Entries from March 2007

estado da nação

btrodrigues - 2007/03/28

Ah pois, não é só o Galileu que anda em más companhias

O Geocaching@PT está com alguns problemas a nível de software. Tenho vindo a deparar-me com utilizadores com dificuldades em fazer novos registos e a fazer recuperação de passwords, entre outras falhas. Qualquer operação que despolete o envio de um email falha com uma mensagem de erro do servidor. A mailing list interna dos administradores não parece estar a funcionar… Tá bera…

Também foram reportadas dezenas de mails com queixas sobre a cor cyan. Tenham paciência. Havemos de resolver isto tudo. Não é caso para chamar a polícia.

Caso estejam a ler isto e tenham problemas desta ordem, contactem-me por email (bruno.tiago.rodrigues no gmail), especificando o username e o email de registo… e eu vejo o que posso fazer (no pouco tempo livre que me resta das férias).

E a migração do site? (perguntam vocês)
A minha resposta é curta e grossa: 42…


Parece que isto (Galileo) anda mal…

MAntunes - 2007/03/28

"
Europe’s GPS System at Risk

EU transport ministers issue ultimatum to consortium
March 24, 2007

By Peter Purton

The world’s first civilian satellite navigation system is in crisis after the European Union warned this week that it might cancel the project by May 10 if eight participating contractors could not agree on how to share the workload.

The Galileo project, which began in 1999, has been plagued by disagreements over the distribution of work, as well as inadequate organization and management within the bidding consortium, said Wolfgang Tiefensee, Germany’s transportation minister.

“The consortium has yet to resolve elementary issues,” he said. “That is why Galileo is still in a crisis.”

Galileo was supposed to have been in operation by 2008, but it now looks as if a fully operational commercial service may not be available before 2014.

Mr. Tiefensee, who is also E.U. council president, told the consortium Thursday that it had until May 10 to reach an agreement on the legal structure of a single operating company and appoint its chief executive. He noted that any further delay was “unacceptable.”

The consortium members are Aena, Alcatel-Lucent, Deutsche Telekom, EADS, Finmeccanica, Hispasat, Inmarsat and Thales.

The Galileo satellite navigation system is the European civil alternative to the U.S.’s Global Positioning System (GPS) and Russia’s Global Navigation Satellite System (GLONASS), both funded and controlled by military authorities.

If Galileo goes ahead, it would be the first civil satellite positioning system and would be compatible with both GPS and GLONASS.

The Galileo project’s research phase, through 2009, will cost 1.5 billion euros ($2 billion), half of which will be funded by the European Union and half by the European Space Agency. The project’s deployment phase, through 2010, will cost 2.1 billion euros ($2.8 billion), one third of which will be funded by E.U. budgets and the rest from private sources. The commercial phase is due to start 2010 and no subsidy is envisaged.

"

in www.redherring.com

Já hà vários dias que ando a ler notícias de pendor semelhante… 🙁


Sábado, nº150

2 Cotas - 2007/03/19

É mentira.
É mentira.
É mentira sim senhor.
Eu nunca roubei um beijo, que m´o deu foi o meu amor!

Este sábado, a Sábado publicou um artigo onde entre outras coisas se afirmava meio indirectamente de que cerca de 53% dos portugueses mentiam. Aldrabavam, ou mais prosaicamente douravam a pílula.
Não interessa muito se era por omissão, a tal opção de nunca contar uma mentira mas contar só a parte da verdade que nos dá jeito, se era mesmo mater o carrão, entrar a pés juntos. O que me ralou foi mesmo os 53%. Ser 50% ou 53% a coisa aponta mesmo para metade.

ler mais »


O meu é maior que o teu!

