Freecycle – Reciclar é preciso

clcortez - 2007/09/02

Uma das componentes importantes do geocaching é a educação ambiental. Muito há a fazer ainda sobre este tema. Nós, geocachers, limpamos os locais por onde passamos quando procuramos caches (e não só, espero eu!) e organizamos eventos mais ou menos extensos para limpar um espaço mais amplo..mas não podemos fazer mais? Podemos.

São conhecidos muitos grupos e organizações que tal como a nossa partilham a vontade de preservar e cuidar da Natureza. Um desses grupos é o Freecycle, ao qual pertenço e que quero vos dar a conhecer. 

ler mais »


Reportagem para a rev. Sábado – Castelo dos Mouros

clcortez - 2006/02/21

Pois é,….esta cache foi a escolhida por mim para ser visitada neste dia em especial por me fazer acompanhar de 3 ainda “jovens” geocachers e um jornalista + um fotógrafo da revista Sábado que foram ver “in situ” como tudo acontece no geocaching! Resolvi fazer esta surpresa ao MAntunes pois além de ter sido por intermédio dele que o jornalista chegou até nós ( e caso fosse o Manel que acompanhasse o jornalista ele não iria visitar uma cache sua ) o MAntunes merecia esta “homenagem” por ser um dos mais antigos geocachers e o mais empenhado em fazer deste jogo um jogo dignificante e tão interessante!  ( Estou a faze-lhe a vénia neste momento! )
Além de tudo o que disse antes esta cache prometia o desafio que o nosso jornalista ( de seu nome Abílio ) pretendia, desafio acção e aventura. E se esta cache tem disso tudo!

Bom, eram 14h quando nos encontrámos em Sintra em frente ao Palácio da Vila tal como tínhamos combinado, pois eu tinha acabado naquela altura o passeio pedestre que eu tinha promovido na empresa onde trabalho e estávamos nas despedidas quando o Abílio apareceu.

Depois foi a entrevista com as múltiplas perguntas que deram a conhecer este hobbie de que todos tanto gostamos. Às 14.30h chegaram os 3 geocachers que participaram na caçada, a Yade(Ana), o Muggle(Luis), e a Girlseaker(Mónica), que foram prontamente bombardeados com perguntas.

Terminada a entrevista passámos à acção. Deslocámo-nos até à entrada do Castelo e aí fizémos a preparação de toda a caçada…documentação para aqui, coordenadas para acolá, etc…e lá fomos, sempre com o Abílio com os olhos postos em nós e o fotógrafo com a objectiva posta nos nosso movimentos.
A abordagem à cache teve que ser corrigida graças ao Muggle que envergando o excelente GPS da Girlseaker ( um Magellan  ) nos avisou que já tínhamos passado o ponto onde nos devíamos “ebrenhar” na floresta (eu ia na conversa com o fotógrafo e nem reparei)…
Não foi fácil. O terreno estava molhado, as pedras escorregadias e o sinal péssimo. Só com muita dificuldade e muitas escorregadelas lá chegámos!
Depois de encontrado um ponto médio ( distância de 3, 4m e um erro de 5m ) lá começámos todos de rabo para o ar à procura da dita, incluíndo o fotógrafo, que parece ter queda para isto! Mas nada…ela só apareceu depois de mais de meia hora de procura e de uma chuvada de GRANIZO BEM FORTE! Acabei por ser eu a dar com ela, mas com muita dificuldade e com a ajuda do meu GPS, que numa réstea de bom sinal lá me baixou o erro e assim com o círculo de busca reduzido a 2m lá dei com ela…depois de a ver foi a vez de meter os outros furiosos pois ainda não tinham dado com ela…se não fosse eu a fazer de GPS e a dizer “Eu estou no ponto 0 e tenho um erro de 2m” acho que ainda lá estavamos à procura…:)

Bom, e depois foi a retribuição pelo troféu alcançado, sempre com a presença e a fotoreportagem dos nossos acompanhantes que garantiram que nenhum pormenor escapasse!

Depois da brutal molha, dos rabos sujos de musgo e de 1h no meio da serra voltámos, com um sorriso de missão cumprida e de agradecimento ao MAntunes por esta já velhinha mas sempre espectacular cache que neste sítio só merece mesmo é ser visitada!

