Entries from December 2005

Os Calvários

MAntunes - 2005/12/21

 
“Era pelos cerros velhos, ia por além. Vão lá os carros. Então ê andei trinta e seis anos nessa rebera!…Trinta e seis anos andei ê no contrabando. Isso é uma rebera malinha! Eram mais de mil tiros! Carabineros e guarda – fiscal, uns e outros.
Olhe, aqui de roda do monte tem aí uns vinte calvários…Pois! Cargas que perdi!
(…) Na minha presença mataram…você ouviu falar no Raposo? Mataram-no ali ao Moinho das Juntas!… (…) O guarda fez o tiro para ali e não matou mais porque não calharam. (…) Então não sabiam? Pois a gente passava por todo o lado! (…) Aí às juntas ajuntava-se o Margão com a Chança. E então vieram pelo cerro e a gente passava por baixo, eu ia passando com este cunhado que morreu, o Manéli… Passei o açude, pois ia assim por baixo e vejo (…) um carabinero a correr por cima, volto para trás, por cima do açude, se você visse os tiros, era só fogo, pá! Ê tenho aqui os sinais de uma bala, era de nôte, às quatro da manhã. Aqui passava-se munto. Além a Espanha, íamos a Valverde, Rubia, Lepes, Castelejo… Comecei aí aos 28.
(…) Levávamos tudo. Café. Assabão…Trazíamos açúcar. Era tudo. Os espanhóis não tinham nada!…Isso era despachado aqui de Santana.
(…) Aqui ganhava-se vinte escudos. Vinte para cá, quarenta! Íamos ali levar café à Mina da Isabel. Abalávamos daqui à boca da noite, mas nesse tempo íamos sempre a corta-mato, o caminho era raro fazer… (…) Quilómetros! Com trinta quilos! Vinte e tal léguas!… Então cheguei a trazer também cargas de ferro. Aqui compravam o ferro, pois!
(…) Passei tantas! Cheguei a estar das cruzes para lá oito dias sem comer, nem beber. Mamávamos o café e o açúcar, chupávamos…então não podíamos ir ao povo nem a parte nenhuma! (…) Entrava e saía de noite! Era uma vida triste!”

in "Memórias do Contrabando em Santana de Cambas-Um Contributo para o seu Estudo"

(texto usado com autorização escrita do autor do livro, o Antropólogo Luís Maçarico)

Brevemente. Numa cache longe de si.
 


Primeira tentativa, primeiro bigode

esquilas - 2005/12/21

Boas

Hoje foi experimentar a minha primeira busca pelas caches.

Peguei em dois amigos para escarafunchar comigo e bota lume

Fui fazer uma cache multipla no parque de aveiro perto de minha casa. Começamos da melhor maneira possivel, a primeira micro cache encontramos-la logo, começamos logo a esfregar as maos de contente que esta jah estava no papo

Bota entao para a cache final, que era ao peh de um cadeiro com um tronco cortado e era soh meter as maos na erva e jah tava. Chegamos lah encontramos o sitio, mas aquilo era uma canteiro cheio de troncos cortados e com erva a cobrir tudo.

Conclusao: meia hora depois a fuçar na erva e nao encontramos nada

Bem foi desanimador voltar pra casa de maos vazias, mas amanha eh um novo dia e o bussaco tah mesmo ali ao lado

Nao percam o proximo capitulo de "insucessos" com esquilas no papel principal, porque nos tambem nao!!


Boas Festas

pascoa - 2005/12/20

Desejamos a todos Boas Festas, com muitas prendinhas no Natal e óptimas entradas em 2006


TransPortugal Garmin

- 2005/12/18

Quando: De 11 de Junho a 10 de Junho de 2006
Onde: De Bragança a Sagres
Como: 8 Dias; 1000 Km; uma prova inovadora assistida por GPS

Pessoal!! Vamos atravessar POrtugal de Norte a Sul de BTT e com o nosso Garmin?

Mais Info em:

http://www.supertravessia.com/


26º GeoMeetup de Lisboa

pascoa - 2005/12/12

26º GeoMeetup de Lisboa por um Homem do Norte

NÃO HAVIA FRANCESINHA !!!!!

Com a expedição à 6FU marcada para o dia seguinte, resolvemos fazer uma surpresa ao pessoal e aparecer no meetup lisboeta.

