1000 caches activas em Portugal

- 2007/05/08

1000 caches activas em Portugal

Caros amigos,

Venho por este meio informar solenemente que foi atingida a marca das 1000 caches activas em Portugal pela primeira vez, hoje dia 7 de Maio de 2007.

 

Parabens ao geocaching em Portugal 

 

1000 caches activas em Portugal

13 responses so far ↓

  • 1 sismeiro // May 9, 2007 at 08:52

    Faz uns meses que fiz aqui uma poll sobre isto mesmo e na altura sugeri que seriam atingidas as 1000 caches em 11/05/2007. Estive a ver os posts da altura e parece-me que fui o que deu o melhor palpite… 🙂

    Geocumprimentos,
    Luis Sismeiro

  • 2 SUp3rFM // May 9, 2007 at 09:58

    Satisfaz-me ainda mais saber que a LARGA maioria dessas caches nos trazem experiências únicas. Parabéns a todos. 😉

  • 3 tarec // May 9, 2007 at 10:13

    Parabens a todos

  • 4 lopesco // May 9, 2007 at 12:40

    Parabéns a todos e muito obrigado!

  • 5 Silvana // May 9, 2007 at 13:01

    Parece q todos estamos de parabéns, tanto pela quantidade como pela qualidade das caches!
    Apenas gostaria de deixar aqui uma recomendação: As caches são muitas vezes procuradas por crianças. È necessário ter algum cuidado com o que de deposita dentro do taparué. Para além disso, e espero que com este comentário não ferir as susceptibilidades de ninguém, recordo que os taparués não são contentores de lixo!… Há que respeitar quem as visita e quem se deu ao trabalho de as criar para as partilhar connosco! Obrigada a todos!…

  • 6 a guest // May 9, 2007 at 14:58

    1000 locais a visitar e apreciar… 😉

    (“os taparués não são contentores de lixo!”

    às vezes parecem, infelizmente… entre deixar ganchos do cabelo velhos e moedas de centimos ou nao deixar nada, a 2ª hipotese parece-me mais sensata.)

  • 7 a guest // May 9, 2007 at 15:02

    E no ranking mundial em que lugar estamos? 8)
    Quanto ao lixo nas caches, sempre que encontramos lixo em alguma, fazemos CITO. Já encontrámos óculos de sol partidos, tampas de garrafas de plástico, paus, já para não falar de pacotes de açúcar.
    Caixeiros (não conseguimos fazer login, não está a aceitar a password…)

  • 8 touperdido // May 9, 2007 at 15:20

    Agora quero ver a malta a dizer que têm que ir fazer caches a Espanha, que aqui já está tudo feito… lol Parabéns a todos! Espero em breve lançar uma homenagem a todos os geocachers… só falta colocar as mãos na plasticina..

    Rui Duque

  • 9 HDV // May 9, 2007 at 15:53

    Sinal tao importante e significativo quanto o numero e o ter-se atingido o milhar de caches é – lendo os comentarios supra, de forma algo surpreendente – a constatacao de, aparentemente, se ter chegado a um ponto em que finalmente se consegue encarar e conviver com esse “crescimento” como deve de ser: com predominante optimismo, satisfacao e bem-estar face a algo que se faz – “partilha” e se ve estender aos outros – com e por prazer.

  • 10 2 cotas // May 9, 2007 at 17:42

    Houve alturas em que me chateei solenemente com as caches que iam existindo. Algumas delas eram evidentes atentados á inteligência do owner, o que não sendo muito mau por si só, eram perda de tempo para o resto da malta.
    Desde o principio que tenho escolhido. Aliás é a primeira das opções de quem quer que seja. Se quando abro a página de Portugal no geo.com e dou com 2 caches, a primeira coisa é escolher uma! Seja lá porque razões for, há sempre uma desgraçada que fica para depois. O que vale é que algumas têm mesmo todas as condições para ficarem para depois…
    Mas voltando ao principal, desde cedo que vou escolhendo as caches que quero fazer. A lista cresce exponencialmente o que me deixa meio preocupado por um lado, mas contente por outro. È que assim posso sempre voltar ao local do crime que há sempre mais para fazer. Por exemplo, costumo ir passar alguns dias a Sines todos os anos, e mesmo escolhendo “criteriosamente” todos os anos há sempre uma mão cheia para descascar durante os dias em que lá estou.
    1000 caches? Até aqui fiz aí umas 80/90 por ano. Por este ritmo e na eventualidade de não haver mais novas, posso descartar 50% logo á cabeça que ainda tenho para os próximos 5 anos. Se ainda fizer geocaching durante os próximos 5 anos… Mas como a coisa está em perfeito “descontrolo”, não há possibilidade de alguma vez conseguir dar conta do recado.
    Como é que descarto logo 50%? Fácil! Não custa nada. Só não digo como porque não quero ferir susceptibilidades, mas podem apontar assim a olho, multis, citadinas e onde não puder ir com a família.
    Por isso já me chateou mais a falta de qualidade do que agora. Das caches e não só…
    De resto, e sempre achei isso desde o princípio, mesmo considerando que algumas não tinham o mínimo dos direitos de “existir”, a qualidade geral média é boa. Só não digo muito boa, porque me faltam termos de comparação absoluta.
    Mas, salvo poucas e pouco honrosas excepções, acho que o pessoal se esforça e vai colocando caches razoáveis, e a maior parte das vezes em que mete a pata na poça é mais por excesso de velocidade do que propriamente por falta de cuidado. Tenho reparado que o pessoal tem tendência para ir, ao longo do tempo, melhorando a “qualidade” das caches que coloca, o que me leva a crer que algum eventual deslize seja fruto de juventude. Pena que só as caches é que melhorem com a idade.

    Nesta altura em que cada vez mais me afasto dos topeténes gostava que se mantivesse o rumo/qualidade das caches. Não é por nada, mas merecemos.

  • 11 kidloco // May 10, 2007 at 12:43

    Pois, mas estão a considerar na conta as desactivadas que são muitas também.

    De qualquer forma é um sinal de maturidade deste jogo…

    De uma coisa nos podemos orgulhar, temos mais caches por km2 que na terra dos nossos hermanos.

  • 12 MAntunes // May 10, 2007 at 13:37

    Ok, este tópico fica em “banho maria” até se chegar às 1000 caches activas. Neste momento e segundo as Stats (tabela de caches copiada para Excel, seleccionando apenas as activas), existem 930.

    🙂

  • 13 prodrive // May 10, 2007 at 20:48

    Hà jà algum tempo que eu e o McPenha estava-mos a preparar um Evento para celebrar as 1000 caches activas (mesmo contando com as “temporarily disabled”, e tinhamos agendado o Evento là para finais de Junho, mas o crescimento exponencial dos ultimos meses veio precipitar os acontecimentos. 74 caches publicadas em Abril contra a média de 30/35 dos meses anteriores é sintomàtico desse crescimento. Vamos ter que antecipar o evento ;D.
    Em relaçao à qualidade das nossas caches, é soberba. Estou actualmente em Milao onde jà visitei mais de metade das caches existentes, e a melhor deles é mais reles que a nossa pior. Os VG’s do Portelada que tanto se fala, e que eu nao desgosto, aqui eram um LUXO!
    Parabéns a todos os owners, e venham de là as pròximas 1000 ;D.
    Peço desculpa pelos acentos ao contràrio mas estou a escrever num teclado italiano, ao estilo das caches locais ;).

    Team Prodrive

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 34 queries in 0.123 seconds.