A cache estava muito bem dissimulada…não está nada visível e com tantos locais para servirem de esconderijos…só mesmo com tempo e paciência. Mas ela está lá, não desistam à primeira!

Nesta aventura participei eu, 3 geocachers aventureiros, 1 repórter aventureiro + 1 esposa aventureira ( e prevenida, levava dois chapéus de chuva e por isso não se molhou!) e um fotógrafo mais que aventureiro, foi ele o primeiro a lá chegar e ajudou as meninas a passarem os obstáculos…

Nota : com tanta prepração deixei a maq fotográfica no carro, logo não tenho reportagem da reportagem! Espero que o Muggle coloque as suas na cache ou então esperamos pelo dia 23/02 ou 02/03 que é quando mais uma vez este jogo que nós amamos ( “I Love This Game” ) vai ser dado a conhecer aos mais atentos! Não perca, numa banca perto de sí!

Já sabem, revista Sábado. Quando sair eu aviso!:)


Uma Aventura na Lagoa I – A caçada

clcortez - 2005/10/05

No fim de semana passado ( 1 e 2 de Outubro 2005) peguei em mim, na BTT, num colega e na sua respectiva e fomos procurar uma cache que apesar de ser a 4ª cache mais antiga de Portugal ( setembro 2001) é uma das que menos visitas tem. Merecia esta visita e lá fomos.

Depois da minha visita às Minas de S.Domingos a 2 de Setembro ultimo ( onde fiz duas das caches ali existentes ) era inevitável o meu regresso a esta simpática aldeia para fazer esta cache e visitar acdequadamente o vastíssimo complexo mineiro.
Assim foi, ainda estava a fazer a cache do PCardoso Apocalitic Visions e já estava a combinar ao telefone com o meu colega ( cuja mãe é de lá ) o fim de semana em que viríamos às Minas fazer uma BTTzada à volta da Tapada grande, a enorme lagoa com 17 km de perímetro que se situa a noroeste das Minas e onde está escondida esta multicache![:)]

ler mais »


22º GeoMeetup de Lisboa – 12 de Agosto de 2005

clcortez - 2005/08/21

E foi aos 12 dias do mês de Agosto que decorreu o 22º Geomeetup de Lisboa, no local do costume, BigApple.
Desta vez consegui ser dos primeiros a chegar. Tão cedo que nem o próprio restaurante estava aberto!mas mesmo assim já tinha chegado o MAntunes e a esposa, a Mila.
Logo de seguida apareceu o Ricardo Bordeira da Silva ( que depois de ter andado tanto tempo desaparecido voltou em grande com direito a reportagem na TV e tudo! ) com a esposa Silvia e o Eduardo, conhecido como o mais novo Geocacher Português!
E entrámos. Pouco passava das 19.30h.

ler mais »


Algum geocacher na zona norte de Coimbra?

clcortez - 2005/07/13

Procuro Geocacher na zona a norte de Coimbra para um projecto de cache na zona.
Urgente!
Favor contactar-me asap! 🙂


Parque Aventura este fds!

clcortez - 2005/05/27

Este fim de semana de 28 e 29 realiza-se a edição do Parque Aventura 2005.
O que é isto do Parque Aventura? São um conjunto de actividades de aventura realizadas no parque urbano de S.João da Talha, em Loures, entre ela paintball, Escalada, Balonismo, Orientação, TT, etc…
Divulgo isto a todos os interessados e depois de falar com um dos organizadores e de lhe ter falado do Geocaching ele acho que era bastante interessante organizarmos uma cache no evento para dar a conhecer a actividade a potenciais interessados!!:)
Não sei qual vai ser a adesão do evento, mas de experiências anteriores semelhantes vos digo que inserir o Geocaching num evento desta dimensão não é fácil e poucos estarão interessados…por um lado é melhor que os geocachers continuem a aparecer de livre vontade apenas por se interessarem pela actividade e com o espírito de união que caracteriza os geocachers portugueses.
Ainda assim, se alguém quiser alinhar numa "brincadeira" no domingo de manhã podemos combinar qq coisa lá! Lá há pessoal com GPS, arranja-se uma mini-banca para lá colocar e tenta-se fazer uma cache no recinto.
Digam o que acham..:)


19º Meetup – A Crónica!

clcortez - 2005/05/22

Ora ao fim de tantos e mais tantos lá calhou a minha vez de escrever a história de um meetup, oraumas vezes porque haviam novatos, ora outra vez porque alguém se oferecia ou era incumbido de tal, eis que chegou a minha vez.