Chegamos ao local de repasto e já lá estavam o PH com o Tomás, o PPinheiro e a Rifkinda. Eu bem tentei que o Tomás me emprestasse a mota dele para dar uma volta mas ele não estava muito virado para isso e por isso tive de pegar na ementa para escolher o que comer.

Entretanto chegou o GlorfindelPT e a Elektra que não puderam jantar e apenas passaram para entregar uns dvds que o pessoal tinha pedido.

ler mais »


Aviso!!! Grande terramoto sentido no Vale do Tejo

Ricardorsilva - 2005/12/11

“Tinha acabado de jantar e, como sempre faço, fui-me deitar a ler alguns jornais. Logo após as 5 da tarde, senti um violento tremor, tão grande que pensei que a casa estava a vir abaixo. Fui atirado violentamente para o meio do quarto e rapidamente me pus novamente de pé. Depois, outro abanão. Desta vez mais forte. E foi então que percebi que era um tremor de terra. Vi as paredes da minha casa racharem-se de alto a baixo. O vidro das janelas a desfazer-se em mil pedaços. Ouvi um som altíssimo, violento, cavo, um rugido subterrâneo que ninguém consegue descrever. Agarrei o meu casaco e o meu chapéu num repente, saltei pelas escadas abaixo e saí para a rua. Em boa hora o fiz porque, nesse preciso momento, a minha casa caiu como cartas de jogar. À minha frente, mais casas caíram. Enormes nuvens de pó elevavam-se no ar. Senti-me a sufocar. Queria correr e não conseguia. As minhas pernas recusavam-se o mais pequeno movimento. Os gritos das casas em meu redor era fantasmagórico. Não conseguia sentir o meu coração, o meu sangue gelara-se nas veias e o meu cérebro estava paralisado.

Vi-me perdido.”

Descrição de um funcionário público, sobre o dia 23 de Abril de 1909 (adaptado)

Esperam-se novidades esta semana…

0 / 3


smartcomgps

correia - 2005/12/09

boa noite, algem me pode ajudar , tenho um nokia 6600 com o smartcomgps, e nao consigo marcar um ponto e mais tarde seleccionalo para me dirigir para esse mesmo ponto .

obrigado ..


where are you??

esquilas - 2005/12/09

Boas

Sou o luis, sou de coimbra, tenho 21 anos e comecei a por vir ao forum pra me informar acerca dos gps. Mas depois de varias horas a ler artigos e post resolvi experimentar o geocaching. Assim estas ferias vou ver descubro algum tupperware , que nao vai ser facil para um rookie que nem sabe mexer no gps, vai ser mais do estilo "batida" à procura da cache.
Mas conto com a vossa ajuda para me guiarem na "escuridao"

Cumprimentos
"esquilas"


Bang! Bang! Perseguido pela Máfia

HDV - 2005/12/06

É madrugada, junto a um dos mais afluentes hotéis de Lisboa – o Meridien – um personagem queda-se pacatamente debruçado sobre uma caixa da EDP, escrevinha. De repetente passa um carro, cinzento-prateado, de potente cilindrada, o motor roncando, houve-se um estrondo. Um tiro? O fulano vira-se e – não! – descobre que acaba de levar com um… ovo em cheio no casaco!

Pois é meus amigos, a «máfia» controla o Parque Eduardo VII, à noite não há pela evidência movimento que lhes escape. Calemos tudo o que a musa antiga canta! Silvas? Penhascos? Paisagens deslumbrantes? Nã! O geocaching tem muito, muito mais emoção para nos dar!

ler mais »


Mais um alistado

campanico - 2005/12/03

Ora vivam, aqui me apresento:

Filipe Campaniço, um verdadeiro newbie nestas andanças. Confesso que comprei o meu equipamento por motivos puramentos profissionais, o facto de ser maluquinho por gagets não influenciou em nada…nada nada.
Vivo no Alentejo profundo – Beja – e conto com 36 anitos.
Equipamento: Garmin iQue M5 apoiado por software fugawi (que deve ser uma coisa boa mas ainda nao consegui fazer nada dele).
Bom aqui ficamos e deixo apenas uma promessa deixar uma cache de vista espectacular.

Boas cacadas a todos.

PS: Nenhum animal foi  maltratado durante esta apresentacao, no entanto um mocho morreu de tédio.



Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 45 queries in 0.353 seconds.