Entries from October 2005

Cache event um pouco mais a sul…

2 Cotas - 2005/10/30

Confesso que o desafio que aqui vos deixo resulta de uma ideia com alguns meses, que surgiu no encontro de Alvados, mas que foi despoletado pelos relatos que li, com dificuldade confesso, do fabuloso fim de semana no Gerês.
A espirito por lá vivido, a capacidade de lidar com o esforço físico em busca do deleite espiritual, que transbordou abundantemente nos relatos apresentados, mostrou, a quem não os conheça, a fibra de viajantes e de empenhados amantes da natureza.
Confesso que parágrafo a parágrafo os dedos me foram inchando, sintoma de alguma inveja, e só à custa de alguns anti-inflamatórios consegui ler os relatos até ao final.

Depois do já referido encontro de geocachers que organizei confirmei com muita satisfação a excelente opinião que já tinha do pessoal. Depois disso, nas 24h de BTT e no encontro no jardim das caches do Diamantino foi sempre em crescendo.

Mas deixemos a poesia e vamos ao que interessa.

O desafio consiste em fazer um cache event um pouco mais a sul…. em Marrocos.

Confesso e assumo que a minha paixão por este país já me fez lá regressar mais de meia dúzia de vezes.

A ideia que normalmente se faz deste país (o 2º mais próximo de Portugal) não é correcta. Sempre que relato algum episódio por lá passado e/ou o gosto que tenho em lá regressar, tenho sempre de repetir que não é um destino perigoso. As cidades grandes têm em todo o mundo um índice de criminalidade superior às zonas rurais, e esta regra aplica-se também  em Marrocos. Vivi alguns anos em Lisboa onde tive piores experiências que do que tudo o que vi por lá. Mas à excepção da mítica Marrakesh, não são as zonas urbanas que me atraem.

Geograficamente o país é dividido ‘em dois’ pela cordilheira do Atlas orientada no sentido NE/NW. A paisagem a este e a oeste é absolutamente diferente. Na vertente litoral, ao contrário das ideias mais generalizadas, existe uma agricultura intensiva bastante evoluída. Para o interior começa o deserto na sua maioria pedregoso, sendo no entanto possível encontrar umas faixas de dunas com poucas dezenas de Km, que ainda assim possibilitam ter uma ideia aproximada do que será o Sahara profundo. A cordilheira atinge uma altitude média superior aos 2.000 mt, tendo o seu ponto mais alto no Djebel Toubkal com 4167 mt, onde se pode encontrar neve durante todo o ano.

A minha primeira visita, num fim de semana da Páscoa num Clio comercial em 1998, tinha por objectivo chegar a Alcácer Quibir e num local onde fosse fácil de imaginar uma batalha quinhentista, fazer um montinho de pedras e juntamente com o meu pendura gritar ‘Viva el-rei D. Sebastião, rei de Portugal e do Algarve’ . O objectivo foi atingido e largamente ultrapassado. Além da recordação da homenagem feita ao mais irresponsável dos nossos reis, trouxemos para casa memórias de alguns episódios inesquecíveis e mais uma confirmação do absoluto antagonismo entre fazer uma viagem e fazer turismo.

Depois dessa viagem seguiram-se outras, mais direccionadas para o Todo Terreno. Confesso que em todas elas apareceram sempre participantes iniciados e curiosos e que regressaram a Portugal de alma cheia. Desde a primeira vez que assumi a logística dos trajectos e das listas de material. Comigo já se estrearam em Marrocos mais de 25 pessoas.

A última vez que lá fui, em Outubro de 2004 em pleno Ramadão, o intuito era fazer um levantamento para poder organizar uns passeios de BTT. Dessa viagem resultaram duas etapas completas e uma outra quase completa, tudo com trajectos marcados para GPS.

O tipo de viagem que aqui vos proponho é cansativa, com muitas horas de condução de estrada e de Todo Terreno, longe do conforto dos hotéis das cidades imperiais apinhadas de turistas. A estadia é assegurada maioritariamente por albergues rurais e campismo e para a alimentação recorrer-se-á sempre que possível à gastronomia tradicional árabe e berbere. Mesmo assim deve levar-se comida de casa para as refeições volantes e para qualquer eventualidade. Há sempre uma jantar especial de bacalhau.

Em termos de custos posso informar que, nos moldes acima apresentados a despesa por carro (max 3 pessoas) rondará os 750€ur, o que por pessoa corresponde a um valor bastante baixo, especialmente face às contrapartidas proporcionadas. Naturalmente que neste valor não estão incluídas a preparação dos carros nem as compras de artesanato e outras recordações. A oferta de artesanato é muito diversificada e a negociação condimentará as memórias de cada um. Ainda sobre a preparação dos carros é necessário uma revisão geral, mais ou menos profunda de acordo com a idade, Km e estado do mesmo.

Naturalmente, que faríamos umas geocaçadas e deixaríamos um rasto de caches semeadas…

Gostava de saber a vossa opinião sobre esta ideia e caso hajam interessados podemos estudar umas datas.
Podia ser ainda este ano, no início do próximo… na Páscoa, embora a semana santa seja sempre de evitar, pois a invasão de europeus , especialmente espanhóis, ‘estrague’ o habitual sossego das pistas pedregosas do Atlas, esgote capacidade ‘hoteleira’ bérbere e faça subir bastante alguns preços.