2 Cotas - 2007/03/15

Tem algum sentido publicar alto e bom som que “todas as minhas caches foram feitas sem o recurso a veiculo 4×4”?
Tem algum sentido gritar bem alto que “nunca utilizei uma Hint”?
Tem algum sentido propalar por ai que “nunca loguei nenhuma cache sem ser as que estes olhinhos, que a terra há-de comer, achou no seu esconderijo”?
Tem algum sentido publicitar que “as botas que eu uso são de sola manhosa e pouco adaptadas a actividades mais hardcore”?
Tem algum sentido afirmar que “o meu GPS só usa sinal de satélite que não foi lançado com recurso ao sacrifício de nenhum animal”?
Tem algum sentido dizer que “o meu GPS só utiliza pilhas ecológicas”?
Tem algum sentido matraquear a qualidade da “saladinha”?
Tem algum sentido fazer saber ao povo que “só utilizo acessórios para cuja maquilhagem não foram realizados testes destrutivos”?
Tem algum sentido querer passar a ideia de que “as minhas caches são melhores do que as dos outros atrasados mentais”?

É voz corrente de que o pódio só tem lugar para um, e que todos os outros ficam do segundo lugar para baixo. Mas como dizia a minha avó, é tudo relativo, na sanita todo o cobarde faz força, todo o herói se borra. O vento é muito inconstante, umas vezes sopra de um lado, das outras não. Teria muito mais piada proceder, pensar, dizer, sempre da mesma maneira, mas é sempre mais higiénico ir navegando á vista, afinal só os burros não mudam de ideias. Afinal todos temos cotovelos.

Em frente do meu prédio, do outro lado da rua, havia um puto, puto como os outros, chutava na bola nos intervalos, tocava nas campainhas nas idas e nas vindas e em geral ageniava nos sítios certos. Menos num. Tinha a mania de só aceitar trocar revistas de banda desenhada impecáveis. Se macula, dobra, rasgo ou mancha.
Toda a gente ia distribuindo sucessivamente as revistas do Pato Donald, Falcão, ou do Mosquito mesmo que o estado não fosse recomendável, desde que desse para ter uma ideia geral da historia e do desfecho. Claro que a coisa ia descambando até á inutilidade total. Mas a troca era mantida sempre dentro da mais polida das negociações. As boas pelas boas, as manhosas pelas manhosas e as merthosas pelas merthosas. O pobre do moço não. Somente as intocáveis pelas excelentes. As imaculadas pelas impolutas.
Claro que a colecção do moço era soberba. Mas curta. Enquanto a maioria do pessoal moía a revistinhas enquanto a celulose permitia e as poucas dúzias que cada um possuía eram pacientemente multiplicadas pelos stocks dos amigos. Ele não. Imagino ás vezes o que seria, se me desse a mesma maluqueira quando entrei na fase dos namoricos…

Devo ter lido umas centenas, milhares de revistas. Idem os meus amigos, colegas, vizinhos e o resto dos putos do bairro e da escola. Das quais hoje não sobra, por mera impossibilidade física, nem um exemplar. Uns milhares. Ao ponto de algumas vezes só me lembrar de ter lido aquela, já próximo do final das folhas remanescentes.

O pobre do artolas, ainda hoje se entretanto não lhe deu o fanico pelo stress da manutenção, deve ter a mesma duziéca de revistas em vitrinas de plexiglass, imaculadas, impolutas. Excelentes. As “minhas” centenas já devem estar a fazer tijolo há largos anos. Fiquei mais inteligente? Náhhh! Ficou mais rico? Náhhh! Serei mais pobre? Não de espírito. Acho.

Bem-aventurados os pobres do Geocaching porque para eles será o reino do Jeremilas.


Turistrela

blue_trekkers - 2007/03/15

Estava eu em casa a recuperar de uma valente queda a fazer BTT no domingo passado, quando resolvi consultar o site da Turistrela (www.turistrela.pt) para tentar saber quando abrem as pistas de down-hill que a Vodafone explora durante o Verão.

Para quem não sabe, a nossa estância de Inverno "Vodafone 2000", acabada a época de desportos de neve – snowboard, skú (essa modalidade nacional) e afins – transforma-se, qual abóbora da Cinderela, no Vodafone Bike Park.

