The Seagull Nest, 2a tentativa…

- 2003/11/09

E não é que continua atravessada?…
Desta vez o ataque foi feito por mim e pelo MAntunes, um dia depois da primeira tentativa.
Chegámos um pouco antes da maré baixa e tratámos logo de tentar localizar as coordenadas da "bicha", obviamente com o inestimável auxílio do Snoopy.
Apesar dos maus agoiros da concorrência, o tempo apenas estava “chuviscoso”. Quando escolhemos o trajecto para descer até à cota indicada pelo davidfelix deparámo-nos com um dilema… O facto do Snoopy ser bastante destemido e estar “todo acelerado” podia trazer graves problemas naquele tipo de acesso. Optámos então por ir um de cada vez fazer a busca, ficando o outro com o nosso amigo de 4 patas.
Assim, coube-me a mim ir à frente, já que era a minha segunda tentativa.
Devo dizer que com a chuva, que entretanto foi engrossando, o caminho escolhido não era para qualquer um! Mas com calma a coisa foi bem…
Como a minha busca começou a demorar demais, e como a chuva já começava a “fazer mossa”, o MAntunes optou por dispensar os serviços do Snoopy e destacá-lo para a segurança do “Cache Mobile”. A busca lá continuou, agora com ajuda de uma lanterna, gruta à esquerda, gruta à direita, fenda acima, fenda abaixo…
Nestas andanças criámos uma nova modalidade olímpica: a patinagem nas rochas! O Manuel que o diga, depois do espalho que deu numa poça de água (vide foto “Deitado acho que vai melhor”)…
Enfim, depois de tentarmos bastante, acabámos por entregar a rendição e fomos a “nadar” até ao carro. Este, por sinal, tinha entretanto ficado dentro de uma bela poça de água, o que obrigou o MAntunes a mais uns movimentos de ginástica…

De caminho para o conforto do lar ainda passámos por um local que conheço sobejamente, a Aldeia de José Franco, onde existe uma cache do Rechena que ainda não tinha tentado encontrar. Apesar de a chuva continuar a cair, lá demos mais uma voltinha à procura das coordenadas até encontrar a dita cache. A ideia do Rechena está muito engraçada e a obra do José Franco… Não há palavras!
A resposta ao enigma é… Tcham, tcham… Azar! Vão à procura!

Daqui seguimos em direcção à Malveira e ainda fomos procurar uma terceira cache, “No topo das Radiotelecomunicações”. Fomos até onde conseguimos com o carro e até conseguimos ver o nosso destino, talvez por uns 2 segundos, por entre as nuvens. Depois, como o dilúvio estava no seu apogeu, achámos que era melhor ir para casa meter os ossos de molho, mas desta vez em água quente… Esta vai ter de ficar para um dia mais soalheiro!

MAntunes e Snoopy, novamente muito obrigado pela companhia nestas caçadas, e também muito obrigado aos geocachers que colocaram as caches e nos proporcionam manhãs de Domingo assim!

6 responses so far ↓

  • 1 MAntunes // Nov 10, 2003 at 06:47

    …ainda tinha um bocadinho sêco.

    As tuas fotos não me favorecem muito… Tás despedido!

  • 2 Lobo Astuto // Nov 10, 2003 at 10:20

    A culpa é do modelo! 🙂

  • 3 davidfelixpt // Nov 10, 2003 at 11:26

    Tenho péssimas noticias.
    Desloquei-me hoje de manhã ao local da cache… e a dita não estava no local!

    Provavelmente as marés vivas das ultimas 3 semanas tenham levado a cache….  🙁
    Ainda me custa a crer, já que é preciso trepar para a alcançar.
    Mas a verdade é que não estava lá.

    Vou desactivar temporariamente a cache…  e recoloca-la o mais breve possível.

  • 4 Rechena // Nov 10, 2003 at 13:52

    fico triste por a cache do david ja nao la estar, mas assim sempre tem desculpa para a nao ter encontrado [:p], ainda bem que gostaste da cache.

    hehe tou a imaginar o Mantunes a fazer patinagem artistica, deve ser bonito de se ver hehe

    um abraço

    rech

  • 5 davidfelixpt // Nov 10, 2003 at 15:22

    Esta manhã fui ao local e por duas vezes ia molhando mais que o sapatinho!
    Aquilo é MUITO escorregadio!

    Quanto á cache… devido a tantas visitas dou a minha palavra que até Domingo será reactivada.

  • 6 bargao_henriques // Nov 15, 2003 at 09:18

    Olá, olá!
    Estou de volta, temporáriamente, após uma semaninha de trabalho na terra dos chaparros e do mármore (não dou coordenadas, descubram sozinhos onde é!)
    Fico triste por saber que a cache desapareceu mesmo, mas por outro lado sempre me sinto menos totó por ter metido a cabeça, as mãos e o rabo (!) em todos os buracos que vi, especialmente os BEM molhados…
    Este fds não tenho hipótese de a ir procurar outra vez e, com este tempo e este mar, talvez seja boa ideia esperares até que venha a bonança para a recolocares…
    Já agora, a patinagem do MAntunes e minha também, até foi engraçada porque não nos aleijámos, mas foi um bocado humida demais…
    Um abraço,
    PH

Leave a Comment


Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 34 queries in 0.147 seconds.