Digam de vossa justiça.

PS: na cache event, se apresentada com antecedência, poderiam aparecer geocachers oriundos de outras origens… já tenho umas ideias para o local a escolher…

PSD (Diamantino depois pago os direitos de autor): Duração 7/8 dias entre dois fins de semana.


Loja de Geocaching em Portugal?

Bsaavedra - 2005/10/28

Boas!

Tornei-me, recentemente, distribuidor
da Groundspeak (a loja internacional de artigos para geocaching).

O próximo passo seria abrir uma loja cá em Portugal, mas para isso gostava de ter algum feedback da parte dos geocachers portugueses…

Assim, deixo no ar a pergunta: Caso existisse uma loja desse género em Portugal, estariam interessados em adquirir os artigos lá disponibilizados?

Fico à espera das vossas respostas e sugestões


"From Heavens to Spiders Expedition"

MAntunes - 2005/10/25

E o grande fim de semana finalmente chegou!

Depois de todos os preparativos iniciados logo após os logs dos Cacheiros, que me deram a ideia de dormir na zona, decidi avançar para a tentativa de visitar a recente mas, desde o início, muito apetitosa cache “Tou às Aranhas”, enviando e-mails a convidar outros geocachers para irem comigo.

Comecei pelos que me tinham acompanhado o ano passado à “Fenda da Calcedónia” e eles responderam logo “Presente!”. 🙂

ler mais »


15 de Outubro de 2005 – A-dos-Cãos

2 Cotas - 2005/10/20

A minha apresentação

Alex107 - 2005/10/20

Boas,

O meu nome é alex, e embora já tivesse ouvido falar do geocaching só agora é que o lopesco me convenceu a experimentar. Fiz uma pesquisa com centro em minha casa (Perto da Serra de Sintra) e verifiquei que existem resmas de caches ali. Era inevitável, tinha de ir lá ver.

Já fiz uma Cache e mal posso esperar para ir à caça de mais.

Cumprimentos a todos

Alex


ERIK88L-R

danieloliveira - 2005/10/19

Parece-me que "perdemos" o nosso habitual approver ERIK.
Aproveitei-lhe para desejar boa sorte com a seguinte nota:
Dear Erik,

"I noticed today that we have a new approver in Portugal.
I wish to thank you for all your help and encouragement in approving the Portuguese caches and wish you also the best wishes for the future. I hope our paths will cross in a common hunt.

Best wishes,
Daniel"

Fica aqui o meu obrigado ao Erik pela propagação do geocaching em PT.


não consigo carregar tracks no gpsmap60 c

luis74 - 2005/10/18

Pois é, tenho andado atrapalhado com isto.
Na Net aparecem alguns tracks aqui da zona que quero fazer de bike (e talvez aproveitar para colocar uma ou outra cache) mas não os consigo abrir no prog. original da garmin.
Como faço? abro com outros programas tipo gps trackmaker e com este programa envio para o gpsr?
não tenho que alterar nada no gps? (no menu interface formato dados serie……)
Quem me ajuda, antes que os homens de bata branca me levem definitivamente.
Obrigado,
Luís


Outubro 13, 2005 – Descobri o Geocaching

cardosop - 2005/10/13

Descobri hoje o Geocaching, e vou começar a caçada já este fim de semana. Ainda tenho que ir arranjar um GPS a qualquer lado.
Acho que vou ficar viciado


Mapadventure

Jurassic_Walker - 2005/10/12

Olá a todos

Informo que a aplicação Mapadventure com cartografia digital+raster
desceu de preço tendo sendo este actualmente de 99 euros+iva .

Este preço assim parece estar mais de acordo com a concorrência.

Podem ver mais informações em http://www.mapadventure.com.pt/

Vivam os calcários
João Noiva Gonçalves


Participação

pascoa - 2005/10/11

Ora boas,

Faz amanhã, “oficialmente”, 1 mês que estou inscrito no Geocaching@PT, 1 mês e meio se o meu registo não tivesse desaparecido.

Neste curto espaço, comparando com a maioria, já deu para perceber que algo de ‘esquisito’ acontece neste site, ou se calhar acontece o mesmo que na maioria que conheço.

Após uma breve pesquisa, verifiquei que existem 561 membros registados no site, sendo eu o 515º inscrito. No entanto se ordenarmos a memberlist por rank/post subo para a 18º posição. Mesmo que se tire alguma percentagem de registos mal feitos ou pessoas que se ‘arrependeram’, ainda sobra muita gente que pouco ou nada contribui para o site.

Não é difícil de reparar, que normalmente são sempre os mesmos a responder/interagir nos comentários aos fóruns e nas respostas aos artigos, nem que seja um simples: “Bem-vindo ao grupo. Boas caçadas. Espero que gostes. Have fun.”

Acho que o pessoal deveria participar mais nas discussões para tornar a coisa mais movimentada. Ou serei eu que ‘falo’ pelos cotovelos???

Pascoa



Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 48 queries in 0.463 seconds.