Não tenho talvez as qualidades literárias de outros senhores que por aqui andam, que fariam corar o nosso Fernando Pessoa sem dúvida, mas ainda assim vou tentar fazer o meu melhor!

Isto foi mais ou menos assim…(eheh!)..

Os presentes foram: BTRodrigues,  MAntunes, Lobo Astuto, ClCortez, JustAskWhy & Cra, Rifkind & Rifkinda.

ler mais »


Six Feet Under

clcortez - 2003/11/23

Como é do conhecimento geral, esta é uma gruta de dificuldade 4,5, o que faz dela uma referência das caçadas.
Vou aqui contar a história da caçada feita a esta cache,que apesar de não a termos encontrado foi talvez a melhor que já fiz.

Saímos de Loures eu, o David, a Ana e fomos buscar o Dias ao Campo Grande e seguimos até à Arrabida, ao local do estacionamento referido pelo autor.
Iniciámos a subida até à gruta, sempre a direito, sem qualquer precausso. O Dias foi o 1º a lá chegar. Fizémos o reconhecimento do local e iniciámos a descida pelo afamado buraco. Desci, seguido pela Ana, o Dias e depois o David. Explorámos a 1ªa sala, a estalagmite que está numa câmara do lado direito, e descemos para a sala seguinte.Seguindo em frente tinha um buraco de 40 cm onde ainda me atrevi a entrar, mas recuando de seguida pois apercebi-me que não era por ali, e ia ficando preso…
Descemos à outra sala,onde encontrei uma bifurcação. O caminho era obviamente em frente. Nessa sala onde agora estavamos o espaço era mais exíguo e deparamo-nos com uma abertura de difícil passagem. Mas passámos!
Depois logo a seguir o famoso "buraco da agulha". Também se passou!:)
E por fim a ultima grande sala, onde a cache nos aguardava. Dirigi-me ate ao fim da gruta, e depois recuei o suficiente para iniciar a busca. E foi isso que fiz, com a ajuda dos restantes. 1º eu depois o David. Nada.  A dita não aparecia! Relemos a descriçaõ da cache…e tudo nos fazia apontar para um sitio!! E já na fase das dúvidas procuramos por todo lado…mas…nada. Começámos a voltar, e quando chegámos à bifurcação fui explorar a outra parte da gruta, bastante mais arejada, seca e também mais mal tratada pelo homem.Iniciámos o regresso definitivo à saída. Quando saímos já era noite, e estava o terreno bastante molhado, o que originou a pior parte da tarde:a descida atribulada. Eu fui à frente, e com o pouco que se conseguia ver ia tentando acertar com o caminho e ia-me molhando cada vez mais. ainda escorreguei algumas vezes, mas as arvores e os arbustos davam uma preciosa ajuda para não cair! Mas descer aquilo em 7 minutos foi obra!Esta foi a parte onde nos mais sujamos e molhamos. Mas valeu a pena,a gruta é excelente, tem um património muito interessante e a vista da sua entrada é magnífica! Valeu! Estivémos umas duas horas na gruta, e no total umas 5h. Foi uma tarde bem passada de exercício obrigatório, e que já fazia falta, pois o trabalho de informático não ajuda ao relax.
Uma palavra: Espectacular!:)


Atenção: clcortez = Lenhador !

clcortez - 2003/11/04

Para todos os que não sabem, eu, Cláudio Cortez(clcortez), sou o Lenhador.
Na altura que me registei aqui usei o nickname Lenhador por achar que era por esse que me conheciam melhor. Mas depois cheguei à conclusão que era melhor usar o mesmo login que uso no geocaching.com, pois assim é mais fácil associar este user ao outro!:)

1 abraço a todos!



Geocaching@PT 2008 · Powered by WordPress
Disclaimer · Contact Form
Stats: 31 queries in 0.326 seconds.