Lisboa – 130 / Valência – 2

- 2007/01/22

No fim de semana passado tivémos que nos deslocar à cidade de Valência, por razões meramente profissionais, mas como vai sendo hábito nos últimos meses, o GPS faz parte integrante da mala de viagem. Com ele, o mapa das caches disponíveis nas redondezas do hotel em que nos instalamos.
Foi com alguma surpresa e até decepção, que constatámos que num raio de 15 kms do hotel, que fica muito perto do centro da cidade, apenas existem duas caches .
Atendendo a que Valência tem uma população e dimensão semelhante à da grande Lisboa, seria de esperar que a proporção das caches não andasse muito longe… pois .
Deu para constatar que o Geocaching não é muito popular naquela cidade.
O mais impressionante é que a cidade é fantástica, está com um pulsar contagiante, tem sítios muito interessantes para esconder uma boa centena de caches, e com as infra-estruturas que se criaram para receber a America´s Cup, é um destino obrigatório no roteiro turístico europeu.
É caso para dizer: Que falta que lá faz o Almeidara, para semear umas quantas caches .

8 responses so far ↓

  • 1 MAntunes // Jan 22, 2007 at 23:49

    Cá para mim queres mas é ver o Almeidara pelas costas…

  • 2 2 Cotas // Jan 23, 2007 at 00:38

    … com o Manel.
    Tem lá calma, se estás assim tão precisadinho tenho aqui um par de descartaveis como primeira opção.

  • 3 Torgut // Jan 23, 2007 at 10:24

    Não é caso do Geocaching ser popular em Valência. Não é, de todo, muito popular em qualquer parte do território ocupado pelos castelhanos. Para sul a coisa vai melhorzinho, e suspeito que é devido ao esforço dos estrangeiros residentes. A situação mais "gritante" que conheço é o panorama na segunda cidade de espanha, Barcelona, onde eventualmente com os dedos das mãos se contam as caches activas.

  • 4 2 Cotas // Jan 23, 2007 at 13:37

    Parece-me que tens um erro na tua apreciação Ricardo.
    A minha lista indica-me cerca de 26 caches activas num raio de 10km do centro de Barcelona e num raio de cerca de 38 km do mesmo ponto, mais de 100 activas.
    O ponto que usei foi, N48 24 e E04 10.
    Neste momento o limite maximo de 500 por GPX enviado pelo GEO.COM é atingido na area de Barcelona, obrigando á divisão para se poder receber os dados por Pocket Queries.
    Pelos meus dados ha toda a Espanha neste momento, entre activas e inactivas, ilhas incluidas, não contando as arquivadas, cerca de 1300 caches. Dessas 1225 estão acivas.

    Se quiseres posso fornecer os dados.
    Abraços

  • 5 Torgut // Jan 23, 2007 at 14:16

    Referia-me à cidade de Barcelona, que ainda há poucos dias examinei em prospeção para uma visita relâmpago. Não considerei a "grande" Barcelona, por, sem carro, essa área estar para além do meu interesse.

    Em Sevilha, outra cidade que já analisei para avaliar o interesse de uma visita, sob a perspectiva de um Geocaching, encontrei 2 ou 3 caches. Ora Sevilha será talvez a terceira ou quarta cidade espanhola, segundo creio.

    É verdade que em espanha existem 1225 caches activas. Se retirarmos a esse número as que se encontram nas regiões turísticas da costa sul, algo me diz que ficaremos com um número bem magro. Se fizermos um cálculo da distribuição por km dessas caches, será mesmo uma verdadeira miséria.

    Aqui, no Algarve, se quiser ir fazer um raid aos vizinhos, terei que me deslocar até aos meridianos próximos de Gibraltar para poder recolher algum sumo. No caminho, practicamente só encontro uma cache após huelva. Depois, há mais, 3 um pouco para o interior em Jerez, e finalmente mais umas 3 em Cádiz. E estamos a falar de um percurso que equivale, grosso modo, a uma distância como daqui a Peniche, durante o qual encontrarei para cima de 300 caches.

  • 6 prodrive // Jan 23, 2007 at 16:53

    Sobre Barcelona falamos com algum conhecimento de causa porque estivémos lá no final do ano passado num fim de semana de três dias.
    Com muita dranguilidad encontrámos 13 caches e fizémos um DNF. Como fomos em família, escolhemos caches tradicionais até 3,5 de terreno, e nada de enigmas ou multis que nos pudessem fazer perder muito tempo, porque o objectivo principal era mesmo apresentar a cidade ao nosso filho Hugo de 10 anos.
    Só foi possível conciliar a visita com 13 founds em 3 dias, porque alugámos um carro, caso contrário era uma tarefa bastante difícil.
    A cidade é muitíssimo grande e as caches tradicionais estão bastante afastadas umas das outras. Dentro do lote das que escolhemos inicialmente, deixámos somente 4 caches por fazer, porque realmente se afastavam bastante dos locais que pretendíamos visitar.
    Penso que Barcelona (cidade) está dentro da média do Geocaching em Espanha, ou seja bastantes furos abaixo dos locais interessantes a visitar que o território proporciona.
    Em jeito de rodapé, deixem-me dizer, que não queremos ver o Almeidara pelas costas, antes pelo contrário, faz-nos cá muita faltinha e é graças a ele e a mais duas dúzias de Geocachers/owners como ele que estamos completamente apaixonados por esta actividade.

    Team Prodrive

  • 7 lumacafi // Jan 23, 2007 at 21:50

    Fazendo umas simples contas…

    Espanha

    505992 km2 – 1262 caches = 400.9 km2/cache

    Portugal
    92391 km2 – 820 cache = 112.6 km2/cache

  • 8 prodrive // Jan 29, 2007 at 21:39

    Conclusão mais conclusiva não era possível concluír! Resta-me dizer, que em termos de Geocaching, Portugal está muito bem e recomenda-se! Boas caçadas!

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 34 queries in 0.227 seconds.