O que me despertou a atenção foi o facto de a Turistrela promover o Geocaching como sendo uma "actividade desenvolvida com o intuito de ser mais um serviço por nós (Turistrela) prestado aos nossos clientes".
Ficam também a saber que "as coordenadas são obtidas nas recepções do Hotel Serra da Estrela, Varanda dos Carqueijais e Estância de Esqui Vodafone".

Não que me importe de ver este desporto a ser promovido, mas daí a ver uma entidade como a Turistrela a "adoptar" todas a caches que lá existem.. bom.. será que são eles também a fazer a manutenção das mesmas?

Saudações
Nuno (blue_trekkers)

(para verem a noticia no site vão a www.turistrela.pt e depois cliquem em actividades)


Gecoins – The Lunchtime Gang

danieloliveira - 2007/03/15

Os compradores da Geocoin do Gang da Hora de Almoço já têm o dia marcada para as receberem – Sexta-Feira 16, 12h30 IKEA. É claro que o convite se estende a todos que quiserem vir.

Fica aqui um sneak preview das moedas:


O Log Surreal II

Torgut - 2007/03/12

Ora bem! Se o outro log que trouxe até vós era público, na medida em que foi publicado online, este é mais reservado uma vez que o fui encontrar num logbook de uma cache pouco visitada, a Jewel of Saphire:

23/02/2007

Aqui esteve a GNR!!!
Um local ermo, uma caixa duvidosa, levantou suspeitas!!!
Após confirmada a origem, "Geo Caching", damos os nossos parabéns à iniciativa.

Podem ver uma imagem deste log no meu próprio log da cache, nas fotos.


O log Surreal

Torgut - 2007/03/05

Antes de mais, não estou acostumado à "feature" de escrever artigos, até porque não percebi lá muito bem a diferença conceptual entre esta e os fóruns. Mas já que deixei de ver as últimas entradas dos fóruns na home page, desta vez vou variar e vai de artigo.

E isto para dizer que, tal muitos de vós, acabei de ler o log mais surreal de todos os tempos, na minha opinião. E isto sem um sentido ético. Simplesmente surreal, mas, vá lá, no fundo, agradável:


Cortegaça_discovery_team found PROJECTO VG – CORTEGAÇA [sintra] Today 23:13
2007/03/03 Cortegaça_discovery_team found PROJECTO VG – CORTEGAÇA [sintra]

Esta equipa mora toda em Cortegaça, tavamos no polidesportivo a jogar à bola quando chegam outros amigos a dizer que tinham encontrado uma coisa na guarita, ao ínicio estranhamos e, infelizmente, destruimos a cache. Mas depois eu decidi ver na internet o site que lá estava, ficamos espantados com a sorte que tivemos. Agora decidmos começar à procura das caches da zona e vamos restituir a cache que destruimos, a cache tinha apenas um elastico. Vamos repor a cache e encontar outras!!! Estamos entusiasmados e o que no ínicio nos parecia estranho revelou-se fantástico.
Pedimos desculpa pela destruição da cache mas juntamo-nos a vocês.

Cortegaça discovery team vai em busca da cache na serra da barrosa, ou Maria Dias, como queiram.

Mais uma vez pedimos desculpa e vamos ser uns grandes geocachers, não iremos destruir mais nada.


Artigo sobre Geocaching no jornal O Mirante

Vera - 2007/03/01

Boa tarde,

queria deixar-vos o link para a versão online do artigo que escrevi sobre o Geocaching para o jornal O Mirante, um jornal regional da região do Ribatejo (de Abrantes a Vila Franca de Xira).

http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=275&id=32296&idSeccao=3848&Action=noticia

e aqui está uma pequena caixa que saiu na mesma página que o artigo (começou por ser o parágrafo final mas depois, por questões de layout, passou a caixa e , por isso, na edição online saiu num link diferente):

http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=275&id=32297&idSeccao=3848&Action=noticia

Agradeço, uma vez mais, aqueles que colaboraram na elaboração do artigo.

Cumprimentos,

Vera Alves



Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 44 queries in 0.355 seconds.