂

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 35 queries in 0.163 seconds.